Aqui se morre herói, ou se vive tempo o bastante para se tornar vilão.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Relâmpago Negro - As vibrações da morte

Ir em baixo 
AutorMensagem
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 445
Data de inscrição : 06/05/2016

MensagemAssunto: Relâmpago Negro - As vibrações da morte   Sab Nov 25, 2017 10:25 am

Relâmpago Negro - As vibrações da morte. 


Relâmpago Negro e Dr. Silvana haviam se conhecido assim que a Força da Aceleração condensou-se em um único ser criado para caçar os velocistas daquele mundo. O doutor estava lá quando houve a nova explosão, e quando o deus da velocidade se encontrava confuso naquele mundo, foi este pequeno humano quem lhe ofereceu ajuda para alcançar seus objetivos.
 
Após algum tempo, o doutor compartilhou com o deus da velocidade seus planos de conquistar aquele mundo. Não era bem isso que Relâmpago Negro tinha como objetivo, mas decidiu ajudar Dr. Silvana contanto que este o ajudasse a chegar até o Flash, o precursor da tragédia com a força.
 
Mas o Flash havia expandido ao máximo o conhecimento sobre a Força da Aceleração, enquanto o próprio Relâmpago ainda não conhecia bem toda a extensão de seu poder. Mas lá estava o doutor para lhe oferecer um atalho... Antes de desaparecer, o Flash havia criado um protótipo de traje para velocistas em seu laboratório. Nas mãos do doutor, este traje poderia ser uma arma de enormes proporções para aperfeiçoar a velocidade de Relâmpago Negro. Porém, o laboratório era protegido agora por um aliado do Flash, Vibro. Seria o Relâmpago Negro capaz de derrotá-lo para roubar esta tecnologia?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com
Tony.Speed

avatar

Mensagens : 16
Data de inscrição : 01/07/2017

MensagemAssunto: Re: Relâmpago Negro - As vibrações da morte   Sex Dez 29, 2017 6:26 pm


Sentia a minha união com a minha força cada vez mais forte nesse mundo... Drº Silvana havia me explicado, que ao assumir a forma fisica... Havia me imposto as mesmas leis que imponho aos corredores que roubam a minha energia... Podia ser muito mais forte e veloz que eles... Mas o acesso a minha fonte da velocidade necessitava de aprendizado... Passava praticamente todos os dias correndo no anel criado no laboratorio secreto do Doutor...

Para fazer a força de aceleração ser minha apenas novamente... Tenho que ficar mais rapido... Não gosto de ter que trabalhar com o mortal... Mas é necessario...

Ouço primeiro o clique da eletricidade, que iria emitir as ondas sonoras da voz de Silvana... Sabia que ele iria falar algo comigo... Antes mesmo que ele possa falar algo... Avanço até estar junto a ele em sua sala...

Caro Relampago Negro... Vc...

Ele fala no comunicador até perceber que eu já estava as suas costas... Era sempre bom fazer algo assim... Para que o mesmo percebesse que era um mero mortal me auxiliando...

Silvana... Algo a falar ?

Ele me olha um pouco... Como se me analizasse... Então junta os dedos e fala...

Estava acompanhando os dados da sua corrida... Sua velocidade está alarmante... Mas algo ainda me chama a atenção...

Ele aponta para uns dados em algum tipo de equipamento... Olho... Não me parecia ter nenhuma informação util... Me aproximo do seu rosto... Deixo a minha mão passar proximo da sua garganta... Seria tão facil mata-lo... Mas estava em um mundo diferente...

Diga o que quer... Não me faça perder tempo...

Ele dobra a cabeça para o lado... Provavelmente sabia que com a minha velocidade... A cada vez que ele demorava para falar algo... Aflorava a minha fúria...

Nunca houve no mundo alguem como você... Sim, existem velocistas... Humanos que usam a força de aceleração... Muitos até... Mas deixe-me explicar... Eles possuem um corpo fisico... E então acessam a Força de Aceleração... Então, toda a Força de Aceleração que eles acessam... Está destinada a apenas lhes ampliar a velocidade... Mas você... É a propria força de aceleração... Vc não tem um corpo fisico... Isso quer dizer que uma parte da Força de Aceleração que vc acessa... Está sendo perdida, para manter a sua forma... Se não vc não passaria de energia dispersa...

Ouço as suas palavras... Era um pouco estranho... Mas sentia realmente que tinha que me concentrar bastante para me manter... Sentia as dores da energia que me era roubada... E como me satisfazia ao correr e me tornar um com a força...

E o que vc quer dizer com isso ?

Silvana se vira na maquina e aperta alguns botões... Logo algumas imagens surgem ao centro da sala... Era Flash... Mas ele usava um traje diferente ao que já havia visto...

Essas imagens eu consegui de muito tempo atras... Logo após o Flash descobrir a existencia da força de aceleração, como sendo uma força universal... Em parceria com um laboratorio, ele desenvolveu esse Traje... Ele aumentava a conexão do Flash com a força de aceleração... A principio, acreditei que não serviria para você... Pois vc não precisa aumentar a sua conexão... Pois vc é a propria força... Mas após algumas analises... Ela pode realmente servir para você... Pois ela poderia lhe ajudar a manter a forma fisica... Lhe permitindo que use mais da sua força para a velocidade...

Ando a volta da imagem... Flash corria entre os carros com o auxilio do traje... Duas imagens eram passadas... Em uma delas, Flash corria sem o traje e a outra com o Traje... Era nitida a diferença... Caminho ao lado de Silvana... Ouvindo suas lentas palavras... Então paro novamente a sua frente...

Onde está esse Traje ? A torre da Liga da Justiça explodiu... E com ela o Flash desapareceu... Não o sinto no universo...

Silvana sorri e bate os dedos na mesa... Ele aperta alguns outros botões e fala...

Assim que se tornou mais uno com a força... Flash abandonou o traje... Acreditei que estivesse perdido tambem... Mas, ao buscar os traços da força de aceleração no mundo... Percebi um sinal que, não se movia... Algo estranho para um velocista... Ao examinar mais detalhadamente o sinal, percebi que estava em um laboratorio proximo a cidade que Flash protegia... Pelos dados que coletei, vc deve encontrar um adversario, um tanto peculiar em poderes... Vibro... Não se deixe enganar... Esse garoto tem poderes promissores...

Ele exibe a imagem de um mortal magricela... Não me parecia um oponente digno...

Esse mortal, não será desafio ao Deus da Força de aceleração... Dê-me a localização desse traje... Iria busca-lo... E como ele as vidas que rodeavam o Flash...

Logo o doutor digita algumas coisas em suas maquinas e retorna com um intrumento que já havia visto antes... Era uma forma dele falar comigo a distancia...

Use isso... Eu vou te passar as orientações... Como de costume...

Acoplo o intrumento a minha mascara e saio do laboratorio... Vejo que era noite do lado de fora...

Tempo... Algo que os mortais tanto temem... Mas a mim... É apenas algo como uma brincadeira...

Olho os caminhos... Logo a vo de Silvana ecoa em minha cabeça... Informando a direção que devo seguir... Antes mesmo que ele conclua as indicações... Já avanço pelas estradas... E logo paro no alto de um morro... Vejo uma construção mortal abaixo...

Vista de fora, não parecia nada demais... Mas de acordo com Silvana, os testes com o Flash eram feitos nesse laboratório... Vejo uma grande entrada aberta...

Poderia entrar lá e matar todos antes mesmo que me vissem... Mas... O terror não ficaria em seus corações...

Analiso a área em volta... E corro de forma a criar um tornado... Logo ouço os alarmes serem acionados e vejo uma placa de metal descer fechando a porta... Sim... Agora as coisas estavam ficando mais interessantes...

Mantenho a corrida e então rumo em direção à porta, me tornando uma massa de força titânica... A porta explode ante meu punho...

Vejo os pedaços da porta serem lançados ao longo do corredor... O som do alarme ainda soava... Paro no corredor esperando por aqueles que fariam a segurança do local...

Logo ouço os passos e vejo um grupo de 6 soldados virem correndo...

Espero eles me verem... Assim que começam a erguer as armas eu corro em suas direções na velocidade do som... O primeiro eu acerto um soco no abdômen... e os outros acerto um golpe na região do Coração...

Vejo dois deles morrerem antes que os outros tenham conhecimento... Assim que paro... seus corpos caem no chão... Mesmo a frente deles, eles eram incapazes de processar a ameaça... E ainda sentindo as dores tentam virar em minha direção, mas era tarde demais...

Aplico dois golpes no que está ao meu lado... Minha mão atravessa seu corpo... Vou para trás de outro soldado e atravesso sua garganta com meu punho... E me deslocando para a frente dos outros dois lhe atravesso o abdômen com meu braço...

Paro e vejo seus corpos caírem no chão sangrando... Logo o sangue se espalha... Olho ao longo do corredor... Nenhum desafio... Nenhum Oponente...

Patéticos...

Começo a correr em direção à porta no final do corredor... Mas sinto uma dor e paro de correr... Não conseguia correr pois todo o corredor vibrava... Me agacho sentindo a vibração percorrer meu corpo...

Então ele pode fazer o ambiente vibrar...

Iria testá-lo.... Começo a vibrar o meu corpo de forma a combater o efeito do ambiente... No começo é difícil... Mas logo consigo me adaptar as vibrações e me levanto... Corro até o final do corredor... Tento passar por ela vibrando, mas não consigo... Todo o local vibrava em uma frequência e a todo instante mudava...

Aplico um soco na porta a fazendo cair no chão e vejo um homem parado ao final da sala com uma arma apontada para mim...

Fico o observando... Ele com algum comunicador...

Cisco... Estou vendo ele... Flash havia me alertado de um monstro caçando velocistas... Deve ser ele...

Ele atira... Vejo a bala vim em minha direção... Avanço em velocidade da luz contra ele...

Aplico um soco contra ele... A força do meu soco fora tamanha que vejo seu corpo se distorcer...

Quando paro... Seu corpo explode banhando toda a sala com seu sangue... E sua bala crava a parede ao fundo...

No comunicador ouço...

Joe? joe? Vc está aí? As câmeras pararam... Pera... Está voltan... Oh meu Deus... Iris, não não vá...

Vejo a outra porta... Logo atravesso ela, me deparo com um corredor com diversas salas conectadas... Avanço pelo corredor... Mas antes passaria em cada sala... Me certificando que estavam vazias...

Ao passar pelas últimas... Uma forte corrente elétrica fecha a porta... Antes de tocar na mesma eu paro a observando...

Logo uma voz estala na sala...

Vc está preso... Todo esse laboratório foi construído com o auxílio de um velocista... Desista agora... Sabemos derrotar vc...

Olho a volta... Todas as paredes tinha uma carga elétrica passando...

Voce acha que já enfrentou algo como eu antes... Vc enfrentou mortais roubando a minha força... Eu sou o Deus da Aceleração...

Começo a vibrar... Avanço para a porta e sinto a energia correr pelo meu corpo e o ferir... Mas não era nada capaz de me fazer prejuízo...

Vibro cada vez mais forte mesmo sob a dor da corrente arrebento à porta... E sigo... A medida que corro pelo corredor, vou desviando das diversas correntes elétricas que surgem no caminho... Algumas passam pelo meu corpo causando dores...

Eles pareciam realmente entender como lutar contra alguém que usava a Força de Aceleração... Mas eu iria mostrar a eles que eu não era um reles mortal...

Atravesso o corredor e explodo à porta no final... Uma mulher aparece erguendo uma arma grande... Ela armazenava uma grande energia... Assim que me vê ela dispara a arma... Me movimento em velocidade máxima... Passo pela energia disparada pela arma... Observo que era uma espécie de energia da força aceleração... Mas parecia corrompida... Desvio e passando pela mulher estendo a minha mão procurando lhe atingir a face... imaginei que sofreria maior resistência, mas ela era apenas uma mortal... Sua cabeça se desprende do seu corpo e quando paro de correr a sua cabeça com uma parte de seus ossos voam em minha direção... Enquanto vejo a energia atingir a passagem do corredor e fazer todo o local queimar...

Alem de roubar a minha força... Eles a corrompem...

Pego a cabeça da mulher do ar... Iria mostra a eles o que aconteceria a eles...

Avanço pelo corredor e sinto o local começar a ficar mais frio...

Até que chego a entrada de uma sala, o frio dentro dela era maior... Assim que piso no chão, sinto que o mesmo era ruim para correr...

Acha que gelo pode me parar ?

Do outro lado da sala vejo uma mulher de cabelos azulados surgir... Em suas mãos energias azuis atingiam o chão... Era de lá p gelo...

Ao me ver ela logo volta os olhos para o objeto em minhas mãos... E vejo o desespero em seus olhos...

Meu Deus.... Iris... Desgraçado, o que vc fez a ela... Eu vou matar vc!

Ela dispara um raio de gelo em minha direção... Corro para poder sair da frente e ir atingir ela... Mas o chão congelado se mostra uma dificuldade e não consigo controlar a direção e término atingindo o raio com o pulso... Meu braço de doi com o frio extremo...

Isso é apenas uma mostra do que farei com todos vocês...

Ela ergue novamente os braços para lançar seus raios congelantes... Vibro rapidamente de forma a quebrar a fina camada de gelo no chão...

Eu não sei o que vc está fazendo aqui... Mas vai pagar por matar Joe e Iris... Se o Flash estivesse aqui, vc já estaria preso...

Ao ouvir falar do Flash, vibro ainda mais forte e corro a volta do local... Ela tenta lançar os raios em mim, mas não consegue me alcançar...

Paro as costas dela e falo...

Eu vou matar todos os velocistas... E vou buscar o Flash, onde quer que ele tenha se escondido...

Ela gira assustada, mas toco em seus corpo e uso minha força e velocidade para sacudir o seu corpo em ultra velocidade... Sinto minhas mãos queimarem com o frio, mas iria valer a pena, logo seu corpo começa a esquentar devido o atrito e seu corpo se quebrar...

Ouço seus gritos e ossos partindo... Quando paro, seu corpo não passa de um naco de carne morta ensangüentada...

Olho a volta, vejo uma câmera no canto... Me aproximo dela e mostro os corpos...

Veja Vibro... Essas eram suas companheiras... Apareça e venha vinga-las... Ou vou caçar vc...

Uma porta se abre na sala... Vejo isso como um convite e corro com os corpos na mão... As portas vão se abrindo... Até que vejo que estou em uma sala circular... Ao fundo vejo diversas telas das maquinas mortais e uniformes do Flash... Um deles em particular chama a minha atenção, sentia a força de aceleração no mesmo... Logo uma vibração distorce o centro da sala e um homem surge de uma fenda...

Esse é seu futuro...

Estendo os corpos para ele ver... Vejo a raiva surgir em seus olhos... Jogo os corpos na sala...

Vc vai pagar por isso... Eu vou vingar a morte delas...

Ele ergue as mãos em minha direção... Eu corro para o lado, de forma me esquivar e avanço em sua direção... Mas ao me aproximar, uma forte vibração me impede de encostar nele...

Corro a volta dele e vejo que todo seu corpo está rodeado dessa vibração... Ele lança novamente a vibração em mim, fazendo meu corpo vibrar em frequencia inversa a esse mundo...

Eu vou explodir o seu corpo...

Sinto minha energia se dissipando... Corro e tento mais uma vez alcançar ele, mas sou repelido pela vibração que envolve o seu corpo...

Preciso descobrir uma forma de passar por essa vibração a sua volta

Corro na minha velocidade maxima... Vejo ele disparando diversas rajadas contra mim, mas elas eram lentas... Rodeio o seu corpo, buscando alguma brecha... Após alguns golpes, vejo que ele dispara suas rajadas com apenas um braço, mesmo quando estou na posição oposta...

Me aproximo até o lado do braço que ele mantem parado, e vejo que acoplado em sua roupa, é do bracelete que emana a vibração do seu corpo... Iria ter que suportar o seu ataque para poder vibrar igual ao seu campo...

Paro de me movimentar ao seu lado... Começo a vibrar de forma a igualar a minha frequencia ao seu campo... Ele lança a sua rajada em mim, fazendo todo meu corpo doer com a vibração... Mas logo consigo romper a sua barreira e seguro o seu braço...

Aplico um golpe contra o seu braço, usando minha mão em vibração rapida e com um pouco de dificuldade consigo corta-lo...

Ouço seus gritos... Ele tenta para o sangramento... Rasteja para o canto... O Rodeio, deixando ele perceber que chegou a sua hora de morrer...

Vou aplicando socos em todo o seu corpo, mas não uso de toda a minha força, para poder prolongar seu gritos... Seguro seu corpo e o levo pelo laboratorio, procurando o local de teste de velocidade de Flash...

Assim que chego ao anel de corrida... Corro em velocidade da luz com ele preso a mim... Iria sustentar a velocidade e então iria parar e deixaria o seu corpo solto para que ele se tornasse um projetil que iria voar eternamente naquele anel...

Veremos até quando vc existirá

Vou até a sala novamente e observo os trajes... Toco no sinalizador para Drº Silvana entrar em contato e ouço a sua voz...

Hora hora... Parece que vc estava aqui a pouco tempo... Já está com o traje ?

Abro o compartimento do traje que me chamou a atenção, devido a presença da força de aceleração...

Sim...

Saio do laboratorio e vou em direção a estação de Drº Silvana... Assim que chego, vejo o mesmo ainda olhando para a tela e falando no comunicador comigo...

Oh... Sim... Já está aqui... Hora, vejo que realmente as coisas lá foram agitadas...

Ele pega o traje em minha mão e o examina... Seus longo dedos percorrem o traje... E ele sorri...

Sim, posso ver que é realmente esse o traje correto... Dê-me algum tempo... Vou precisar examina-lo e torna-lo algo para vc usar...

Vejo que era inutil esperar... Saio do laboratorio e vou até o local onde residia no laboratorio de Silvana... Dias se passam, sem resposta do Doutor, até que em meio as minhas corridas, ele me contacta novamente...

Ao chegar a sua sala, vejo em uma compartimento um Traje negro, mas claramente mais demoniaco...

Eu tive a ousadia de fazer algumas mudanças... Espero que não se importe... Mas já igualei a sua frequencia ao traje... Levará um tempo até vc e o traje estarem em perfeita sincronia, mas apenas de usa-lo, sentirá sua velocidade aumentar...

Ele aperta um botão e o vidro se abre... Me aproximo e toco no traje... Sabia que o mortal não me entregava nada de graça... Sabia que logo ele iria cobrar seus favores... Ele tinha inimigos que ele queria que morressem...

Visto o traje, e assim que ele se adapta ao meu corpo... Vejo meus relampagos mudarem de cor... Era como se o proprio sangue dos velocistas que morreram em minhas mãos me rodeassem... Sinto uma onda de energia e prazer correr pelo meu corpo... Corro de volta ao anel em que treinava... E corro, sentia a minha velocidade aumentar... Estava cada vez mais proximo do meu apice...

Logo farei todos os velocistas pagarem... Terei seu sangue correndo em meus relâmpagos...

Em sua sala, Drº Silvana observa os novos testes do Relampago Negro... Com seus longos dedos, ele aperta um outro botão, e um pequeno compartimento se abre em sua bancada... Exibindo um frasco com uma grande quantidade de energia correndo por dentro...

Ora ora... Agora ficará mais facil coletar a energia da Força de Aceleração...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 445
Data de inscrição : 06/05/2016

MensagemAssunto: Re: Relâmpago Negro - As vibrações da morte   Qui Jan 18, 2018 11:21 pm

Avaliação:
 
Esta é da verdadeira definição de uma novel, dinâmica e ao mesmo tempo bem trabalhada. Você foi direto ao ponto, mas sem negligenciar detalhes. Deu pra ver o quão vilanesco o Relâmpago Negro é, e essa história foi tão boa que poderia ser não apenas uma novel, mas uma introdução para uma saga entre Flash VS Relâmpago. Muito bom.
 
 
Premiação:
 
9 Xps
9 Pontos temporários de Sabedoria.
Instrumento – Traje de Aceleração. 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Relâmpago Negro - As vibrações da morte   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Relâmpago Negro - As vibrações da morte
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Leilão relâmpago
» Gavião Negro terá origem contada em Arrow e The Flash
» BURACO DA MORTE (LARGADO E PELADO)minecraft
» Left 4 Dead 2: Centro da Morte #2 RUAS (GAMEPLAY EM PT-BR)
» Bug morte na sala afk

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Paladinos da Justiça :: Jogos :: Novel-
Ir para: