Aqui se morre herói, ou se vive tempo o bastante para se tornar vilão.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 A Ascensão de Atlântida

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
Tony.Doomsday

avatar

Mensagens : 12
Data de inscrição : 06/11/2017

MensagemAssunto: Re: A Ascensão de Atlântida   Ter Jan 09, 2018 6:45 pm

As feras rugem diante do grupo e logo começam a avançar pelo campo para atacar suas presas...

Uma delas se aproxima de River, se colocando ao lado da outra Fera e desfere um mordida...

Aligator 2A Ataca: Destreza + Briga (Dif: 6) = 4 sucessos
Ária defende: Destreza (4x5)+ Briga (3) + 3D =  18 Sucessos

O Lanterna Verde vê a criatura chegando do seu lado, não havia muito o que fazer além de cerrar os dentes, mas logo uma sombra o cobre...

A Thanagariana havia se colocado entre os dois e havia impedido as presas da criatura de se fecharem sobre River...

Mas as outras criaturas ainda estavam desejando sangue... Ária vê uma das criaturas tentando atacar as Atlantis.

Aligator 2B Ataca: Destreza + Briga (Dif: 6) = 1 sucesso
Ária defende: Destreza (4x5)+ Briga (3) = 7 Sucessos

Scylla já havia clamado a sua rainha que a protegeria, e assim que a Fera abre as presas para lhe morder, a Atlante cerra o punho para impedir, mas uma sombra se coloca a frente e habilmente defende a Atlante.

Outra fera corre pelo campo de encontro a Delirium... Se colocando ao lado daquela Fera que havia atacado a Eterna antes...

Delirium parecia absorta do que acontecia a sua volta, com duas feras a sua frente, ela não esboça preocupação... Pois assim que as feras abrem as presas para testar a brevidade da vida da Eterna... Duas asas enormes se colocam a frente...

Aligator 2C Ataca: Destreza + Briga (Dif: 6) = 5 sucessos
Ária defende: Destreza (4x5)+ Briga (3) = 21 Sucessos
Aligator 2D Ataca: Destreza + Briga (Dif: 6) = 6 sucessos
Ária defende: Destreza (4x5)+ Briga (3) = 18 Sucessos

A thanagariana já havia enfrentado ameaças muito mais preocupates que aquelas feras... Se defender delas era simples demais... Seus movimentos eram previsiveis, e lentos demais para demonstrarem ameaça para suas capacidades militares... 

Mas seus numeros ainda eram numerosos e a guerreira não podia defender todos aqueles que lutavam ao seu lado para sempre... Então Aria olha para o céu e emite o chamado... Logo ouve o grito de Najara do alto... A grande Aguia sempre atenderia ao chamado da sua companheira... E logo uma Sombra surge no céu estendendo as asas sobre todos...

Os Soldados haviam percebido que Aria era uma grande ameaça, visto a facilidade com que ela aniquilou um dos soldados e uma das feras com grande facilidade... Então com seus tridentes em punho, correm em sua direção, ignorando o companheiro que não se movia por algum motivo...

Soldado 3 Ataca: Destreza + Arma Branca (Dif: 6) = 2 sucessos
Ária defende: Destreza (4x5)+ Briga (3) = 13 Sucessos
Soldado 4 Ataca: Destreza + Arma Branca (Dif: 6) = 5 sucessos
Ária defende: Destreza (4x5)+ Briga (3) = 22 Sucessos

Aria vê os soldados atacando com o tridente, mas pareciam que seus treinamentos eram  duvidos, pois a Thanagariana detem os ataquem com seus braços com uma facilidade que impressiona os soldados...

Scylla fala a sua rainha para ela se concentrar em atacar as feras e os soldados, mas Mera fala...

Scylla... Sei que me servirá sempre... Mas se eu deixar vc morrer tambem... Irei me sentar no trono sem companheiros ? Já perdi Arthur, não posso perder mais ninguem...

A bruxa do mar, observa que a Thanagariana fora mais rapida,  e mesmo que ela não houvesse pedido ajuda, a guerreira alada interceptou todos os ataques... Ao ver a abertura criada por Scylla e a Thanagariana, Mera percebe que é a sua oportunidade de demonstrar que ela não é apenas a esposa de um Rei... E sim a Rainha de direito...

A Atlante aplica um chute na fera que tentara atacar sua companheira e um soco contra a fera ao lado.

Mera Ataca: Destreza + Briga (Dif: 6) = 2 sucessos
Aligator 2A defende: Sem ação
Mera Dano: Força = 3 Sucessos
Aligator 2A: Absorção = Nenhum Sucesso
Mera Ataca: Destreza + Briga (Dif: 6) = 5 sucessos
Aligator 1C defende: Destreza + Briga = 3 Sucessos
Mera Dano: Força = 7 Sucessos


O Primeiro chute passa muito alto, porém, como a fera ainda estava retornando da investida, não tem chances de fechar as presas e recebe o golpe da Atlante... Logo o outro soco de Mera contra a outra fera explode em seu couro a fazendo rugir de dor e cair morta...

River percebe que lutavam contra varios oponentes, e ao ver a garota ser atacada, resolve coloca-la em segurança... O Lanterna faz uma esfera surgir do anel e englobar a garota e com extrema facilidade a coloca em cima do galpão do qual sairam...

Mas então assim que a Atlante está em segurança... A esfera se torna um enorme martelo esmeralda... E o Pratulheiro Galatico demonstra a força que carrega o anel...

River Ataca: FdV (5) + Anel (5) (Dif: 6) = 6 sucessos
Aligator 1B defende: 1 Sucesso


O Martelo esmeralda desce com grande força esmagando a fera no chão... Assim que ergue o martelo, River percebe que pouco sobrou da criatura para demonstrar risco algum...

A Eterna havia visto as feras quase lhe ceifarem a breve vida... Mas aquela que ela havia pedido para ser sua amiga havia protegido ela... E logo uma luz esmeralda rodeia o seu corpo e ela voa pelo ceu até pousar no telhado... Era alto dali, e Oasis podia ver todo o campo a frente... Mas sabia que agora, as feras não podiam alcança-la...

Mantendo a todo instante sua bela voz... Oasis articula suas cordas vocais e faz sua voz ressoar proximo as atlantes as questionando sobre um lider entre os soldados... Mera olha aturdida para o lado, estranhando ouvir a voz da garota ao seu lado... Mas a mesma estava distante...

Mera olha a garota e entendo a sua pergunta lhe respondende apontando para os soldados...

Oasis percebe que Mera recebera a sua mensagem e lhe respondia algo... Apontando para os soldados...

Oasis Interpreta: Raciocinio (2) + Linguistica (1) = 2 Sucessos

A Eterna demora um pouco para decifrar as palavras, mas pelo que captou, a sereia falava que não havia lideres... Ou que ele não estava presente entre os soldados... Só resta a cantora sustentar o seu canto...

A fera distorcida parecia não compreender que suas companheiras morreram e avança contra a Thanagariana para provar novamente seu sangue...

Aligator 1D Ataca: Destreza + Briga (Dif: 6) = 3 sucessos
Ária defende: Destreza (4x5)+ Briga (3) = 2 Sucessos
Aligátor 1D Dano: Força = 4 Sucessos.


Voar pelo campo de batalha defendendo todos os aliados era complicado, Ária sempre batalhou sozinha, atenta a todos os inimigos, mas se preocupar com outros, cobra um preço de Ária quando a Fera salta para lhe morder e o giro de seu braço sai errado e a Fera morde seu abdômen, fazendo mais sangue verter da Guerreira Alada.

Os soldados olham para o lado, buscando apoio do companheiro inerte... Ao ver que as feras estavam em sua grande parte mortas começam a olhar a volta procurando formas de lidar com a situação... As feras cercavam Ária e pareciam sedentas em devora-la...

Iniciativa
Aria: Raciocinio + Prontidão+ 1D: 16
Mera: Raciocinio + Prontidão+ 1D: 15
River: Raciocinio + Prontidão+ 1D: 14
Soldados: Raciocinio + Prontidão+ 1D: 12
Aligators 2: Raciocinio + Prontidão+ 1D: 10
Scylla: Raciocinio + Prontidão+ 1D: 10
Delirium: Raciocinio + Prontidão+ 1D: 10
Aligators 1: Raciocinio + Prontidão+ 1D: 8


[spoiler="STATUS:"]

River: PV (9) Energia (3) FdV (5)
Oasis: PV (6) Energia (5) FdV (5)
Aria: PV (44) Energia (3) FdV (4)
Scylla: PV (5) Energia (5) FdV (5)
Mera: PV (?) Energia (-1)

Soldados: 1  PV (Morto); 2  PV (?) (Transe); 3  PV (?); 4  PV (?)

Aligators 1: A  PV (Morto); B  PV (Morto); C  PV (Morto); D  PV (-3)
Aligators 2: A  PV (-17); B  PV (-2); C  PV (-3); D PV (-3)



“Panorama”:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
River Lynch

avatar

Mensagens : 14
Data de inscrição : 16/01/2017

MensagemAssunto: Re: A Ascensão de Atlântida   Ter Jan 09, 2018 9:53 pm

Coloquei Delírum em segurança no telhado daquele galpão, de um modo que ela poderia usar sua habilidade sem correr nenhum risco. Eu queria colocar Scylla também, mas acho que ela jamais iria querer sair do lado de sua rainha. Conheço esse tipo de lealdade, então só me resta aceitar e fazer o que eu puder para ajudá-la.
 
- Concentre-se nos soldados, deixe as feras comigo e com Ária. – Digo a ruiva.
 
Meu construtor é perfeito, esmagando mais um daqueles perigosos aligators, porém, havia muitos deles, mais do que eu gostaria. Acho que a Thanagariana e eu podemos dar conta deles, mas teremos que ser bastante precisos.
 
- Ária, Rainha Mera. Ataquem os Aligators junto a mim. Scylla, cuide de um dos soldados, será que a águia pode cuidar do outro? Vamos definir essa luta, ao meu comando! – Digo a todas.
 
Iria subir aos céus, bem alto, e criar uma lança gigante ao redor do meu corpo, para em seguida, descer com enorme velocidade e perfurar as costas do Aligator 1D. Em seguida, transformaria o construtos em uma lâmina gigante e tentaria partir o Aligator 2C ao meio.
 
Off: Gasto 1 de energia para os dois ataques e 2 de FdV para aumentar a potência de cada ataque. 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
art020

avatar

Mensagens : 13
Data de inscrição : 14/10/2017

MensagemAssunto: Re: A Ascensão de Atlântida   Sex Jan 12, 2018 2:41 pm

Descido saltar na frente de cada um dos ataques, era melhor eu segurar as coisas, faria isso se necessário, essas criaturas não são grande coisa, eu daria cobertura quando preciso assim cada um poderia fazer o que quiser, minha defesa não acaba sendo perfeita, e acabo sendo ferida, mas mesmo assim é melhor do que qualquer uma dessas criaturas pode fazer para me atingir, vão ter que malhar muito pra tentar sair na briga comigo, se bem que;



Passo um dedo no meu ferimento, e digo com um olhar arrogante para cada um;




-Só isso? Voltem pra casa sejam algo mais útil crianças;



Ergo levemente minha cabeça para ver Nazara, peço para pegar um dos soldados, leva-lo aos céus e soltar ele de lá, logo depois com minha massa e com um movimento para a direita acerto aligátor 1D a minha direita e com um segundo movimento para a esquerda acerto o aligátor 2D e abro minhas asas;



-Erguerei pilhas com seus corpos, e observarei serem devorados pedaço por pedaço pelos abutres.



Estava começando a me irritar um pouco, não é incomum para nós caçar raças impertinentes até a extinção, dava para sentir meu sangue ferver, mas essa não era a hora nem o lugar, mas seria bom eles sumirem desse planeta, seja fugindo de medo ou sendo mortos.



Off: Pedir para Nazara agarrar soldado 3 e soltar ele da altura das nuvens, enquanto eu ataco aligátor 1D e 2D ambos com um golpe de massa na parte de traz do pescoço deles, gastar 1 ponto de energia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Meiriel

avatar

Mensagens : 11
Data de inscrição : 09/10/2017

MensagemAssunto: Re: A Ascensão de Atlântida   Dom Jan 14, 2018 10:25 am

Estava pronta pra defender a rainha mas Aria chegou antes e protegeu a tds nós. Em seguida Mera me diz algo que me deixa um pouco emocionada. Meus olhos marejam um pouco.
 
- A senhora tem razão...
 
Ouço o que o lanterna verde fala, um ataque estava sendo coordenado pelo grupo, então preparo o meu tridente e invoco a força dos ventos.
 
Off: Rajada de vento no soldado 3.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Delirium

avatar

Mensagens : 17
Data de inscrição : 10/10/2017

MensagemAssunto: Re: A Ascensão de Atlântida   Qua Jan 24, 2018 5:49 pm

O Lanterna me coloca em segurança, no meio daqueles soldados inimigos não havia nenhum lider, eram só capangas, o que mesmo colocava medo em crocodilos? AH não sei, mas vou tentar algo novo.

Usando minha ilusão crio a crio a imagem de uma outra aguia em homenagem a minha amiga, apenas para desconcentrar os inimigos chamando a atenção e assim facilitando o ataque coordenado.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tony.Doomsday

avatar

Mensagens : 12
Data de inscrição : 06/11/2017

MensagemAssunto: Re: A Ascensão de Atlântida   Sex Fev 02, 2018 12:17 pm

A Thanagariana sabia que a sua capacidade belica era muito superior a dos inimigos... E ao tocar no ferimento, desdenha da incapacidade deles de lhe causar temor...
Logo a sombra das enormes asas no céu cobrem o campo... Aria emite um som... Os soldados se olham confusos, sem entender... Mas então era tarde demais...

Najara Agarra: Destreza + Briga (Dif 6 ) = 9 Sucessos 
Soldado 3: Percepção + Prontidão (Dif 6) = 4 Sucessos
Soldado 3 defende: Destreza + Briga (Dif 7) = 7 Sucessos

Ao ouvir o grito vindo das costas, o Soldado se vira a tempo de ver as enormes garras de Najara vindo em sua direção... Mas mesmo colocando com dificuldade o tridente a frente... O mesmo é agarrado pela águia e levado aos céus...

Aria vê o terror no olhar do soldado ao ser levado... Mas então apertando a sua maça em sua mão... Desfere dois poderosos golpes contra os Aligators...

Aria Ataca: Destreza (4x5) + Arma Branca (5) (Dif 6) = 8 Sucessos

Aligator 1D: Sem ação
Aria Dano: Força (4x5) + 8 (Dif 6) = 13 Sucessos

Aria Ataca: Destreza (4x5) + Arma Branca (5) (Dif 6) = 12 Sucessos

Aligator 2D Esquiva: Destreza + Esquiva (Dif 6) = 6 Sucessos
Aria Dano: Força (4x5) + 8 (Dif 6) = 33 Sucessos
Aligator 2D: Absorção (Dif 6) = 2 Sucessos 

A força da Guerreira era deslumbrante... O primeiro Aligator investe contra Aria, disposto a morde-la... Mas a Guerreira era muito mais ágil e basta um único movimento para golpear o corpo da fera e a faze-la ser lançada longe... Ao se virar para a esquerda... Aria vê outra das feras... Ao brandir a maça no ar, a fera tenta mover o corpo para evitar o ataque... Mas era impossível para ela competir contra a Thanagariana em combate... O golpe da guerreira ressoa a volta... Causando uma cratera no chão enterrando o corpo do aligator a metros no chão... Mesmo sua pele grossa fora incapaz de conter o golpe...

A Rainha ouve as palavras do portador do anel da vontade e reconhece a estrategia... Logo Mera desfere um chute contra o Aligator a frente, que tenta movimentar o corpo para sair do alcance.

Mera Ataca: Destreza + Briga (Dif 6) = 9 Sucessos
Aligator 2B Esquiva: Destreza + Briga = 2 Sucessos
Mera Dano: Sucessos 5 Sucessos
Aligator 2B: Absorção = 2 Sucessos

A chute atinge a lateral do corpo da criatura, mesmo a grossa placa de couro não suportou a força Atlante da Rainha, fazendo a criatura cair para o lado desacordada...

O Lanterna havia percebido que a situação era complicada se todos agissem sem coordenação... E logo coloca a prova seu conhecimento de combate orientando a todos... Logo sobe aos céus e fazendo seu anel brilhar, um constructo verde se forma a sua volta e o soldado esmeraldo desce pelos céus... Visando um dos alvos, River percebe que a Thanagariana havia sido mais agil, e com um simples movimento, havia aniquilado a criatura... Então sobrava a River o seu outro alvo... Como um missel esmeralda, River voa na direção da criatura...

River Ataca: FdV (5) + Anel (5) + 3D = 10 Sucessos
Aligator 2C: Percepção + Prontidão: Nenhum Sucesso
Aligator 2C: Sem ação
Aligator 2C: Absorção = Nenhum Sucesso

A fera não havia visto o Lanterna vindo do céu e com isso nem esboça reação para se defender... Apenas recebendo o golpe em suas costas... Que atingi uma região desprotegida... Fazendo a fera balançar a cauda diante do ferimento causado...

O Soldado 2 balança a cabeça, tentando diante da situação parar de olhar para a garota que cantava...

Soldado 2: FdV = 2 Sucessos

Mas parecia imerso demais na voz da Eterna, incapaz de sair daquele transe...

Ao ver a guerreira a sua frente desferir dois poderosos golpes, o soldado atlante busca lhe atingir com o tridente, mirando na lateral do seu corpo...

Soldado 4 Ataca: Destreza + Arma Branca = 4 Sucessos
Aria Defende: Sem ação
Soldado 4 Dano: 4 Sucessos

A guerreira Thanagariana vê o soldado direcionar o tridente e lhe desferir uma estocada... A ponta do tridente perfura a sua costela, fazendo sangrar ainda mais...

A fera ruge diante da batalha que se intensificava... E vendo que sua presa se distanciava... Avança contra o Lanterna Verde procurando lhe morder...

Aligator 2A Ataca: Destreza + Briga = 4 Sucessos
River defende: Sem ação
Aligator 2A Dano: Força = 3 Sucessos

O Patrulheiro olhava o alvo a sua frente... Mas ao ouvir o rugido, não pode reagir... Ao se virar... A criatura lhe abocanha o dorso causando um ferimento bastante profundo... O Sangue escorria agora pelo corpo do patrulheiro em grande profusão...

A segunda fera se vê diante de dois alvos... E ao sentir o cheiro de sangue que exalava do patrulheiro avança contra o mesmo...

Aligator 2C Ataca: Destreza + Briga = 4 Sucessos
River defende: Sem ação
Aligator 2C Dano: Força = 2 Sucessos

O Aligator desfere um golpe com a cauda contra River... Atingindo a sua perna e causando uma dor... A visão do Patrulheiro começa a falhar... River tem um vislumbre de sua amada... Ele havia feito uma promessa de a encontrar...

A soldada Atlante via cada vez mais a força da sua Rainha... E faz seu tridente brilhar... Apontando para o soldado 3... Mas uma enorme sombra surge do céu... E retira o soldado da sua vista... Só resta a Atlante, abaixar o seu tridente, sem poder lançar seu poderoso furação...

A Eterna sabia que a posição dela era segura... Ao ver que entre os soldados, nenhum ali exercia liderança... Usa seu dominio da magia para criar uma aguia similar aquela que a sua amiga tinha...

Delirium Arcano: Primórdio (5) + Energia (5) = 9 Sucessos
Delirium Arte: Inteligencia (2) + Ciência (0) = 2 Sucessos

Moldando a trama da magia... Delirium criar uma enorme águia... Mas seu conhecimento sobre essas criaturas é muito pouco... E a aguia sai estranha, a eterna já tinha visto seu tio é primo moldar as realidades antes tão facilmente e as criações que sua mae fazia então... Essas eram magníficas... Mas mesmo não sendo perfeita a águia faz o soldado no chão olhar para ela... Temendo outro ataque repentino... Mas ele mantém a guarda e olhando a Guerreira a sua frente...

O grupo percebe que apesar de estarem se mantendo na pressão e derrotando varias inimigos... Algumas aberturas permitiram que alguns de seus membros fossem alvos de sérios ataques...

Iniciativa
River: Raciocínio + Prontidão + 1D10 (Cool = 14
Najara: Raciocínio + Prontidão + 1D10 (6) = 10
Aria: Raciocínio + Prontidão + 1D10 (3) = 10
Scylla: Raciocínio + Prontidão + 1D10 (2) = 9
Oasis: Raciocínio + Prontidão + 1D10 (2) = 6
Soldados: Raciocínio + Prontidão + 1D10 = 6
Aligators 2: Raciocínio + Prontidão + 1D10 = 5


[color=#000000]Status:
 



Mapa:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
art020

avatar

Mensagens : 13
Data de inscrição : 14/10/2017

MensagemAssunto: Re: A Ascensão de Atlântida   Sex Fev 02, 2018 7:36 pm

Eles resolvem me desafiar, e eu ainda me dou o trabalho de responder, querem briga, péssima ideia, pois agora terão, enquanto Nazara descia, pega e leva um dos soldados, eu ataco os dois aligátores que se posicionam contra min, o primeiro sai ferido e o outro sofre uma pancada que toda sua raça sentira toda vez eu olhar um pássaro;



-Nesse ritmo, não sobrará nem carne para os abutres. - Digo com a massa sobre a paçoca que havia virado o aligátor logo após o golpe.



Ainda temos muito o que fazer, essa ltua podia estar perto do fim, mas eram apenas um grupo de um grande exercito, sera terminar aqui e bater em retirada para o farol, por que os humanos não pulverizam logo com suas armas nucleares essas criaturas!?



De qualquer forma, concentração, se eles não tem coragem de extirpar essa raça da face desse planeta, Nazara e eu temos.



Off: Bater na lateral do aligátor 2A, Nazara leva o cara pras nuvens e joga ele de lá.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Meiriel

avatar

Mensagens : 11
Data de inscrição : 09/10/2017

MensagemAssunto: Re: A Ascensão de Atlântida   Dom Fev 04, 2018 10:07 am

Merda eu não conseguia atingir ninguém, estava td atrapalhada. Isso era uma vergonha na frente da rainha. Seguro o tridente com mais firmeza e olho com raiva para o crocodilo com que a rainha lutava.
 
- Vcs vão voltar pro fundo do mar, só que agora em pedaços!
 
Aponto meu tridente pra ele e lanço um furacão na direção do bicho.
 
Off: 1 ponto de fv pro dano.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Delirium

avatar

Mensagens : 17
Data de inscrição : 10/10/2017

MensagemAssunto: Re: A Ascensão de Atlântida   Qua Fev 07, 2018 9:34 pm

Ebaaa deu certo, penso feliz. Agora faço a minha aguia ameaçar o soldado 4 na tentativa de fazer ele perder o seu momento e não nos atacar.


"Mortuus ficaria tão feliz... ah se ele estivesse aqui já tinha acabado, mas eu tenho que me esforçar para fazer o melhor e ser forte"

Vejo que está acabando as criaturas, depois iriamos para o Farol, Stella sempre falando em enigmas, que coisa chata isso, mas quando vejo a solução em sua maioria era simples.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
River Lynch

avatar

Mensagens : 14
Data de inscrição : 16/01/2017

MensagemAssunto: Re: A Ascensão de Atlântida   Sab Fev 10, 2018 12:49 am

O grupo ainda não possuía o entrosamento necessário, havíamos acabado de nos conhecer e agora éramos forçados a agir juntos para proteger essas pessoas. Minhas ordens não são executadas como eu esperava, de modo que os inimigos encontram brechas para nos atacar. Acabo bastante ferido.
 
“Se eu estivesse lutando sozinho, já teria resolvido a situação. Mas tenho que pensar no grupo e não posso usar todas as minhas táticas senão posso acabar colocando-os em risco...”, penso.  
 
Eu já estava cansado disso, se não puséssemos um fim nessa luta agora, iria tomar providências mais drásticas. Por enquanto eu me seguro, seguro a energia esmeralda que emana do meu corpo e ataco dois aligátores.
 
- Morram. – Sussurro irritado.
 
Com um dedo, faço duas enormes estacas brotarem do chão por debaixo dos aligátores 2B e 2C.  
 
Off:  1 de energia e 2 de fdv para cada golpe. 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tony.Doomsday

avatar

Mensagens : 12
Data de inscrição : 06/11/2017

MensagemAssunto: Re: A Ascensão de Atlântida   Qua Fev 28, 2018 9:55 pm

O Lanterna Verde já havia participado de inumeras batalhas... Mas estava acostumado a resolver isso com os proprios punhos e sozinho... Saber que outros contavam com a sua liderança e proteção o faz abaixar a guarda, e agora o seu sangue fluia...

O Anel brilha mais forte com o desejo de River de resolver aquilo... Então duas estavas se projetam do solo... Atingindo os Aligartors...

River Ataca: FdV (5) + Anel (5) + 3D = 8 Sucessos
Aligator 2B: Sem Ação
Aligator 2B: Absorção = 1 Sucesso

River Ataca: FdV (5) + Anel (5) + 3D = 10 Sucessos
Aligator 2C: Sem ação
Aligator 2C: Absorção = Nenhum sucesso

Uma das estacas surge longe de River, atingindo o Aligator a frente das Atlantes, o grosso couro da criatura resiste o impacto, mas era nitido que a criatura estava bastante ferida... A outra estaca surge a frente de River... Atingindo em cheio o Aligator a sua frente e o lancando para o alto... Assim que a criatura cai no chão, River percebe que ela não era mais uma ameaça iminente...

A guerreira Thanagariana sabia que aqueles soldados e feras não eram criaturas fortes o bastante para desafia-las... Deviam levar o credito, muitos já correram ao ver a poderosa maça ser balançada... Apenas um bater de asas leva Aria para o lado do Aligator que atacara o Lanterna Verde, a criatura expoem suas presas ao ver a aproximação da Thanagariana...

Aria Ataca: Destreza (4x5) + Arma Branca (5) (Dif 6) = 23 Sucessos
Aligator 2A: Sem ação
Aria Dano: Força (4x5) + 8 (Dif 6) = 33 Sucessos

O golpe novamente ressoa no local... A maça se enterra no aligator, fazendo ele afundar no chão... Assim que a poeira abaixa, não ha muito do Aligator para ser uma ameaça...

Logo um grito é ouvido vindo do alto... A Thanagariana não precisa olhar... Ela sabe o que a sua preciosa companheira acabara de fazer...

Soldado 3 Cai - 8D = 5 Sucessos

Ao seu lado, o soldado se choca contra o chão, permanecendo caido gemendo de dor... Najara havia deixado uma presa a sua frente... Pronta a ser abatida...

Scylla percebe que lutar ao lado da sua rainha era mais estressante que encarar os monstros das profundezas do abismo... Mas a Bruxa do Mar, firma o seu tridente... Logo runas atlantes surgem brilhando no mesmo e ao direcionar o Tridente para a Aligator a sua frente... Um enorme furacão se forma a sua ponta e avança contra o inimigo...

Scylla ataca Furacão - Energia (5) + Tridente (3) + 3D - 8 Sucessos
Aligator 2B: Sem Ação
Aligator 2B Absorção: Nenhum Sucesso

O furacão atinge o Aligator e faz o seu corpo voar para longe enquantos os fortes ventos destroçam o seu corpo...

Mera sorri ao ver o feito da sua aliada e fala...

Ual... Realmente sabe manejar os tridentes atlantes... Mas não posso ficar para tras...

Oasis estava triste por não ter Morttus ao seu lado... E sua prima havia lhe falado de forma estranha novamente... Ela sabia que o farol era importante, mas... Ainda não havia entendido tudo o que precisava fazer... O grupo parecia estar eliminando bem as criaturas, apenas que o soldado esmeralda estava bastante ferido...

Logo a eterna conduz a sua águia para voar de encontro ao Soldado 4...

Soldado 4: Percepção + Empatia: Nenhum Sucesso

O Soldado vê a águia batendo asas em sua direção... Ele ergue o tridente para se proteger... Mas ela não o ataca... Ele fica acompanhando o seu voo no ar...

Ao ver que a criatura que lutava havia sido derrotada... Mera avança de encontro ao soldado 4 e lhe ataca com um soco...

Vai pagar com a vida por está lutando soldado... Isso é traição...

O Soldado estava atônito, sem saber se olhava para a águia a sua frente ou para a outra que voava no ceu no alto... Ao ver a Rainha Mera vir em sua direção ergue o tridente para se defender mas era tarde demais...

Mera Ataca: Destreza + Briga (Dif 6) = 5 Sucessos
Soldado 4: Sem ação
Mera Dano: 6 Sucessos

O ataque atinge a face do soldado... Fazendo o seu capacete ser jogado no chão...

Ao longe o Soldado que estava em transe com a voz da Eterna, desperta do transe e percebe o perigo que estão e avança contra a Thanagariana, ele via o resto da criatura atlante a frente dela e avança contra a guerreira...

Soldado 2 Ataca: Destreza + Arma Branca = Nenhum Sucesso

Talvez ele estivesse com medo demais para realmente lutar... Apenas a lealdade o obrigava a lutar, ao correr para desferir a estocada com o tridente, o Atlante erra a posição do golpe e Aria vê o tridente passar a sua frente... Sem nenhuma ameaça de lhe atingir...


Iniciativa:
 


Status:
 



Batalha:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
art020

avatar

Mensagens : 13
Data de inscrição : 14/10/2017

MensagemAssunto: Re: A Ascensão de Atlântida   Sex Mar 02, 2018 1:54 pm

Pancada após pancada cada uma das vozes do enorme grupo que veio se cala, mas ainda restavam os derradeiros não era hora para demoras e erros, eles não eram nada, mas gastei energia demais, teria problemas nesse ritmo, penso enquanto esmago o crocodilo, suspiro de cansaço  ajusto minha postura olhando de maneira altiva ao redor, Nazara havia feito parte do trabalho, mas estávamos apenas no começo;




-Não faltam muitos agora, d...- Algo me interrompe;



Um tridente passa por min, descuido meu e da equipe talvez, mas ele não parecia muito bem, hmpf;




-Volte para casa e seja um chefe de família- Digo de maneira seria.



Eu não sou melhor do que ninguém, mas era o ultimo alvo que se poderia errar ali, mas foi um erro tão patético que nem sei dizer se ele quer mesmo lutar, acabo dizendo pra ele desistir e ir ter outra vida, mais útil que morrer em vão por uma causa que não é sua.



Pena que o colega dele não tenha a mesma sorte, penso ao me virar para encarar o outro soldado próximo, ajusto minhas asas deixando um pouco recolhidas, e me aproximo de forma agressiva do infeliz;




-Desista ou morra, escolha. - Ordeno olhando ele nos olhos.



Nessa hora dou um assovio, era hora de Nazara se preparar novamente para mais um abate.



Off: Pancada com a massa na lateral do soldado 1, avisar Nazara para se preparar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Meiriel

avatar

Mensagens : 11
Data de inscrição : 09/10/2017

MensagemAssunto: Re: A Ascensão de Atlântida   Dom Mar 04, 2018 10:03 am

Até que enfim consigo entrar na batalha pena que só no final, mas antes tarde do que nunca. Meu tridente destrói um dos crocodilos gigantes e isso rende elogios da minha rainha. Sorrio pra ela e seguro minha arma de novo, apontando pro soldado que ela lutava.
 
- Obrigada rainha Mera, deixa eu ajudar a senhora.
 
De novo disparo um turbilhão na direção do soldado 4 pra acabar de uma vez por tds com aquela luta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Delirium

avatar

Mensagens : 17
Data de inscrição : 10/10/2017

MensagemAssunto: Re: A Ascensão de Atlântida   Qui Mar 15, 2018 11:24 pm

Estavamos acabando, eu vejo que a bruxa do mar lança mais um ataque.

"Ela é poderosa, será que vamos ser amigas também?" - penso enquanto analiso.

Vejo que o soldado tem chances de se defender, mas se defender do que não vê?

Uso minha magia para deixar o ataque dela invisivel, queria ver se conseguia enganar aquele soldado que ousou, atacar pobres mulheres indefesas, enquanto isso uso minha voz para explodir os timpanos daquele que controlava.


off: gasto fdv

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
River Lynch

avatar

Mensagens : 14
Data de inscrição : 16/01/2017

MensagemAssunto: Re: A Ascensão de Atlântida   Sex Mar 16, 2018 11:42 pm

A batalha encontra seu fim. Apesar de algumas falhas, aquele grupo que havia acabado de se conhecer, conseguiu dar conta dos soldados covardes e seus monstros que aterrorizavam as pessoas da superfície. Nada mais restava dos inimigos além de dois soldados feridos e dominados e alguns monstros em estado de desmaio.
 
- A opressão dos mares termina agora. O Lanterna chegou a cidade. – Digo aos dois soldados que restaram.
 
Deixo que o grupo dê cabo dos dois da maneira que preferirem e me aproximo da rainha.
 
- Bom trabalho a todos, mas como a senhora mesmo disse, precisamos chegar àquele farol antes que seja tarde. Não se preocupem com aquelas serpentes, podemos dar um jeito nisso. O que quer fazer agora, rainha Mera? – Pergunto.
 
Enquanto falo, crio plataformas com meu anel ao redor do inimigo. Iria empilhá-los e depois criar uma grande bolha para conduzir todos eles de volta ao mar, bem longe da praia. 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tony.Doomsday

avatar

Mensagens : 12
Data de inscrição : 06/11/2017

MensagemAssunto: Re: A Ascensão de Atlântida   Qua Mar 28, 2018 11:15 am

Após ouvir as palavras de sua Rainha, Scylla conseguia agora manter a mente em foco... Ela fora treinada em Atlantis... E esses eram traidores de sua Rainha e seu Rei...

Novamente as inscrições se acendem no tridente... A antiga magia Atlante fazia o Tridente brilhar... Logo os ventos giram a volta do mesmo e a Bruxa do Mar direciona para o soldado inimigo...

Scylla ataca Furacão - Energia (5) + Tridente (3) - 4 Sucessos
Soldado 4 se esquiva - Destreza + Esquiva = 3 sucessos

Devido o soldado está em lutar contra Mera, a Atlante tem um pouco de dificuldade de mirar... A fim de evitar atingir a sua Rainha, mas o tornado atinge ele no peito... O deixando bastante ferido... Ele olha a volta, sabe que sem as feras, suas forças não seriam bastante...

A Thanagariana sabia que o combate estava a seu favor... Mas ao ver a ponta da arma inimiga passar proximo a seu rosto... Percebe que mesmo em vantagem, ainda estavam descuidados... O assobio é respondido pela sua companheira... Logo a grande sombra de Najara passa pelo solo...

A Guerreira fecha as asas e caminha de encontro ao soldado que tentou lhe atingir... As suas palavras abalam o soldado... Mas talvez ele tivesse mais medo de recuar do que de morrer... Logo a guerreira balança a sua arma de forma a atingir a lateral do corpo do soldado...

Aria Ataca: Destreza (4x5) + Arma Branca (5) (Dif 6) = 8 Sucessos
Soldado 2 Esquiva: Destreza + Esquiva = 6 Sucessos
Aria Dano: Força (4x5) + 8 (Dif 6) = 28 Sucessos

O golpe saio levemente desajeitado... Talvez Aria tenha colocado mais força que precisão... O Atlante recuava quase que a tempo... Porem a maça lhe atinge o abdomem... Rasgando o traje que vestia e o lançando ao longe, formando uma poça de sangue a volta...

River observava que após alguns desencontros, aquele estranho grupo estava se tornando mais coeso... O numero de soldados logo cai e o patrulheiro intergalático decide deixar que as garotas resolvam aqueles que ainda permanecem de pé... Usando seu anel, logo começa a juntar os corpos caídos e reuni-los em uma redoma...

A rainha vê que o soldado a sua frente fora atingido pela sua fiel Atlante... Mera aproveita isso para desferir um chute contra o soldado...

Mera Ataca: Destreza + Briga (Dif 6) = 7 Sucessos
Soldado 4 Esquiva: Destreza + Esquiva = 3 Sucessos
Mera Dano: 5 Sucessos

Ainda cambaleando devido o tornado, o soldado atlante tenta sair da direção do golpe, mas calcula mal o tempo e é atingido com força na cabeça... Indo ao chão desmaiado...

Fique no chão soldado... Isso é uma ordem da sua Rainha

O ultimo soldado se ergue devido a queda... Ele olha para seus companheiros caídos ou mortos... Ele segura o tridente... Mesmo percebendo que estava em desvantagem total, se mantem firme... 

A Eterna via os sons e ouvia as cores da luta... A realidade era diferente pelo seus ponto de vista... E talvez tenha sido por isso que ao pensar em usar da sua manipulação da magia para fazer algo, o ataque da sereia já havia ocorrido... Mas a eterna tb não sabe dizer como que faria aquele feito de torcer as imagens para faze-las desaparecer... Delirium enchia os pulmões para cantar uma canção desagradável, mas necessária, mas a garota com asas de pássaro já havia derrubado o soldado que a contemplava...

Quando tudo parecia se voltar para o ultimo soldado de pé... Uma grande sombra desce dos céus... Najara havia marcado a sua presa... E sendo o unico alvo sobrando... A grande aguia desce com suas garras em riste...

Najara Ataca: Destreza + Briga (Dif 6 ) = 8 Sucessos 
Soldado 3: Sem Ação
Najara dano: Força (Dif 6) = 7 Sucessos

As garras da águia perfuram o corpo do soldado que nem ao menos havia tido tempo de se virar e pensar em alguma forma de escapar daquilo... Ao prender a sua presa em suas garras, Najara novamente alça voo a levando consigo e subindo aos céus...

Todos agora podem contemplar o campo vazio... Apenas o Lanterna recolhia os corpos dos feridos e mortos e os colocava na redoma os levando ao alto mar...

Apesar de vitoriosos, a batalha havia exigido bastante dos heróis... Eles sabiam que o tempo de repouso seria pouco, pois logo os Atlantes retornariam com mais reforços e não podiam ser encurralados sem poder avançar em seu destino... 

Precisavam agora pensar em uma estrategia para avançar pela cidade... Fosse por terra ou pelo ar... Mera se aproxima e fala...

Temos duas escolhas... Podemos avançar por terra... E encarar os soldados em solo ou podemos seguir com você dois, pelo alto, mas acredito que estaríamos mais vulneráveis... Não sei o quanto consegue lutar conosco em seus constructos... Mas seja o que formos fazer... Precisamos ir logo...

Mera se recolhe contemplando o chão com as manchas e marcas da batalha... Parecia ser duro para a Rainha Atlante, lutar contra seus iguais... Mesmo que sejam traidores...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
art020

avatar

Mensagens : 13
Data de inscrição : 14/10/2017

MensagemAssunto: Re: A Ascensão de Atlântida   Qua Mar 28, 2018 1:42 pm

A luta havia finalmente sido concluída, de fato  o desgraçado que acertei não teve muitas opções, oh que pena, penso olhando ao redor, não o resultado da batalha mas se nada mais se aproximava, olhava nos cantos, esquinas, telhados, portas e janelas, tínhamos uma pausa diminuta depois desse combate, hmpf combate, até onde sei dois lados tem que estar iguais para ser um combate, independente da nomenclatura, havíamos concluído o combate mas eu estava longe de estar calma, estava séria mas era claro que estava irritada por perder esse tempo com esses vermes, conheço uns oficiais que iriam adorar dar um tratamento especial nesses malditos da água, seu numero era grande, mas tudo bem, tratores empurraram seus corpos, malditos desgraçados, enquanto isso escuto nosso colega lanterna dizer bom trabalho, olho para ele recolhendo os corpos;



-Bom trabalho? Onde? Nessa luta que não fez mais que nos roubar tempo, energia e acabou com o fator surpresa, não fizemos mais do que nosso treinamento nos preparou, mas ainda não é bom trabalho, a cidade ainda está tomada e ainda não chegamos naquele maldito farol...



Coloco as mãos na cintura e solto um suspiro de cansaço e continuo;



-Mas como a vossa alteza disse não temos muitas opções, por terra encaramos os exércitos de frente e corremos o risco de ser superados facilmente pelo grande numero deles, por cima evitamos combate direto mas eles tem baterias anti aéreas, teremos que desviar dos tiros, fora que em ambos os casos ainda vamos ter lhe dar com aquelas duas lombrigas gigantes ali no farol...



Olho ao redor e continuo;



-Poderíamos ir conquistando território aos poucos por terra, mas se nosso colega  não tivesse gritado aos quatro cantos nossa presença, seria muito mais fácil, eles não tem nossa presença exata agora se nos deslocarmos, mas estarão muito mais alertas, teríamos que improvisar para usar o minimo de energia possível e estarmos prontos para o farol, mas de novo, um alerta deles e vão saltar em cima de nós com reforços, só lembrando que é zona quente veremos talvez muita gente morta ou pedindo ajuda, mas nosso único objeto é o farol, nada de parar para ajudar, e nem lutas desnecessárias...



-Pelo ar temos mais flexibilidade de movimento, mas seriamos alvos fáceis agora, não sei como não nos abateram antes, mas agora deve estar prontos para qualquer coisa, depois do tempo que passamos com esses vermes inúteis devem ter qualquer porcaria que sirva de bateria anti aérea, não sei qual o raio de alcance preciso das armas deles, mas não creio que só mais atitude resolva, se atiram de baixo da água essas armas tem que ter mais potencia e calcular a diferença de refração, seria um corredor polonês, mas seria mais rápido....



Olho para Scylla e Lanterna;



-Então vocês dois alguma saída para para chegarmos lá, ambos os caminhos vou matar mais desses malditos mesmo então para min tanto faz, chegando lá com a rainha e a garota o quanto antes melhor, se eu soubesse o raio de precisão das armas eu até iria voando, mas ir de furtiva talvez ainda seja possível, com sorte.



Aviso Nazara para ficar de olho, enquanto sigo andando até o galpão, chuto a cabeça do soldado 3 no caminho, chegando lá só fico parada de vigia, a espera de direções, olho para cima e vejo a garota em cima do galpão;



-Consegue ver algo dai de cima senhorita?- Pergunto para ela



Poderíamos ter uma boa equipe, mas essa seria uma missão um pouco agitada, cada vez mais que olho para esse lugar, mais quero que as forças de thanagar formem uma força militar capaz de impedir esse tipo de coisa através da galaxia, no fim das contas a verdadeira ordem sempre vem através da força.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Meiriel

avatar

Mensagens : 11
Data de inscrição : 09/10/2017

MensagemAssunto: Re: A Ascensão de Atlântida   Dom Abr 01, 2018 10:49 am

Me apoio no meu tridente quando a luta acaba. Sobrou só um soldado mas ele não faria mal a uma mosca do jeito que estava. Olho pra rainha pra ver se ela estava bem, então vejo o lanterna verde recolher os corpos e a mulher gavião fazer um inventário das nossas opções.
 
- Eu não sou mtu boa aqui na superfície, nem conheço essa cidade. Por mim a gente invadiria Atlântida logo e forçaria o exército a voltar pra tentar proteger o traidor. Acho que podemos encontrar lá soldados leais ao verdadeiro rei.
 
Olho pra rainha pra saber o que ela pensava. Não me importava mtu com a opinião dos outros. Uma palavra dela e eu obedeceria na hora.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Delirium

avatar

Mensagens : 17
Data de inscrição : 10/10/2017

MensagemAssunto: Re: A Ascensão de Atlântida   Dom Abr 15, 2018 12:22 am

Acabou, fico sentada olhando para o grupo... enquanto chamo minha águia ilusória.

_Gente.. posso tentar distrair os soldados, mas preciso mesmo ir até o farol... minha prima teve uma visão e quando isso acontece é serio...

Pelo ar, posso chamar mais águias para que elas chamem a atenção dos soldados, por terra posso ... alias por terra vai ter luta mesmo - digo após uma pausa.

Não poderia usar a loucura afetaria a eles, também e eles são tão legais.

Esperava alguem me descer ou todos subire,

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
River Lynch

avatar

Mensagens : 14
Data de inscrição : 16/01/2017

MensagemAssunto: Re: A Ascensão de Atlântida   Ter Maio 01, 2018 11:01 pm

A batalha finalmente acabou, dando mais trabalho do que eu esperava. Se fosse só os soldados teríamos rechaçado facilmente, mas estas criaturas dificultaram as coisas, elas sim são perigosas. Bem, pelo menos todos, exceto eu, escaparam com pouco ou nenhum ferimento. Podíamos avançar, mas a sugestão da rainha de ir pelo céu me desagrada.
 
- Escutem, pelo parece a opção mais sensata, eu posso levar vocês de uma maneira discreta entre os topos das casas. Mas... Vai parecer incrivelmente idiota isso que vou dizer... Eu vou pelas ruas, nem que eu tenha que ir sozinho. – Digo a eles, já esperando pelas críticas. – Ouçam os gritos dessas pessoas. Sinto muito, mas não consigo pensar objetivamente, eu preciso ajudar nem que seja algumas.
 
Dou as costas para o grupo. Se eles compreendessem o dever de salvar vidas e me acompanhassem, eu ficaria feliz. Mas se quisessem seguir direto para a missão, eu os entenderia.
 
- Vão para o farol, eu também irei direto para lá. – Digo a eles.
 
Devagar, iria flutuando pelos becos sem fazer barulho, sempre olhando de esguelha para ver a situação dos caminhos antes de cruzá-los. Se eu visse uma situação de ataque a civis, iria parar para ver a possibilidade de ajudá-los.
 
Off: 1 ponto de força de vontade para teste de furtividade se preciso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tony.Doomsday

avatar

Mensagens : 12
Data de inscrição : 06/11/2017

MensagemAssunto: Re: A Ascensão de Atlântida   Ter Maio 08, 2018 1:56 pm

Delirium vê o grupo conversando... A sua águia feita de puro entrelaçamento dos fios da realidade bate as asas se aproximando dela...

Não era o melhor trabalho que poderia fazer, mas tinha que se acostumar a esses poderes... Ultimamente só havia entretidos os mortais com sua musica...

Eles decidiam ainda em como seguir daquele ponto em diante... Ela podia ajudar, mas aguardava que lhe tirassem daquele telhado...

River sabia que esse pensamento focado na missão era tipico de algumas especies e pessoas... Por diversas vezes era alvo da reprimenda do Conselho dos Guardiões... Não fosse pelo seu mentor que reconhecendo a força do coração do lanterna lhe guiasse mais de perto e o aconselhasse, já teria sofrido serias consequências...

Mas o Lanterna estava disposto a levar a sua luz pela cidade... Ajudando todos aqueles necessitados... E ajudando a bela garota a descer, informa que irá caminhando pela cidade...

Aria sabe que independente do caminho que resolvam seguir... haveria sangue e que estaria pronta para a batalha... Os Céus eram os seus domínios, via Najara voando patrulhando o local... Mas mesmo diante do alerta dado pelo Lanterna Verde... Aria recolhe as suas asas e caminha... Disposta a não se envolver em combates desnecessários ou se desviar do caminho... Ela sabia o peso do destino que guardava aquele Farol...

Scylla vê o olhar de sua rainha... Apesar da atitude confiante e de estar disposta a tudo.. Em seus olhos a Atlante via o medo e o pesar... Afinal, haviam poucas horas que ela teve seu marido morto, não se sabe pelo que... E não pôde chorar o seu luto, pois tinha um dever a cumprir como Rainha... Disposta a estar ao seu lado, aguarda pela escolha de Mera...

Vê ela contemplar o oceano... E suspirar...

Precisamos ir para o Farol... Mas essa é a cidade de Arthur... Não posso deixar essas pessoas sofrerem... Vamos ajudando quem estiver no caminho... Mas só iremos parar o ataque a cidade, derrotando quem estiver no comando...

Logo o grupo segue pelas ruas... River diminui seu brilho... Fazendo com que sua presença não seja tão visível de longe...

As ruas estão destruídas e abandonadas... Carros parados de qualquer forma, demonstrando que seus motoristas fugiram ao avistar algo... Marcas de cortes e tiros revelam os sinais de combates e ataques pelas ruas... Logo o silencio desaparece... A sombra de Najara passa por eles e ela dispara seu chamado... O grupo agora sabe que ela avistou algo... Voando por cima das casas ela indica um caminho...

O grupo ouve gritos de pessoas em uma das ruas... E ao se aproximarem percebem uma barricada policial protegendo alguns civis... Eram uns 10 civis e apenas 3 policias disparando suas armas de traz da barricada... Ao se aproximarem, podem ver a movimentação de soldados e criaturas do outro lado... 

A mesma fera corpulenta estava lá... Mas dessa vez não viam a outra fera mas esguia... Duas outras feras maiores estavam caminhando ao centro... E dois soldados estavam atras das criaturas as ordenando...

As duas criaturas pareciam dois grandes leões marinhos, mas claramente não eram das espécimes vistas no zoológicos da terra... Scylla reconhece como sendo os Leões de Guerra usados pelo exercito, eram criaturas bastante agressivas e fortes... Estava claro para ela que os policiais não conseguiriam conter eles...

Mera fala para o grupo...

Não posso deixar eles sozinhos aqui... Eu vou parar eles...

O grupo ainda não fora visto pelos civis... O grupo agora teria que decidir como agir... Podiam deixar os policiais tomarem conta e seguir por outro caminho... Ou tomar para si a batalha...

Iniciativa: Caso decidam intervir... Será na ordem que postarem. As criaturas e soldados não lhes tem como alvo agora, mas poderão defender.


Grid:
 

Sea Lion:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
art020

avatar

Mensagens : 13
Data de inscrição : 14/10/2017

MensagemAssunto: Re: A Ascensão de Atlântida   Ter Maio 08, 2018 3:31 pm

Ajudo a garota a descer;



-As coisas vão começar a ficar feias aqui, melhor irmos logo- Digo para Delirium



Escuto a senhorita Scylla, digo com preocupação;





-Nosso alvo não é em Atlântida, acredite, se fosse eu estaria rumando para lá com a maior bomba nuclear que pude-se roubar agora mesmo, nosso alvo é o farol, nós temos que ir para lá, parar com isso tudo, acredite, sei o que digo e sei discernir o que vejo, e o que vi não me deixa duvidas... é uma longa historia, mas acredite eu sei que é para lá que devemos ir...



Essa invasão está ocorrendo em todo lugar, o lanterna decide se guiar pelos gritos e ir ajudar, hmpf,  olho para ele, olho ao redor, escuto os gritos, sinto o cheiro ferroso no ar, respiro fundo e digo com calma;





-De fato já vi que não está pensando direito lanterna, escute direito esses gritos, sinta o cheiro das cinzas, deixe o cheiro de todas essas mortes que estão ocorrendo e ocorram encher seus pulmões, não é uma situação que pode salvar todos de um em um, pense bem, está invasão não é apenas aqui, para cada uma cabeça que salvar, outras mil já cairão ou estão caindo por ai enquanto esta invasão ocorre, você pode tentar se sacrificar para tirar os peixes da boca do tubarão ou sacrificar uns peixes para matar o tubarão, se ensinam logica la onde treinou, use-a....



Eu tinha um objetivo claro, de chegar lá no farol no quanto antes, preciso, devo, foi para lá que seja lá quem era aquele me apontou, é lá que podemos controlar isso tudo, dar um fim nessa invasão, teríamos muitas baixas, já estamos tendo, mas isso é uma guerra, e nem todos podem ser salvos, não é uma escolha facil, mas isso é uma guerra, nada será fácil.



Mas logo encontramos um grupo, muitos civis atrás de três oficiais encurralados por criaturas, apenas mais um no meio de toda matança que ocorre nesse lugar, mas a rainha diz que por mais que tenhamos urgência, ela não quer abandonar está cidade, era o que me faltava, comandante com duvida digo de maneira séria;




-Disse que a unica maneira de pararmos isso tudo é irmos para o farol, essa pode ser a cidade dele, mas as vidas dessas pessoas não valem mais que as de todas as outras ao redor do planeta planeta que ele cuidou, se tiver que sacrificar elas para salvar este mundo, eu irei, se não irmos direto para o farol, essa meia duzia de civis estará salva por algumas horas, e centenas de milhares estarão em risco e condenadas, isso só nessa cidade, sem falar nas Bilhões de vidas ao redor do planeta.



Olho ela nos olhos;






-Como o lanterna disse, escute os gritos, mas com logica, como essas pessoas centenas estão por ai nessa cidade, não estamos em posição de salvar todos, e não salvaremos ninguém se perdemos tempo aqui, centenas morrem enquanto salvamos essa meia duzia, perderemos milhares se não milhões mesmo lutando aqui, mas se formos direto para nosso objetivo, salvaremos bilhões.



Aguardo a ação dela e de todos de braços cruzados, lutar ali e ficar parada daria na mesma.



Off: Espero a ação e resposta de todos cuidando apenas para que Nazara e eu estejamos prontas para qualquer ataque direto a nós.



Se decidirem perder tempo com essa luta, eu ataco a criatura 2, se não sigo eles até o farol.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Meiriel

avatar

Mensagens : 11
Data de inscrição : 09/10/2017

MensagemAssunto: Re: A Ascensão de Atlântida   Dom Maio 13, 2018 10:18 am

Ouço a guerreira com asas falar e acho que ela tinha razão, mas eu não tava preocupada com o farol. Esse lugar e essas pessoas não significam nada pra mim, só Atlântida me interessa. Cruzo meus braços enquanto eles decidem. Só estava ali pra acompanhar a rainha, iria onde ela fosse.
 
“Decidiram ir pelo chão. Esse povo da superfície é tão sentimental. É como Aria disse, não adianta querer salvar seis enquanto a cidade pega fogo.”
 
Mas td bem, como disse estou apenas seguindo a rainha. Vou pelas ruas com o msm cuidado do grupo seguindo na retaguarda. Não demora mtu e a gente se depara com um foco de confusão. Alguns oficiais tentavam defender um grupo de pessoas.
 
“Lutar aqui não seria mtu inteligente com esses inocentes por perto”
 
Iria esperar por um plano, mas enquanto isso tentaria iria tentar usar meu controle na fera 1.
 
Off: 1 ponto de fv.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
River Lynch

avatar

Mensagens : 14
Data de inscrição : 16/01/2017

MensagemAssunto: Re: A Ascensão de Atlântida   Sex Maio 25, 2018 10:51 am

Eu tinha um plano em mente, mas não tenho certeza se o grupo estava entrosado o bastante para executá-lo agora sem prejudicá-los, além disso, havia pessoas no meio. Melhor não me precipitar, vidas estavam em risco ali. Eu precisava pensar em um modo de usar a geografia a meu favor, mas por enquanto o primeiro passo seria tirar aquelas pessoas dali.
 
“Isso está ficando complicado. Eles possuem não só um exército, como também uma legião de criaturas marinhas. A humanidade jamais poderá fazer frente a isso”, penso.
 
Com minha ação de movimento, eu levito acima das pessoas para surpreender os inimigos e chamar a atenção deles para mim com o brilho esmeralda ao redor de meu corpo, então uso o anel para criar uma cúpula ao redor deles para impedir o avanço dos atlantes e das criaturas.
 
- Soldados, por favor, evacuem essas pessoas para um local seguro enquanto eu contenho eles. Mantenham-se a salvo e digam a todos que o Lanterna Verde está aqui para ajudá-los. – Peço encarecidamente.
 
Então me volto para meu grupo e digo de uma maneira que só eles possam ouvir.
 
- Pessoal. Quando os civis partirem, fechem seus olhos por um instante. Por favor, confiem em mim. – Digo a eles.
 
Off: Gasto 1 ponto de fdv para criar a cúpula ao redor dos inimigos, e se preciso for, 1 de fdv pra convencer os soldados a evacuar as pessoas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Delirium

avatar

Mensagens : 17
Data de inscrição : 10/10/2017

MensagemAssunto: Re: A Ascensão de Atlântida   Qui Maio 31, 2018 2:20 pm

Falo baixo para o Lanterna:

_Vai vir uma cavalaria não se preocupe, são amigos.

Usando minha ilusão faço vir da direção oposta à fuga soldados armados e montados em cavalos, gritando e bradando para atrair o foco em direção a eles, vão fazer igual a filmes de faroeste, cercarem os alvos enquanto seus gritos os distraem e a população foge.

Fecho os olhos conforme pediu o lanterna.

off: uso fdv para a magia.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A Ascensão de Atlântida   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A Ascensão de Atlântida
Voltar ao Topo 
Página 2 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Paladinos da Justiça :: Jogos :: Arcos-
Ir para: