Justiceiro Solitário - M'kai

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Justiceiro Solitário - M'kai

Mensagem por art05 em Qua Dez 21, 2016 6:03 pm

Nome do Personagem: M'Kai
Alter-ergo: Justiceiro Solitário
Nome do Jogador: Arthur

Título:
Comportamento: Ômega
Natureza: Samaritano


Raça: Marciano
Idade: 25 anos
Nacionalidade: Ma'aleca'andra (Marte)
Etnia: Verde
Cabelos: Careca
Olhos: Alaranjados
Sexo: Masculino


Atributos - Físicos

- Força: 1
- Destreza: 4 (Agilidade)
- Vigor: 3

Atributos - Sociais

- Carisma: 1
- Manipulação: 3
- Aparência: 2

Atributos - Mentais

- Percepção: 3 x5 = 15 (Paciente)
- Inteligência: 4 x5 = 20 (Resolvedor de problemas)
- Raciocínio: 3 x5 = 15 (Inteligente)


Habilidades - Talentos

Prontidão: 2
Esporte: 1
Briga: 0
Esquiva: 2
Empatia: 0
Expressão: 0
Intimidação: 0
Manha: 0
Instinto Primitivo: 0  
Lábia: 0

Habilidades – Perícias

Emp. c/Animais: 0
Ofícios: 2
Condução: 0
Etiqueta: 1
Armas Fogo: 2
Armas Brancas: 0
Liderança: 0
Performance: 0
Furtividade: 3
Sobrevivência: 1

Habilidades - Conhecimentos

Computador: 3
Enigmas: 3
Investigação: 3
Direito: 0
Lingüística: 2
Medicina: 0
Ocultismo: 0
Política: 0
Rituais: 0
Ciências: 2


Antecedentes: (5 pontos)

Equipamento - 5:
Nível 1: Capsulas de fumaça
Nível 2: Computador portátil
Nível 3: Sistema de invisibilidade
Nível 4:Arma portátil de choque paralisante
Nível 5: Explosivos táticos


Disciplinas:

Super Atributo:
Mentais x5

Levitação -1:
Nível 1: 20km/h

Metamorfose - 4:
+4 em atributos físicos quando muda de forma.

Poderes Mentais -4:
Nível 1: Ler mentes.
Nível 2: Conexão mental.
Nível 3: Impor pensamentos.
Nível 4: Danificar mentes.


Força de Vontade (5 Inicial)
Energia (5 Inicial + 2 pbs para 1 - 6)


Qualidades:

Concentração (Concentration) Qualidade de 1 ponto
Você sabe como centralizar seus pensamentos e focar sua atenção para eliminar distrações.
Circunstâncias que possam atrapalhar ações afetam você menos do que afetariam outros. Você é imune a
penalidades circunstanciais que poderiam de outra forma afetar seu total de dados ou dificuldades; se
tentar arrombar uma fechadura em uma tempestade, por exemplo, a qualidade da fechadura ainda
influiria no trabalho, mas a tempestade não.


Defeitos:

Marcianos possuem como defeito um medo insano do fogo (Pirofobia), podendo se tornar seres totalmente irracionais frente ao elemento.


Xps:
(Ganho: 17/Gasto: )


RENOME:
- Glória Permanente:
- Honra Permanente:
- Sabedoria Permanente:


Historia:

Novato no setor de pesquisa e desenvolvimento, ele batalhou muito para conseguir o cargo que tinha, porem meses de estudo não o prepararam para o que viria no seu primeiro dia de serviço, nesse dia a sociedade prospera que era Ma'aleca'andra (ou marte como conhecemos) veio ao fim, ele pouco se lembra desse dia, mas essas poucas memorias são as que mais o perturbam, tudo o que se lembra é de estar embaixo de escombros, fazia muito calor e era possível ouvir gritos de desespero e dor fora do local onde ele estava, preso e muito ferido, pouco pode fazer a não ser ouvir o povo que ele devia proteger gritar até que ele apagou, quando recobrou a consciência horas mais tarde parte do entulho havia sido movida, ele ainda estava ferido, mas depois de muito esforço havia se soltado, o impacto do que viu foi quase como se ouve-se sido soterrado de novo, tudo o que um dia parecia uma utopia aos nossos olhos havia virado cinzas, corpos queimados, muitos congelados no tempo em pose de agonia e desespero, como as maiores mentes não conseguiram prever e evitar aquilo, o ferimento em sua cabeça impedia que ele usa-se telepatia para procurar sobreviventes, ele vagou pelas ruínas por semanas até ver que se continua-se ali sua sanidade iria embora, então antes que sua mente desaparece nos gritos e vozes em sua mente, ele decidiu sair do planeta, algo difícil, mas não impossível o terceiro planeta do sistema solar era atrasado e arcaico para seus padrões, mas era o melhor destino naquela hora, e logo ele conseguiu reciclar uma das naves e partiu o quanto antes, temendo ser preso ou morto, ele se escondeu numa area pacifica aqui na terra, mas sua curiosidade o fez se aproximar da sociedade aos poucos, mas sempre olhando de longe, M'kai morava em cavernas e minas abandonadas não era confortável, mas era melhor que ser pego,assim ele passou anos vivendo e aprendendo sobre esse paneta até que um dia achou uma casa abandonada perto de uma grande cidade, o local era totalmente esquecido, ali ele se instalou até que sequestradores que fugiam das autoridades encontraram o local e decidiram usar como esconderijo, M'kai viu esse povo se aproximando e sabia que não era coisa boa, eles levavam uma vitima, e entraram na casa sem se dar conta que ja havia alguém lá, ao ver aquilo ele poderia ter simplesmente saído sem ser visto, mas ao ver um humano em perigo tão perto ele viu a chance de se redimir dos erros, da falha de não ter conseguido ajudar alguém naquele dia, então  ele atrai e derruba um-a-um os sequestradores, mas a vitima ainda estava presa e vendo a cara de espanto que os bandidos fizeram ao ver a forma original dele ele resolve assumir uma forma mais amigável, próxima a dos humanos, usando uma roupa negra coberta por uma capa azul escuro que fechada similar a que alguns marcianos usavam, deixava apenas os olhos e a metade de cima da cabeça de fora, a vitima se assustou ao ver mas pelo menos ela viu que era alguém disposto a ajudar, as autoridades logo chegaram ao local, e não entenderam ao ver que os sequestradores estavam nocauteados pela casa e a vitima estava la a espera, com uma historia sobre um cara serio, alto, verde de capa que salvou ela e desapareceu na escuridão da noite, hoje ele vive em áreas abandonadas, quase sempre anda na sua forma original já que esta sempre só e possui um gosto por comida apimentada (no principio ele teve dificuldade com o paladar humano, apesar de poder rapidamente se adaptar, para compensar o gosto estranho ele passou a colocar muita pimenta na comida, e hoje ele possui um vicio notável por pimenta ou qualquer comida muito apimentada) e de tempos em tempos alguém escuta sobre o justiceiro solitário, apelido dado pelos jornais na época, ele ainda cuida da nave que trouxe, unica coisa que guarda de la alem das lembranças.
avatar
art05

Mensagens : 47
Data de inscrição : 09/05/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum