Aqui se morre herói, ou se vive tempo o bastante para se tornar vilão.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 9 ... 13, 14, 15
AutorMensagem
Art012

avatar

Mensagens : 89
Data de inscrição : 19/08/2016

MensagemAssunto: Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada   Qua Jul 18, 2018 1:42 pm

Escuto Batigirl;



-Homem estupra 4 mulheres, é preso, policiais dão a tipica surra que dão, tempos depois ele é solto e estupra mais 6, adiantou prende-lo? Tortura-lo? Deixa-lo vivo?




Pergunto para jovem, não para ofende-la, mas para provoca-la a sair do ciclo vicioso daquele mortal, mas seja lá o que esse tal homem morcego fazia, apenas bater no pior que essa cidade tinha para oferecer já era o bastante para ele, e isso, não funciona, e não é meu dever corrigir as falhas dele.


Compreendo que boa parte do que penso sobre isso, pode não passar de uma maneira de continuar o que sempre fiz, apenas por motivos diferentes, Set pode usar isso para me "motivar", me guiar por sua rota, mas não está fazendo mais do que usar meus próprios instintos contra min, sei do meu dever, do que devo fazer, e esmagar sem piedade qualquer um que se coloque em meu caminho, pode parecer fácil, mas não é, nunca foi nem nunca será, não mato por prazer, mas é a unica coisa que faço e faço bem e me faz bem, foi tudo que fiz em todas essas eras, fui criada para isso, treinada, desenvolvida, ensinada de todas as formas possíveis que isso era o meu dever, não tenho mais essa obrigação talvez... Mas ao contrario dos humanos, não posso trocar meu destino como se troca de roupas pegando apenas as que lhe convêm, não tenho duvidas sobre essas escolhas, nem mesmo "eles" tinham afinal colocaram minha senhora para usar sua fúria para proteger a justiça divina, não sei o que é justiça, os mortais menos ainda, apenas sigo meu dever, minha senhora pode não os odiar mais, mas eu ainda os mato como se a segui-se naquela época, apenas evito os que julgo que ela deixaria hoje, mas cada dia, menos humanos dignos de tal benção encontro, no fim... Perdoa-los parece um erro, ou não...



Enquanto me pedia no eco de Set, Batgirl consegue atingir 2, mas acaba deixando 1 deles, me defendo mas acabo me esquecendo que ela poderia ser o alvo e não, eu, falha minha, mas não só minha...



Aproveito o momento e finalizo eles, mato 3 como planejado, 3 flagélos a menos, e tento pegar o quarto, sinto meus dedos entrarem em sua pele nas costas, cruzarem suas costelas, rasgar seus órgãos, viro ele de barriga para cima e tento perguntar algo, mas o desgraçado não resiste e Ammit reclama sua alma;



-Hmpf, estão frágeis ainda...



Largo ele no chão, devia apenas ter agarrado ele, de qualquer forma, continuemos, devia investigar mas agora temos outro objetivo e a jovem ferida;



-Devia ser grata por haver uma próxima vez para ter mais atenção humana, eles não merecem misericordia.




Digo para Batgirl, eu queria ter protegido ela, mas...



Depois disso seguimos, o lugar realmente estava mudado, prova de que os mortais não são capazes de controlar a si mesmos... Melhor nem começar nessa parte, ir por esses pensamentos, sei bem o deserto vermelho de onde vem, wep sabe disso melhor do que eu, chegamos finalmente no local combinado, olhares estranhos me rodeiam... Ah essa forma, prefiro a leoa que sou, essa aparência é tao estranha para min como para eles, mesmo que seja bela aos olhos humanos;



-Sou eu, Sekhem, antes que pensem qualquer coisa, sim ainda sou a leoa mas no momento chamaria atenção demais, dois, vamos direto ao que interessa...




Logo chapéu vermelho, explica toda a situação, responde algumas perguntas mas em minha mente gera outras, sabíamos que algum super corredor, havia dado uma de Icaro só que nós nos queimamos no lugar dele, e agora pagávamos por seu abuso, e essa cidade foi quem levou a pancada mais forte, ele diz que estamos péssimos, mas que essa cidade não estava melhor, parece que seis meses se passaram entre o ocorrido e agora, e que agora deveriamos temer até a luz do dia com um tom de raiva nas palavras digo;



-Pareço alguém que teme andar em algum lugar!? Estão com medo de um bando parvos usando símbolos de ratos voadores?!? Eles é que devem temer a nós!!!




Me aproximo do chapéu como se fosse agarra-lo, mas paro apenas o encarando, tinha que me controlar;



-Onde... Está... O amuleto?-
Deixo aos rosnados as palavras escaparem pelos dentes cerrados de raiva.



Eu quero desafiar quem lidera esse lugar, qualquer um, não temo andar de dia, EU SOU A ENCARNAÇÃO DA IRÁ DA COROA SOLAR, EU SOU A FÚRIA DE RÁ!!! PREDADORA DIVINA e INEXORÁVEL!!! SEJA LÁ O QUE ANDE POR ESSE LUGAR, DIA OU A NOITE,, IRÁ TEMER MEU NOME E TREMER PERANTE MINHA PRESENÇA!!! MALDITA A CARNE DO VENTRE DAS QUAIS SÃO FILHOS, CHEIA DE SUAS ALMAS a BARRIGA DE AMMIT ESTARÁ!!!



Off: Depois procurar um lugar com eles para abriga, eu queria caminha pelo dia e mostrar a esse lugar o que é o medo, mas eles não teriam condições.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Onikaze

avatar

Mensagens : 100
Data de inscrição : 22/08/2016

MensagemAssunto: Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada   Qui Jul 19, 2018 8:39 am

Vejo que todos chegam, uns parecem ter sido atropelados. Noto as feridas de cada um assim como o rosto de raiva por esse momento. As noticias não são nada boas, queria perguntar sobre o bairro oriental, mas peço a Manji para fazer isso por mim, ir até lá verificar.

_Isso não é nada bom, então viajamos seis meses no futuro? Eu não entendo bem como isso funciona, mas para mim não foi nada bom creio que pra você, Theo, também não, caso contrario não estaria tão ferido.

Respiro tentando me acalmar e pensar em um plano, ouvindo Theo falar sobre não ter influencia, pergunto se como estamos tecnicamente mortos, a realidade está nos sabotando. Iria descansar também junto com o resto do grupo.

_Capuz, assim que conseguirmos recuperar a mansão, os bat estranhos vão ficar em alerta, temos que estar um passo a frente deles.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com/t34-ren-o-demonio-do-ve
siouxsie.

avatar

Mensagens : 80
Data de inscrição : 20/08/2016

MensagemAssunto: Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada   Sex Jul 20, 2018 5:48 pm

- Merda!

Coloco minha mão sobre o ombro tentando pressionar o buraco. Levar um tiro não é fácil mtu menos de um fuzil. Sorte a minha que esse mercenário parece que nem sabe usar a arma que carrega.

- De certa forma vc tá certa Anouke. Eu queria ser a primeira a arrancar as tripas desses estupradores mas vai ter sempre alguém com o discurso hoje de que nós não temos o direito de decidir quem vive e quem morre. Fazer o que.

Junto a leoa eu vou para o parque atrás do Jason. Ele estava melhor do que a gente. Theo e Dick parece que tiveram problemas tbm. Esse lugar é mtu pior do que a Gotham que a gente conhece.

- Eles estão manchando o nome do Batman e o nosso tbm. Principalmente esse que tá se passando pelo Bruce. Pobre Alfred deve estar sofrendo horrores na mão desse impostor.

Queria agir essa noite msm, mas tava tão ferida que era melhor me recuperar antes. Iria com eles procurar algum lugar pra descansar e fazer um curativo nessa ferida.


_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Sombras da Justiça - A Era Degenerada
Voltar ao Topo 
Página 15 de 15Ir à página : Anterior  1 ... 9 ... 13, 14, 15

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Paladinos da Justiça :: Jogos :: Arcos-
Ir para: