Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Página 8 de 11 Anterior  1, 2, 3 ... 7, 8, 9, 10, 11  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Admin em Ter Jun 06, 2017 11:06 pm

Guardião e Batgirl:

Asa Noturna ataca: Destreza + Armas Brancas (Dif: 6) = 4 sucessos.
Azrael defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 5 sucessos.

Dick continua sua sucessão de ataques contra Azrael. Após falhar em colocar o pequeno explosivo na armadura do inimigo, ele arrisca um golpe com seus bastões. Mas Azrael coloca o braço direito a frente, bloqueando o golpe sem nada sofrer.


Siouxsie toma a ação de Asa Noturna como uma dica. Contra uma armadura daquelas, socos e chutes seriam pouco eficazes, então a guerreira saca de seu cinto dois batrangues com luzes vermelhas piscando e atira contra Azrael.

Batgirl lança: Destreza 4 + Armas Brancas 3 (Dif: 6) = 4 sucessos.
Azrael desvia: Destreza + Esquiva (Dif: 6) = 8 sucessos.

Batgirl lança: Destreza 4 + Armas Brancas 3 (Dif: 6) = 4 sucessos.
Azrael desvia: Destreza + Esquiva (Dif: 6) = 6 sucessos.

Batgirl lança: Destreza 4 + Armas Brancas 3 (Dif: 6) = 6 sucessos.
Azrael desvia: Destreza + Esquiva (Dif: 6) = 7 sucessos.

Siouxsie atira seus batrangues, mas por melhor que fosse com aquela arma, a armadura de Azrael o privilegia, tornando-o extremamente ágil. Com apenas um salto em giro, ele desvia dos três projéteis, que atingem a parede e a explode, abrindo passagem para um beco ao lado da catedral.

Mas apesar do erro, Batgirl não tinha por que se desapontar, pois é através deste mesmo buraco na parede que uma cápsula surge, voando através de foguetes propulsores. Dentro dela, estava a sua armadura, negra com detalhes dourados, o símbolo do morcego estampado entre os seios.


A magia de Theo parecia ser a arma mais eficaz do grupo contra aquele perigoso adversário, e o mago podia medir seu sucesso pelos estragos que os relâmpagos fizeram naquela armadura. A vestimenta já possuía algumas marcas de rachadura, e correntes elétricas passavam por todo o corpo de Azrael.

Guardião usa Corisco: Energia 7 + Forças 5 (Dif: 6) = Nenhum sucesso.

A eletricidade estala entre os dedos de Theo, mas quando o mago está prestes a lançá-los, a magia não sai, falha miseravelmente em suas mãos. Aquilo era inédito, nunca havia acontecido antes, mas talvez tenha sido a sua vontade de fazer justiça atrapalhando sua concentração.


Iniciativa:

1° Asa Noturna: Raciocínio + Prontidão + 1D = 15
2° Guardião: Raciocínio 3 + Prontidão 3 + 1D (7) = 13
3° Azrael: Raciocínio + Prontidão + 1D = 8
4° Batgirl: Raciocínio 3 + Prontidão 3 + 1D (1) = 7



Status:
Batgirl: Pontos de Vida 7 / Energia 0 / Força de Vontade 1

Guardião: Pontos de Vida 10 / Energia 0 / FdV 0

Asa Noturna: Pontos de Vida 20 / Energia 1

Azrael: Pontos de Vida ?? -38 Pvs / Energia ?? / ?? -2 FdV


Sekhen e Onikaze:


Sem muito o que fazer naquela situação, o Capuz tenta se colocar um passo a frente. Ele se despe de sua jaqueta e de seu capacete, colocando-os apoiados sobre uma lápide. Em seguida, enfia suas mãos na terra do cemitério e começa a esfregar pelo corpo por alguma razão.

Capuz se oculta: Destreza + Furtividade (Dif: 6) = 5 sucessos.

Assim que suas vestes mais simples e seu corpo estão totalmente imundos pela terra, ele recua devagar, desaparecendo na escuridão do cemitério como se aceitasse as lições de seu mentor mesmo ele sendo um monstro agora.


Onikaze demonstra sua raiva ao ver a criatura agarrando Arlequina e a levando para a escuridão. Mas as trevas não se sustentam, a claridão de uma granada de luz logo revela o vampiro no topo de uma árvore. O velocista então ameaça partir em direção ao inimigo, mas antes, age prudentemente ao procurar por armadilhas.

Onikaze olha ao redor: Percepção 3 + Prontidão 3 (Dif: 6) = 5 sucessos.

Os olhos de Ren reconhecem o lugar, seu raciocínio trabalhando na mesma velocidade de sua aceleração. Graças a explosão de luz, foi fácil perceber que em volta, não havia qualquer tipo de armadilha, não houve sequer tempo hábil para o morcego erguer uma.

Onikaze: Percepção 3 + Briga 2 (Dif: 10) = 1 sucesso.

Ren se aproxima da criatura com sua velocidade, mas antes de atacar, observa a postura dela, procurando por algum ponto em que pudesse atacar sem ferir Arlequina, que estava sendo usada como escudo. Porém, a fama de dominador das artes marciais que o Batman tinha se comprova quando o oriental se vê incapaz de encontrar uma abertura na postura do morcego.


Sendo uma leoa feroz, era claro que Anouke não iria engolir direito as palavras do Capuz Vermelho. Mas quando ela novamente olha em sua direção, pronta para dizer umas verdades para ele, somadas a alguns rugidos, ele não estava mais lá. Apenas seu casaco e seu capacete sobre uma lápide. Havia ele fugido?

Sekhen agarra: Destreza 4 x5 + Briga 3 (Dif: 6) = 6 sucessos.
Batman Vampiro desvia: Destreza + Esquiva (Dif: 6) = 10 sucessos.

Aquilo não importava agora, era a presa, sempre a presa que tinha importância. Por isso a leoa dá um grande salto na direção do vampiro, e sabendo que ele usaria Arlequina como um escudo, Anouke prefere contê-lo ao invés de atacá-lo.

Porém, a guerreira não é ágil o bastante, e o Batman joga Arlequina em sua direção, saltando para um lado e evitando os braços de Anouke com certa facilidade. Enquanto Anouke segurava a palhaça, a criatura pousa sobre o solo.

Batman Vampiro se oculta: Destreza + Furtividade (Dif: 6) = 8 sucessos.

E mais uma vez o vampiro se aproveita da falha do grupo para se esconder na escuridão...

Iniciativa:

1° Capuz Vermelho: Raciocínio + Prontidão + 1D = 16
2° Anouke: Raciocínio 2 + Prontidão 3 + 1D (6) = 12
3° Batman Vampiro: Raciocínio + Prontidão + 1D = 11
4° Arlequina: Raciocínio + Prontidão + 1D = 5
5° Onikaze: Raciocínio 3 + Prontidão 3 + 1D (4) = 10


Status:
Onikaze: Pontos de Vida 15 / Energia 5

Sekhen: Pontos de Vida 65 / Energia 1

Capuz Vermelho: Pontos de Vida 20 / Energia 1

Arlequina: Pontos de Vida 10 / Energia 0

Batman Vampiro (Cego): Pontos de Vida ?? / Energia ?? -2

avatar
Admin
Admin

Mensagens : 296
Data de inscrição : 06/05/2016

Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por siouxsie. em Qui Jun 08, 2017 9:19 pm

Ai, esse cara chato ta fugindo de tds os nossos ataques. Pelo menos o Theo ta se saindo bem e já deixou ele ferido.

“Não posso ficar pra trás. A cidade é minha, vai ser uma vergonha se eu não der pelo menos um soco”

Pelo menos a minha armadura chegou. Agradeço mentalmente ao Alfred e corro pra vestir. Quando termino, corro e dou uma voadora nas costas do inimigo.

- Pq não bate agora em alguém do seu tamanho?
avatar
siouxsie.

Mensagens : 55
Data de inscrição : 20/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Tony.Wiz em Sex Jun 09, 2017 3:07 pm

Vejo Asa noturna e Batgirl tentarem atingir o inimigo... Mas ele era ágil demais... O martelo feito de eletricidade em minhas mãos crepitava...

Ergo ele mas em minha ânsia para poder atingi-lo... O Martelo simplesmente se desfaz em minhas mãos...

Por Agamotto... Que situação...

Olho para Batgirl coçando a cabeça e falo...

Sei que pode parecer clichê... Mas isso nunca me aconteceu antes...

Respiro fundo... Lembro de meu Mestre me ensinando... Em momentos tensos tenho que pensar com cuidado...

Recrio o Martelo Gudarak... Via que a batgirl corria em direção a uma capsula... Ela parecia animada com o que chegou...

Avanço de encontro a Azrael novamente... Brandia o materlo visando atingi-lo...

Azrael... You shall not pass

Acertaria ele com o Martelo...

Corisco Nele!!
avatar
Tony.Wiz

Mensagens : 77
Data de inscrição : 19/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Art012 em Dom Jun 11, 2017 4:47 pm

Não havia funcionado, como esperado, junte três caçadores solitários, e eles ainda estarão caçando sozinhos, era como se cada um de nós estive-se seguindo sua própria agenda, cada vez mais pensava se eu devia mesmo me preocupar com isso, se eu conseguiria fazer algo de útil, até agora não fiz mais que ser uma parede, tentei pegar o maldito mas ele joga a garota em minha direção, sorte dela que não ataquei como esperavam, como eu devia, se não ela teria sido a prejudicada aqui, com ela ainda nos braços eu digo;



-Sobreviveu a dois botes em minutos, orgulhe-se, mas não tranquilize, ainda temos que dar um jeito nesse bastardo, esse tal Batman nunca teve colhões para tomar uma atitude e caçar de verdade, não sera essa copia infeliz que começara a ter.



Coloco ela no chão, ainda ao alcance de meus braços, eu estou de mãos atadas se ficar esperando, posso proteger ela, eu tenho o resto da eternidade, ele não tem mais do que até o amanhecer.



Chapeuzinho age como esperado, se escondendo, não importa se seja dele, de min, ou de ambos, bom ele não voltar sem fazer algo, pode ter nos poupado de uma armadilha, mas ele atirou em alguém que iria nos passar a localização  do amuleto, pra todos os fins essa perca de tempo é responsabilidade dele, hmpf... não importa agora que o estrago está feito, seja por falha minha ou deles, vamos cuidar desse e depois eu resolvo minhas diferenças com esse verme, não é minha intenção deixar essa garota aqui, mas tenho que fazer algo, essa brincadeira já está demorando demais,e eu estou perdendo tempo cuidando deles, hora de ver se podem se defender mesmo, por que eu já fiquei observando tempo demais;



-Pudinzinho, fique de olho nela...- Digo olhando ao redor.



Tento me concentrar, localizar ele, a silhueta dele, mais fácil o Saara ganhar um mar do que isso funcionar nesse ritmo, se eles soubessem como caçar...



Wep, guia meus olhos, me ajude a localizar essa besta, não sou simbolo de justiça, ou honra, não carrego o orgulho e as glorias dos exércitos que já guiaste, mas permita que meu punho o atinja com toda a fúria que eu possa, um único soco, para provar que existe muito mais aqui do que um vazio onde Set possa cultivar suas ideias.



Off:

Ação caso eu localize o batvamp, soco nível 5 de esquerda, caso eu não consiga localizar, eu fico protegendo a garota.
avatar
Art012

Mensagens : 63
Data de inscrição : 19/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Onikaze em Qua Jun 14, 2017 11:35 am

Esse Batman estava começando a me cansar, aproximo-me de Arlquina e a questiono

_Tudo bem? - Me importava com ela e sabia que esse morcego era perigoso.

_Sekhen ele é rápido, mas será que tão rapido quanto eu?

Corro por entre os tumulos procurando por ele, sabia que ele estava cego, mas supunha que tinha audição, mas eu correndo acima da velocidade do som, não seria um empecilho.

Corro demais, prestando atenção em cada vulto, (gasto energia para ir explorando) assim que achasse o vampiro iria acertar 4 vezes com meu Ryu Kan Sen Arashi e voltaria para o lado de Arlequina.

off: gasto energia para as ações extras e fdv para localizar o morcego.
avatar
Onikaze

Mensagens : 78
Data de inscrição : 22/08/2016

Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com/t34-ren-o-demonio-do-ve

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Admin em Dom Jun 18, 2017 11:07 am

Batgirl e Guardião:


Asa Noturna ataca: Destreza + Briga (Dif: 6) = 6 sucessos
Azrael desvia: Destreza + Esquiva (Dif: 6) = 5 sucessos.
Asa Noturna (Dano: 10D) = 6 sucessos.
Azrael (Absorção: 3D) = 5 sucessos.

Agindo de surpresa, Dick usa de piruetas e saltos, lembrando seus velhos tempos de circo para enfim atingir o inimigo. Mas ao invés de golpes, ele recorre novamente ao pequeno explosivo, aplicando-o na coxa de Azrael. O inimigo, desesperado, tenta se livrar do dispositivo em vão. Porém, quando explode, a armadura se mostra eficaz mais uma vez, absorvendo grande parte do dano.


Embora sua magia houvesse falhado em um momento crucial, Theo leva isso por um lado cômico, sorrindo sem jeito para a Batgirl ao seu lado. Tudo estava sob controle para ele. Bastava erguer o martelo mais uma vez e tudo estaria acabado.

Guardião usa Corisco: Energia 7 + Forças 5 (Dif: 6) = 5 sucessos.
Azrael desvia: Destreza + Esquiva (Dif: 6) = 10 sucessos.

Mas a realidade mostra que nem tudo estava sob controle como parecia. O martelo se ergue com poderosa eletricidade em azul, pronto para esmagar qualquer um em seu caminho. Porém, mesmo muito ferido e com sua armadura danificada, Azrael se prova um perigoso combatente quando se lança para o lado com um movimento felino, desviando facilmente do ataque.


Siouxsie precisava vestir aquela armadura rápido, a batalha estava se complicando para seus companheiros. Quando mais se esperava que tudo estivesse sob controle, Azrael se mostrava quase imortal, resistindo à explosão de Dick e desviando da magia de Theo.

A armadura se ajusta com perfeição ao corpo de Batgirl, uma versão metalizada e super resistente de seu uniforme, que assim como ao inimigo, lhe dava capacidades sobre humanas e lhe colocava em pé de igualdade ao perigoso Azrael.

Off: Não dá pra atacar. Vestir a armadura leva um turno.


Iniciativa:

1° Azrael: Raciocínio + Prontidão + 1D = 12
2° Guardião: Raciocínio 3 + Prontidão 3 + 1D (7) = 11
3° Asa Noturna: Raciocínio + Prontidão + 1D = 10
4° Batgirl: Raciocínio 3 + Prontidão 3 + 1D (1) = 7


Status:
Batgirl: Pontos de Vida 7 (+25) / Energia 0 / Força de Vontade 1

Guardião: Pontos de Vida 10 / Energia 0 / FdV 0

Asa Noturna: Pontos de Vida 20 / Energia 1

Azrael: Pontos de Vida ?? -39 Pvs / Energia ?? / ?? -2 FdV


Sekhen e Onikaze:

Capuz Vermelho se move: Destreza + Furtividade (Dif: 6) = 5 sucessos.

Em silêncio absoluto, Jason se move nas trevas, em busca de um ponto melhor tanto para um futuro ataque quando para encontrar seu mentor vampirizado. Nenhum galho se quebra sob seus passos, nenhuma folha farfalha no chão. Ele poderia passar entre seus aliados e não seria mais que um fantasma invisível.

Capuz Vermelho observa: Percepção + Prontidão (Dif: 6) = 3 sucesso.

Mas embora seja um perito em localizar alvos, ainda era difícil encontrar o Batman em seu habitat natural. A escuridão era amiga do morcego por enquanto, então Jason permanece em no mesmo lugar, esperando pacientemente pela melhor hora de agir.


Anouke finalmente chega ao xis da questão quando percebe que embora estivessem em quatro indivíduos, cada um agia a sua própria maneira, dando assim ainda mais vantagem para o Batman agir indiscriminadamente.

Sekhen observa: Percepção 3 + Prontidão 3 (Dif: 6) = 3 sucessos.

Nada. A escuridão ao redor era totalmente uniforme, assim como a névoa leitosa que encobria a grama morta do cemitério. Mesmo olhando ao redor com muita atenção, Anouke não era capaz de encontrar o Capuz Vermelho, muito menos o Batman. Aquela era uma situação desconfortável para uma caçadora.


Batman Vampiro ataca: Destreza + Briga (Dif: 6) = 6 sucessos.
Sekhen: Sem ação.
Batman Vampiro (Dano: Força) = 6 sucessos.

Batman Vampiro se oculta: Destreza + Furtividade (Dif: 6) = 8 sucessos.

Assim que Anouke baixa seus olhos, desistindo de encontrar o morcego em meio ao negrume, eis que a criatura surge monstruosa a sua frente, como se tivesse se materializado ali. E mesmo com todos os seus reflexos, Anouke não tem tempo de reagir ao seu ataque, e acaba recebendo o rasgo daquelas garras em sua face, sentindo seu próprio sangue escorrer entre seus olhos e sua boca. E como de costume, o Batman simplesmente desaparece na escuridão a uma velocidade absurda, sem que ninguém pudesse fazer qualquer coisa a respeito.


- Ei, Batsy! Ninguém mexe com a minha amiga assim e sai impune! – Alerquina grita para a escuridão.

Alerquina testa sorte: Sucesso.
Arlequina atira: Destreza + Armas de Fogo (Dif: 6) = 3 sucessos.
Batman Vampiro: Sem ação.
Arlequina (Dano: 8D + 3D) = 10 sucessos.

Arlequina era um agente do caos, e o caos muitas vezes joga a seu favor. Ao ver Sekhen sendo atacada, ela mais uma vez empunha suas sub-metralhadoras e dispara em direção a escuridão. Este parecia mais um gesto fruto de sua loucura, porém, aqueles com ouvidos mais atentos acabam ouvindo um leve gemido de dor vindo das árvores.  


Sekhen ouve: Percepção 3 + Prontidão 3 (Dif: 6) = Nenhum sucesso.

Onikaze ouve: Percepção 3 + Prontidão 3 (Dif: 6) = 3 sucessos.

Capuz Vermelho ouve: Perceção + Prontidão (Dif: 6) = 3 sucessos.


Ren planejava varrer cada canto daquele cemitério com sua velocidade, a fim de impossibilitar a criatura de manter um esconderijo. Mas sua namorada lhe deu de bandeja a localização da criatura ao alvejá-la com alguns tiros, permitindo ao velocista ouvir o gemido do Batman.

- Tudo ótimo. Eu acabei de atirar no Batman. Isso é melhor do que terapia! HÁ HÁ HÁ! – Arlequina ri.

Ren dispara pelo cemitério, para trás fica apenas seu espectro eletrificado e uma trilha de névoa cortada por seus passos. Rapidamente ele chega ao local onde a criatura se escora em uma árvore e ainda lamenta a dor. E sem pensar duas vezes, desfere vários golpes com sua espada.

Onikaze usa Ryu Kan Sen Arashi: Destreza 4 + Armas Brancas 3 (Dif: 6) = 2 sucessos.
Batman Vampiro: Sem ação.
Onikaze (Dano: Força 3 + 6D + 2D) = 6 sucessos.

Onikaze usa Ryu Kan Sen Arashi: Destreza 4 + Armas Brancas 3 (Dif: 6) = 2 sucessos.
Batman Vampiro: Sem ação.
Onikaze (Dano: Força 3 + 6D + 2D) = 4 sucessos.

Onikaze usa Ryu Kan Sen Arashi: Destreza 4 + Armas Brancas 3 (Dif: 6) = 6 sucessos.
Batman Vampiro: Sem ação.
Onikaze (Dano: Força 3 + 6D + 2D) = 5 sucessos.

Onikaze usa Ryu Kan Sen Arashi: Destreza 4 + Armas Brancas 3 (Dif: 6) = 2 sucessos.
Batman Vampiro: Sem ação.
Onikaze (Dano: Força 3 + 6D + 2D) = 8 sucessos.

Segurando a katana profana na lateral do corpo, Ren avança contra o vampiro com quatro giros que lhe ajudam a causar ainda mais dano em seu adversário. O inimigo é profundamente cortado, sem sequer perceber, sem ter direito a defesa.

E antes mesmo que os cortes se abram, Ren desaparece, surgindo ao lado de Arlequina de uma forma que sua garota talvez nem tenha notado que ele saiu do lugar. Olhando para Kazeshini, o assassino percebe que a lâmina negra vai absorvendo o sangue da criatura e se satisfazendo.

Off: Ren não gasta Energia para movimentos extras. A Força da Aceleração tornou isso obsoleto.


Iniciativa:

1° Batman Vampiro: Raciocínio + Prontidão + 1D = 20
2° Anouke: Raciocínio 2 + Prontidão 3 + 1D ( 8 ) = 13
2° Onikaze: Raciocínio 3 + Prontidão 3 + 1D (7) = 13
3° Capuz Vermelho: Raciocínio + Prontidão + 1D = 9
4° Arlequina: Raciocínio + Prontidão + 1D = 8



Status:
Onikaze: Pontos de Vida 15 / Energia 5

Sekhen: Pontos de Vida 59 / Energia 1

Capuz Vermelho: Pontos de Vida 20 / Energia 1

Arlequina: Pontos de Vida 10 / Energia 0

Batman Vampiro (Hemorragia x4): Pontos de Vida ?? -33 / Energia ?? -3
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 296
Data de inscrição : 06/05/2016

Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Onikaze em Dom Jun 18, 2017 6:53 pm

Para que fazer planos se tenho Arlequina do meu lado, ela com sua sorte ou não, jamais saberia identificar mas ficava feliz por ter ela ao meu lado.

Sua ajuda me faz localizar o vampiro maior e consigo acerta-lo varias vezes, por surpresa minha não atinjo com tudo que posso, mas sinto kazeshini se satisfazer e não é pouco.

"Amiga, esse sangue é para você, consegue localiza-lo agora?" digo para Kazeshini.

_Harley, muito obrigado, consegui acertar a criatura algumas vezes e sei que você sabe o que isso significa. - digo mostrando a ela Kazeshini saboreando o sangue do suposto Batman.

Digo suposto pois os outros não eram dessa forma, fisicamente e mentalmente falando não eram tão espertos o que poderia ser recém transformados, isso me leva a pensar que esse morcego não é novato e o Batman mesmo infectado quando o amuleto chegou aqui, não seria possível essa transformação.

_Sekhen, nosso adversário está ferido e sangrando, mas ele não perde o foco. -digo isso apontando para onde o acertei.

Ele iria atacar, tinha que fazer isso, se esperasse a morte seria certa, então ele viria era certo.

Usava minha força de aceleração para proteger, iria caso ele atacasse Arlequina ou a mim iria defender os ataques que viessem e surgindo oportunidade contra atacar, porém se ele atacasse Sekhen eu iria novamente atacar, mas seriam 5 ataques dessa vez.


Off: todos os ataques caso aconteçam Ryu Kan Sen Arashi
avatar
Onikaze

Mensagens : 78
Data de inscrição : 22/08/2016

Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com/t34-ren-o-demonio-do-ve

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Art012 em Seg Jun 19, 2017 4:16 pm

O bastardo é esquivo, não encontro ele a principio, decido voltar a atenção para a garota, nessa hora ele decide atacar, suas garras me ferem, mas nada me machuca mais do que o fato de estar incapaz de fazer qualquer coisa contra algo tão baixo, Set está certo, minha servitude é inútil...



Paro e fico olhando o local ao redor, precisava me concentrar,mas para que? por que? Começo a sentir aquela presença sombria de novo, porem antes que escute qualquer coisa pudinzinho chega e me traz de volta ao dizer que o feriu e que ele está atras de uma arvore sangrando, lembro da pergunta dele e digo depois de olhar um pouco ao redor;



-Somos três contra um aqui, não deve ser difícil se agirmos assim, pudinzinho ele vai vir atrás da garota, ele não é mais rápido que sua velocidade, mas o tempo de reação dele para ser melhor treinado, espere ele agir, defenda a garota e faça o que for preciso e você...



Me dirigindo a Arlequina, olho uns 3 segundos para garota que está sorrindo, olho sem entender o porque do sorriso dela e digo;



-Faça o que sabe fazer para acertar esse batbobo como diz, eu vou ver se acho ele, se eu localizar atire nele como se não ouve-se amanhã, se o chapéu vier falar besteira pra você, eu vou engolir ele vivo.



Ele esta sangrando, o pouco tempo e o desespero serão uma grande motivação, temos que ser precisos.



Off: Investigar as manchas de sangue para achar o batbobo, caso ele não esteja mais onde pudinzinho disse, caso localize eu aviso a eles.
avatar
Art012

Mensagens : 63
Data de inscrição : 19/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Tony.Wiz em Seg Jun 19, 2017 8:12 pm

Estávamos em vantagem... Mas o inimigo se mostrava claramente superior... Mesmo em ataque massivo, ele ainda resistia...

Vejo que o dispositivo explode em seu corpo, mas mesmo assim ele se mostra muito ágil para conseguir se esquivar do meu golpe...

Raios... Vc realmente muito persistente...

Mas meu ataque me colocou em uma situação desfavorável... Vejo Batgirl vestir uma armadura que estava na capsula... Aquela talvez fosse a unica chance...

Asa Noturna... Se puder me dar uma mãozinha... Quero encerrar isso com minhas mãos...

Avanço de encontro a Azrael... Confiava que Asa Noturna iria me proteger... Ou... Iria tomar uma bronca daquelas de Zatanna quando ela conjurasse meu espirito...

Ergo novamente o martelo... E iria desferir um golpe em Azrael...

Corisco
avatar
Tony.Wiz

Mensagens : 77
Data de inscrição : 19/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por siouxsie. em Qua Jun 21, 2017 9:29 pm

Visto minha armadura, mas não dava tempo de atacar. Dick conseguiu atacar, mas pouco. Azrael escapou da magia de Theo mais uma vez.

“Mas que cara chato. Isso ta durando demais”

Ele era mais rápido, mas msm assim eu não ia perder meu tempo me defendendo. Aquela armadura iria me proteger.

- Vai pagar pelo o que fez a essas pessoas!

Tiro um batrangue e atiro nele.
avatar
siouxsie.

Mensagens : 55
Data de inscrição : 20/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Admin em Ter Jun 27, 2017 2:43 pm

Onikaze e Sekhen:
 
Batman Vampiro se oculta: Destreza + Furtividade (Dif: 6) = 1 sucesso.
 
 
Anouke estava perdida naquela luta, em milênios de guerra, jamais enfrentou um inimigo tão esquivo, e isso dificultava bastante as ações da guerreira. Mas Onikaze surge de repente, dizendo que encontrou a criatura e onde ela estava. Essa era hora de mudar um pouco as coisas.
 
Sekhen procura: Percepção 3 + Investigação 2 (Dif: 4) = 4 sucessos.
 
A névoa que circunda o solo do cemitério não conseguia penetrar entre as árvores, tornando o solo perfeitamente visível para a caçadora. Isso lhe permite chegar ao ponto indicado por seu parceiro, onde o solo revolvido denunciava algum tipo de batalha.
 
Ali, manchas de sangue negro sujava as folhas, irrigava a terra, e mais do que isso, constituía uma verdadeira trilha até uma árvore distante, que não parecia ser diferente das outras, a não ser por um detalhe: o pedaço de uma capa negra sendo soprado pelo vento...
 
 
Em meio a toda sorte de planos falhos, foi a loucura de Arlequina que levou Ren a encontrar o Batman, e após quase esquartejar o inimigo, ele retorna para o lado de sua garota, onde era seguro, oferecendo o sangue arrancado da criatura para a sua espada.
 
“Não estou viva, não posso senti-lo. Mais sangue!”
 
- Ah, que isso. O que uma garota não faz pelo seu pudinzinho. – Diz Arlequina, beliscando carinhosamente a bochecha de Ren.
 
Ren era cauteloso desta vez. O aviso do Capuz Vermelho fora preciso ao alertar que a criatura atacaria o mais vulnerável do grupo. Então, ao lado de Arlequina, ele empunha a sua espada mais uma vez, mas agora para protegê-la. E após as ordens de Sekhen, a garota faz o mesmo, mantendo-se ao lado de Ren e apontando suas armas para diferentes direções.
 
 
Capuz Vermelho procura: Percepção + Investigação (Dif: 6) = 4 sucessos.
 
Jason estava oculto, mas de olho em toda a situação. Ele havia ouvido os tiros, e logo em seguida ouvido o grito da criatura. O Batman havia se escondido, mas não tão bem desta vez, e em um teste rápido, ele encontrou seu mentor vampirizado.
 
Capuz Vermelho atira: Destreza + Armas de Fogo (Dif: 6) = 5 sucessos.
Batman Vampiro: Sem ação.
Capuz Vermelho (Dano: 5D + 5D) = 6 sucessos.
 
Capuz Vermelho atira: Destreza + Armas de Fogo (Dif: 6) = 6 sucessos.
Batman Vampiro: Sem ação.
Capuz Vermelho (Dano: 5D + 6D) = 5 sucessos.
 
O Batman ainda estava concentrado em se esconder quando Capuz Vermelho chega a cena, e a criatura sequer consegue sentir a presença do justiceiro. Jason tinha agora o inimigo exposto bem a sua frente, e com dois tiros, deixa o Batman ainda mais ferido, curvado sobre o chão.
 
 
Iniciativa:
 
1° Batman Vampiro: Raciocínio + Prontidão + 1D = 19
2° Capuz Vermelho: Raciocínio + Prontidão + 1D = 15
3° Anouke: Raciocínio 2 + Prontidão 3 + 1D ( 8 ) = 13
3° Onikaze: Raciocínio 3 + Prontidão 3 + 1D (7) = 13
4° Arlequina: Raciocínio + Prontidão + 1D = 9



Status:

Onikaze: Pontos de Vida 15 / Energia 5




Sekhen: Pontos de Vida 59 / Energia 0




Capuz Vermelho: Pontos de Vida 20 / Energia 1




Arlequina: Pontos de Vida 10 / Energia 0




Batman Vampiro (Hemorragia x4): Pontos de Vida ?? -48 / Energia ?? -3



 
Guardião e Batgirl:
 
Azrael usa Chute para Trás: Destreza + Briga + 2D (Dif: 6) = 6 sucessos.
Asa Noturna defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 3 sucessos.
Azazel (Dano: Força) = 11 sucessos.
 
Azrael usa Golpe com o Cotovelo: Destreza + Briga (Dif: 6) = 5 sucessos.
Asa Noturna defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = Nenhum sucesso.  
Azazel (Dano: Força + 2D) = 5 sucessos.
 
Azrael usa Chute Saltado: Destreza + Briga + 3D (Dif: 6) = 13 sucessos.
Asa Noturna defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 7 sucessos.
Azazel (Dano: Força) = 5 sucessos.
 
Girando seu corpo e lançando um chute para trás, Azrael acerta Asa Noturna com uma força tamanha que o atira contra a parede a alguns metros de distância. Em seguida, ele dá um grande salto, atingindo o rapaz com o cotovelo na clavícula. E por último, mas não menos cruel, um chute saltado na cara, que joga o Asa Noturna para o alto e o faz cair desacordado sobre o chão.
 
- Mudou a roupa, mas continua sendo uma criança, garoto prodígio. – Zomba o inimigo.
 
 
Azrael usa Golpe Desintegrador: Destreza + Briga (Dif: 6) = 6 sucessos.
Guardião: Sem ação.
Azazel (Dano: Força +2D) = 8 sucessos.
 
Azrael usa Pontos Secretos: Destreza + Briga (Dif: 6) = 10 sucessos.
Guardião: Sem ação.
Azazel (Dano: Força +3D) = 8 sucessos.
 
Theo pedira ao Asa Noturna para protegê-lo enquanto preparava uma magia, e o aliado concordara, fazendo tudo que pôde. Mas Azrael era um monstro, e conseguiu derrotar o Asa Noturna com uma sucessão incrível de ataque, deixando o mago exposto.
 
Theo não tinha o que faz, e só pôde assistir enquanto Azrael deslocava seu braço com um único soco, e num golpe usando apenas dois dedos em seu ponto nervoso, ele lhe causa uma dor extrema. A mago não resiste, e acaba caindo também. Era o fim da linha para Theo.
 
 
Mesmo vendo seus aliados caírem um a um, Siouxsie decide não se defender dos devastadores ataques de Azrael. O inimigo vem em sua direção, extremamente ágil com aquela armadura, mas a Batgirl saca um batrangue do cinto.
 
Azrael usa Golpe Desintegrador: Destreza + Briga (Dif: 6) = 5 sucessos.
Batgirl: Sem ação.
Azrael (Dano: Força + 2D) = 5 sucessos.
Batgirl (Absorção: 3D) = 1 sucesso.
 
Azrael usa Chute Saltado: Destreza + Briga + 3D (Dif: 6) = 4 sucessos.
Batgirl: Sem ação.
Azazel (Dano: Força +3D) = 2 sucessos.
Batgirl (Absorção: 3D) = 1 sucesso.
 
Azrael usa Voadora Lateral: Destreza + Briga (Dif: 3) = 7 sucessos.
Batgirl: Sem ação.
Azrael (Dano: Força)= 7 sucessos.
Batgirl (Absorção: 3D) = 2 sucessos.
 
Azrael usa Pontos Secretos: Destreza + Briga (Dif: 6) = 8 sucessos.
Batgirl: Sem ação.
Azrael (Dano: Força + 3D) = 7 sucessos.
Batgirl (Absorção: 3D) = 1 sucesso.
 
Azrael não demonstra a menor piedade, nem quando seu adversário é uma garota. Seus golpes são devastadores, e mesmo vestindo sua armadura, Siouxsie começa a sentir sua vida se esvaindo. Sua armadura já começa a apresentar algumas rachaduras e pane elétrica. Porém, a Batgirl ainda bem o bastante para tentar um último ataque.
 
Batgirl atira: Destreza 9 + Armas Brancas 3 (Dif: 6) = 7 sucessos.
Azrael: Sem ação.
Batgirl (Dano: 3D + 7D + 7D) = 9 sucessos.
Azrael (Absorção: 3D) = 3 sucessos.
 
Com o inimigo bem a sua frente e sem mais ações, Siouxsie não encontra problemas em acertá-lo com seu batrangue bem no peito. Azrael primeiro sente a dor da perfuração, e logo em seguida vem a pequena explosão que chega a abrir um pequeno rombo em sua armadura. Agora era um contra um, ambos os guerreiros bastante feridos!
 
 
Iniciativa:
 
1° Azrael: Raciocínio + Prontidão + 1D = 14
2° Batgirl: Raciocínio 3 + Prontidão 3 + 1D (5) = 11




Status:

Batgirl: Pontos de Vida 7 (+9) / Energia 0 / Força de Vontade 1




Guardião (Desmaiado)




Asa Noturna (Desmaiado)




Azrael: Pontos de Vida ?? -45 Pvs / Energia 0 / ?? -2 FdV
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 296
Data de inscrição : 06/05/2016

Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Art012 em Sex Jun 30, 2017 3:01 pm

Mil pensamentos me passam pela cabeça agora, seria táo facil se tivese prestado mais atenção, maldito, 3 ou 5 golpes com atenção não seriam mais que o necessário para matar esse bastardo, mas mesmo que eu desse  mais 300 golpes a esmo antes, de nada adiantaria.



Estava frustrada, mesmo depois de encontrar ele, maldito gosta de arvores, deve ter algo com lugares altos e está ferido, apenas olho, me dirigindo para pudinzinho eu digo:



-Essa presa eu já perdi, ele está lá ainda, arranque a cabeça dele por min, eu fico com a garota aqui.



Querendo ou não teria que me adaptar a esse novo mundo, ou quebra-lo até que ele me quebre, tenho que pensar, dizem que é necessário se perder para achar lugares que não se encontra, eu já estou perdida, agora falta achar o rumo.



Off: 

Defender a garota caso ele tente atacar.

Caso ele tente fugir, eu salto com um soco em cima dele.

Ação opcional, caso a luta termine, eu investigo o lugar por pistas do amuleto.
avatar
Art012

Mensagens : 63
Data de inscrição : 19/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por siouxsie. em Dom Jul 02, 2017 12:01 pm

Não! Azrael derrubou Dick e Guardião. Agora eu estava sozinha contra ele.
 
“Calma eu posso fazer isso. Bruce agora diria “concentre-se”
 
É o que eu faço. Tento controlar a minha respiração e focar em uma forma de atacar ele da melhor maneira possível.
 
“Eu ainda estou bem fisicamente e a armadura pode me proteger. Acho que agüento pelo menos um soco”
 
Tiro mais um batrangue do meu cinto, espero ele me atacar e depois lanço nele.
 
Off: Se der, gasto esse último ponto de fv pro dano. 

_________________
avatar
siouxsie.

Mensagens : 55
Data de inscrição : 20/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Tony.Wiz em Seg Jul 03, 2017 11:05 am

O Materlo crepitava em minhas mãos... Via o meu alvo avançar rapidamente... Sorrio... Asa Noturna iria segura-lo... Mas então algo acontece...

Azrael se mostrava forte demais... Em 3 golpes ele consegue derrubar Asa Noturna... E surge a minha frente...

Merda... De fato, ele é um oponente do Batman... Não podíamos esperar nada menos que isso...

Tento mover o martelo para atingi-lo, mas ele era mais rápido... Seu soco me deixa sem ar... E então ele me atinge com dois dedos... Sinto minhas pernas falharem... Minha magia se desfaz... Meu corpo todo pesa... Olho para a Batgirl...

Confio em vc... Vc vai vencer!

Tudo começa a ficar escuro... Pisco os olhos e vejo minha irmã ao fundo da catedral...

Irmã... Eu ainda vou te encontrar...

Então tudo fica escuro...
avatar
Tony.Wiz

Mensagens : 77
Data de inscrição : 19/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Onikaze em Ter Jul 04, 2017 12:14 am

Tudo acontece muito rápido, menos para mim. Enquanto preocupo-me em proteger Arlequina ouço o barulho dos tiros. Sabia que Kazeshini havia feito um grande estrago e seu efeito era algo fora do comum e aqueles tiros, bom tinha quase certeza que eram de misericórdia.

Contudo o alvo era um Batman ainda que um vampiro era o Batman ou alguma copia dele e se tiveram tanto trabalho era por algo que valeria a pena, então ainda não baixo a guarda, sabia que mesmo agonizando ele poderia ter um ultimo truque.

Mantinha minha postura de defesa para mim e Arlequina, enquanto ouço Sekhen dizer que a defenderia, confio na palavra dela apesar de esquentada era uma guerreira e tinha honra.

Preparo-me para correr até ele e atacar mais quatro vezes e volto para o lado de Arlequina, porém se ele já estiver morto pego o cinto de utilidades e volto para a posição inicial.

Tinha porém outra preocupação, acreditava que essa cena no cemitério era somente uma distração, a corte pelo temor de Harley, era muito perigosa e não era tão fraca assim.

_________________
avatar
Onikaze

Mensagens : 78
Data de inscrição : 22/08/2016

Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com/t34-ren-o-demonio-do-ve

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Admin em Qui Jul 06, 2017 2:39 pm

Sekhen e Onikaze:
 
Batman Vampiro ataca: Destreza + Briga (Dif: 6) = 2 sucessos.
Capuz Vermelho desvia: Destreza + Esquiva (Dif: 6) = 4 sucessos.
 
Batman Vampiro ataca: Destreza + Briga (Dif: 6) = 9 sucessos.
Capuz Vermelho desvia: Destreza + Esquiva (Dif: 6) = 5 sucessos.
Batman Vampiro (Dano: Força) = 7 sucessos.
 
Batman Vampiro ataca: Destreza + Briga (Dif: 6) = 8 sucessos.
Capuz Vermelho desvia: Destreza + Esquiva (Dif: 6) = 3 sucessos.
Batman Vampiro (Dano: Força) = 5 sucessos.
 
Próxima da morte, a criatura entra em desespero, e ao invés de se esconder, ela avança sobre aqueles que estavam mais próximos. Capuz Vermelho desvia do primeiro ataque desajeitado com um salto para trás, mas o vampiro era mais rápido, rasgando sua face e em seguida seu peito com as unhas.
 
Batman Vampiro ataca: Destreza + Briga (Dif: 6) = 9 sucessos.
Sekhen defende: Destreza 20 + Esquiva 3 (Dif: 6) = 5 sucessos.
Batman Vampiro (Dano: Força) = 6 sucessos.
 
Batman Vampiro ataca: Destreza + Briga (Dif: 6) = 2 sucessos.
Sekhen defende: Destreza 20 + Esquiva 3 (Dif: 6) = 10 sucessos.
 
Batman Vampiro ataca: Destreza + Briga (Dif: 6) = 2 sucessos.
Sekhen defende: Destreza 20 + Esquiva 3 (Dif: 6) = 10 sucessos.
 
Batman Vampiro ataca: Destreza + Briga (Dif: 6) = 4 sucessos.
Sekhen defende: Destreza 20 + Esquiva 3 (Dif: 6) = 15 sucessos.
 
Em seguida, a criatura parte para cima de Anouke, mas a guerreira não estava desprevenida. Embora tenha sofrido um primeiro ataque devastador, com as unhas do vampiro novamente atingindo sua face, a leoa defende os outros três com relativa facilidade.
 
Agora a criatura estava exposta, parada a sua frente tão ferida que não conseguia dar mais do que dois passos. Seria tão fácil esmagá-la que a ideia se tornou tentadora, mas antes que Anouke erguesse suas mãos para isso, o Batman Vampiro cai de joelhos, a cabeça baixa. Aquela agitação selvagem dava lugar agora a um silêncio lúgubre estranho àquela criatura. E com um olhar minucioso, era fácil perceber que ela estava morta, finalmente.
 
- Bom trabalho, ainda que a sorte tenha nos favorecido. – Diz o Capuz Vermelho, pressionando seus ferimentos e se aproximando o corpo do vampiro.
 
Pela primeira vez, Anouke via o estranho aliado sem o seu capuz. Embora agisse como um justiceiro habilidoso e experiente, não era mais do que um garoto de no máximo vinte e cinco anos. E para tornar a cena ainda mais estranha, ele se agacha próximo ao vampiro, abraçando seu corpo e derramando algumas lágrimas que se misturam ao sangue em sua face.
 
- O que houve com você? – Ele murmura para o cadáver.
 
 
Pela primeira vez em sua vida, Ren sentia que havia chegado atrasado. Com a espada desembainhada, pronta para cortar a criatura mais uma vez, ele se depara com uma cena surpreendente. O Batman Vampiro estava caído de joelhos, morto, e Capuz Vermelho (sem o capuz), segurava o corpo da criatura como se tivesse algum apreço por aquela coisa que poderia tê-los matado.
 
Os espólios de guerra estavam ali para os vencedores, e Onikaze sabia que o cinto de utilidades do Batman seria um item de extrema ajuda para aquela missão. Mas talvez esse não fosse o momento ideal para pegá-lo. Arlequina se aproxima por trás, segurando sua mão ao contemplar aquela cena.
 


Capuz Vermelho (Sem máscara):




 
Batgirl e Guardião:
 
Theo não era feito para uma briga corpo-a-corpo. Embora tivesse alguma noção sobre Kung Fu, ele se viu impotente ante os golpes de Azrael. O soco metálico esmagando seu ombro, aqueles dois dedos atingindo pontos vitais que afeitavam seus nervos com uma dor desumana. E enfim a abençoada inconsciência.
 
Mas assim que Theo cai na escuridão da insconsciência, algo o desperta. Duas mãos geladas como pedra seguram seu rosto e o erguem, e quando ele abre os olhos, vê a sua irmã com um rosto desfigurado e assustador, que o desperta para uma vontade absurda de berrar.
 
- Olha o que Umar fez comigo... – Ela diz, a voz cavernosa. – Gotham fará o mesmo com você! 
 
 
Azrael usa Golpe com o Cotovelo: Destreza + Briga (Dif: 6) = 5 sucessos.
Batgirl: Sem ação.
Azrael (Dano: Força + 2D) = 8 sucessos.
Batgirl (Absorção: 3D) = 2 sucessos.
 
Na catedral feita de campo de batalha, restava de pé nada mais do que a Batgirl, talvez a última vigilante de Gotham, e o louco Azrael, sempre manipulado pela ordem de São Dumas, e agora um perigoso aliado da Corte. O inimigo avança, correndo na direção de Batgirl e dando um salto. Ao ver essa cena, ela abdica de atacar e atira mais um batrangue contra seu alvo, e devido a essa brecha, o cotovelo dele lhe acerta com força, danificando ainda mais a sua armadura.
 
Batgirl atira: Destreza 9 + Armas Brancas 3 (Dif: 6) = 5 sucessos.
Azrael: Sem ação.
Batgirl (Dano: 3D + 7D + 5D +3D por Fdv) = 10 sucessos.
Azrael (Absorção: 1 sucesso)
 
- Você é fraca, garota. Ainda mais fraca do que o pobre Robin. – Azrael se vangloria após o seu ataque.
 
Mas então ele finalmente ouve um pequeno bip insistente em seu ouvido, e quando nota, há um batrangue fincado no ombro esquerdo de sua armadura, com uma luzinha em vermelho piscando com cada vez mais intensidade.
 
Primeiro, ocorre a explosão do batrangue, e em seguida, a explosão da armadura que o inimigo usava. O impacto empurra Batgirl para trás, e chamas se alastram pela nave da catedral. Dessa intensa fogueira, um corpo carbonizado emerge, arrastando-se pelo chão feito um inseto. Aquilo era Azrael, sua carne consumida, seus cabelos totalmente queimados.
 
- Lutaram bem... Mas não importa mais o que faça, a cidade já é deles... Sempre foi. – Diz ele, pouco antes de cair morto. 




Azrael (Sem máscara):

avatar
Admin
Admin

Mensagens : 296
Data de inscrição : 06/05/2016

Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Onikaze em Sex Jul 07, 2017 10:09 pm

A luta havia acabado, esse Batman Vampiro havia sido um verdadeiro guerreiro, mas pecou em subestimar esse grupo, cada um a sua maneira conseguiu eliminar um area de ação dele e assim saímos vitoriosos.

Vejo Capuz segurando  o corpo do nosso oponente, um sinal de respeito, já havia visto isso no Japão, quando um oponente digno era derrotado o vencedor o honrava, mas aqui tinha algo pessoal eu podia notar, mas nada falo. Mantenho-me atrás de Capuz parado sem dizer uma só palavra, respeitando aquele momento. Arlequina segura minha mão observando a cena, creio que até mesmo ela estava pesarosa, afinal foram alguns anos de combate como inimigos. Eu de certa forma entendia, ao fundo via Manji* observando a cena,    entendíamos aquilo que o símbolo representava, era muito maior que eu poderia supor.

_Ele era a alma dessa cidade, vivia nas sombras para que os inocentes pudessem admirar a luz, um exemplo para todos nós - digo olhando para Arlequina - me promete que vamos conseguir seguir esse caminho?

Afasto-me deixando Capuz e Batman, puxo Arlequina comigo:

_Venha, deixe-me ver como você está. - digo sorrindo e sem a máscara. -  você foi formidável e essencial, obrigado.

Então a beijo e fico abraçado com ela, aguardando Capuz.


off: *Manji mentor espiritual do Ren

Manji

_________________
avatar
Onikaze

Mensagens : 78
Data de inscrição : 22/08/2016

Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com/t34-ren-o-demonio-do-ve

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por siouxsie. em Dom Jul 09, 2017 10:37 am

Eu tava exalsta pq a luta exigiu de mim tanto física quanto mentalmente. Depois que ouço o que azrael diz, caio de joelhos sentindo meu corpo td pesado.
 
“É isso que o Bruce enfrenta tds os dias? Como ele agüenta?
 
Não importava, agora eu... (olha pro Dick e pro Theo caídos) ... Não, nós somos os últimos guardiões de Gotham. Me levanto como posso, cambaleando até meus amigos. Iria tentar reanimar eles e tirar eles de perto das chamas se fosse necessário.
 
- Acordem, nós precisamos ir! 

_________________
avatar
siouxsie.

Mensagens : 55
Data de inscrição : 20/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Tony.Wiz em Seg Jul 10, 2017 9:30 pm

Sinto as mãos geladas em meu rosto... Desperto assustado...

Vejo o rosto de minha irmã... O que quer que aquilo fosse... O grito vem em minha garganta mas não sai...

Ouço as suas palavras... Gotham... Umar...

Meu mestre havia me alertado... Gotham não é uma cidade qualquer... Eu achei que era apenas para me assustar...

Olho para minha irmã e falo...

Eu vou limpar essa cidade... Vou ser o seu guardião! E então eu vou salvar vc... Eu juro, não existe entidade nesse mundo que me faça parar de tentar... Eu vou ter você comigo! Minha irmã!


Toco em seu rosto enquanto falo para ela... Eu tinha que viver, para poder resgatar ela e essa cidade... Tinha que me tornar o guardião que minha irmã precisava que eu fosse é que essa cidade precisava também...
avatar
Tony.Wiz

Mensagens : 77
Data de inscrição : 19/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Art012 em Ter Jul 11, 2017 6:57 pm

Observo a cena, esse seja lá o que com certeza nos deu trabalho, mas grande parte foi falha minha de não ter agido como devia, seja lá oque foi, não ira se repetir, assim espero, enquanto a esse cara, chapeuzinho é só um garoto, porque não segue com sua vida ao invés de ficar se arriscando assim, imagino que vocês (me referindo a Set e Wep) saibam por que alguém sacrificaria a vida por esse lugar...



Por que ele sente a perda deste ser, hmm simbolismo talvez, mesmo esse sendo algum ser totalmente diferente do que devia, ele ainda sente, hmpf humanos, acho que nunca vou entender por que fazem isso, penso enquanto olho aquilo, seria patético se não fosse trágico, qual é o problema desse lugar.



Me viro olhando ao redor, sei que ainda não havia acabado, ainda tínhamos curiosos e a policia lá fora, e ainda tinha que procurar por alguma pista, qualquer pista, sei que o chapéu estava sentindo a perda, mas ficar segurando aquilo não vai nos ajudar em nada.




-Huhuhu insensível como sempre, está assim por que ele, ou isto, te despistou sem problemas ou por que eles fizeram seu trabalho?  Alias não se preocupe você não é a unica entidade aqui que não fez nada, o cachorro irresponsável do seu mentor também não mexeu um dedo, Hmpf devia escolher melhor suas amizades daqui pra frente...



Set devia estar se divertindo muito vendo isso, de qualquer forma, ainda temos coisa a fazer ele pode esperar,



-Hm sei que deve ser difícil, mas precisamos dar um fim nesse corpo antes que alguém veja e ache que esse era ele. - Tento não ser insensível, mas tenho que ser logica.



Me viro e vou tentar achar alguma pista, mas duvido que ache qualquer coisa, tem pedaços para todos os lados... Olho pro chapéu e pergunto...



-Antes que eu passe o resto da noite revirando esses pedaços, pode dizer se tem chance de algum deles carregar alguma pista do amuleto? - Só quero resolver isso o quanto antes, com ou sem a ajuda dele eu vou encontrar.



Vamos lá, procurar alguma coisa, esse lugar está uma bagunça, mas isso é só um detalhe perto do que tínhamos pela frente.



Off: investigar o lugar, se o capuz indicar algum ponto eu começo por lá.
avatar
Art012

Mensagens : 63
Data de inscrição : 19/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Admin em Ter Jul 18, 2017 11:38 pm

Onikaze e Sekhen:
 
O mundo dos homens era um oceano de incompreensão para Anouke. Ela não sabia por que alguém tão jovem como Capuz estava metido em uma batalha tão perigosa, ou mesmo porque ele pranteava a perda daquela besta que nem cinco minutos atrás estava colocando a vida de todo mundo em risco.
 
Coube a ela apenas aceitar, seus modos se tornando mais tolerantes, sua mente mais aberta à compreensão. Porém, a noite não acabou, nem mesmo os problemas. Agora que tudo estava em silêncio, ela podia sentir a presença dos humanos inquietos do lado de fora dos muros, ainda tentando entender o que se passava dentro da necrópole onde a luta ocorreu. Era preciso agir rápido, ela ainda precisava encontrar o amuleto, e se aquelas pessoas decidissem entrar, colocariam seu plano a perder.
 
- Você está certa... – Diz o Capuz Vermelho, enxugando as lágrimas com as luvas e deitando o corpo do Batman sobre o chão. – Não sobrou nada deles. Ren os mandou pelos ares com as minhas granadas. Mas quando eu os rastreei até aqui, os vi trazendo o tal amuleto. Investiguem o lugar, eu vou dar um jeito nesse corpo.
 
Capuz não havia indicado nenhum ponto, mas o cemitério não era tão grande assim. Com sua agilidade, Anouke o circunda em menos de três minutos. Na área dos túmulos, nada de importante, porém, nos fundos do lugar ela encontra um pequeno casebre, que com certeza pertencia ao responsável por aquele lugar.
 
Com a absoluta certeza de que não havia ninguém lá dentro, ela entra, abaixando-se para passar pela porta. O fato de não ter ninguém agora não significava que ela não encontraria nada, e isso se confirma quando em um dos pequenos cômodos, ela se depara com velas apagadas, incensos ainda lançando um perfume doce no ar e um círculo cheio de hieróglifos em sua borda. Algum tipo de antiga magia egípcia havia sido executada naquele lugar.
 
 
Ao ver a estranha proximidade entre o Capuz Vermelho e o Batman, Ren estranha bastante, mas evita fazer perguntas. O aliado era um criminoso e o inimigo um guardião implacável da cidade. Porém, os papéis haviam se invertido por completo, com o Batman se tornando uma fera perigosa e o Capuz agora agindo como um protetor para Gotham.
 
Mesmo sem compreender, o oriental se afasta, aproximando-se do que realmente lhe importa. Alheia a cena, Harley brincava com sua arma cantarolando uma música boba como se os perigos que enfrentaram naquela noite não significassem nada. Não, ela não tinha nervos de aço como Ren, era a loucura que a protegia.
 
- Podíamos fazer isso mais vezes. – Ela diz após o beijo. – Não que eu não goste de sair para jantar ou dançar. Mas eu realmente senti falta de atirar em alguém. – Ela ri.
 
Com ela estava tudo bem, era possível que Arlequina ainda aguentasse mais cem batalhas como aquela. Mas talvez o mesmo não fosse possível para Capuz, que com muito esforço cavara uma cova para o Batman e depositou seu corpo no interior. Em silêncio, ele diz adeus ao cadáver e volta a cobrir o buraco sem demonstrar cansaço ou pedir por ajuda.
 
E quando tudo parecia em paz, eis que feixes de luz de lanternas começam a cruzar o cemitério, e latido de cães começam a ser ouvidos a uma certa distância. No céu, um helicóptero com um poderoso holofote começa a se aproximar.
 
- Segundo a minha experiência, essa é a hora de darmos o fora. – Diz Arlequina.
 
- Sekhen ainda não voltou de sua busca, temos de encontrá-la. – Alerta o Capuz.  
 
 
Batgirl e Guardião:
 
Siouxsie sente seu corpo pesado, mal a respondendo. Somente o apoio da armadura a mantinha de pé. Em pensar que todas as suas noites seriam assim a partir de agora, já que o verdadeiro guardião da cidade estava morto. Como ele aguentava?
 
Um passo de cada vez, ela caminha na direção de seus amigos, afastando-os das chamas no centro da catedral, mesmo elas sendo inofensivas. Com a força da armadura, ela ergue Asa Noturna e Guardião, ambos desmaiados, mas não era preciso carregá-los. A porta da catedral é novamente aberta, e lá de fora, Gordon surge com um efetivo de policiais, que preenchem o lugar dando uma suposta segurança para um grupo de paramédicos entrarem logo em seguida.
 
- Você está bem? – O comissário pergunta. – A equipe médica cuidará de seus amigos agora.
 
É o que acontece. Os três são levados para o lado de fora e devidamente medicados entre um grupo de ambulâncias estacionadas, onde estavam também alguns dos reféns que foram salvos. Analgésicos são aplicados, assim como curativos e pontos. Isso não os deixaria novos em folha, mas com um pouco de descanso talvez um dia estivessem saudáveis novamente.
 
Dick finalmente acorda em sua maca, e mesmo ainda tonto, parece absorver com rapidez o ambiente a sua volta. Ao longe, o comissário Gordon tentava manter os curiosos, os repórteres e até mesmo alguns policiais longe do trio, como se os estivesse protegendo. Porém, isso se torna difícil quando o prefeito da cidade surge em uma limusine, exigindo se aproximar do grupo, que poderia ser preso a qualquer instante.
 
- Temos que dar o fora... Agora. – Dick alerta.
 
 
Mesmo diante de um terror que sempre lhe perseguia, Theo ainda enxergava a sua irmã por trás do monstro disforme. Por isso, ao invés de gritar, o mago sustenta os olhos sobre Erika, e lhe faz promessas que só poderá cumprir quando for poderoso o bastante. E embora promessas de nada valham, isso parece funcionar de alguma forma, pois a imagem de sua irmã volta a ser a da bela garota de outrora.
 
- Não! Desista enquanto há tempo. Viva bem, Theo. Nem eu e nem os nossos pais queremos isso para você. Saia da cidad... – Ela dizia.
 
Mas o sonho termina, pois Theo é finalmente reanimado quando seu corpo salta com o uso do desfribilador. Noite, ar gelado, uma cacofonia de vozes indecifráveis tanto perto quanto longe. A visão está embaçada, mas é fácil reconhecer uma enfermeira negra de certa idade examinando suas retinas. Ao virar sua cabeça, ele reconhece os cabelos ruivos da Batgirl e o traje negro de Asa Noturna. Eles pareciam conversar, até que ele disse algo sobre precisarem sumir o quanto antes.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 296
Data de inscrição : 06/05/2016

Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Onikaze em Qua Jul 19, 2017 2:25 pm

Arlequina continuava a mesma:

_Eu sei e compreendo, essa emoção também me satisfaz e ao seu lado admito ficou muito melhor.

Quando Capuz se aproxima falando sobre enterrar o corpo do Batman, falo com ele em um Tom tranquilo, mas firme:

_Preciso do cinto, sei que é algo de valor, mas essa luta ainda não acabou, sinto que essa noite ainda vai ser longa e enquanto os responsáveis por essa tragédia não forem pegos sei que você não vai desistir e espero que aceito ao seu lado a minha ajuda assim como a de Arlequina.

Caso ele não se oponha entrego o cinto para Arlequina, mas deixando claro:

_Assim que isso acabar, devolveremos para o Capuz.

Dou uma respirada e vou até Manji:

_Sensei, o que está acontecendo aqui? Pode me ajudar em algo?

Concentro-me controlando minha respiração, sentia que Kazeshini estava triste por ter acabado o sangue.

_Certo, vamos atrás dela e sair daqui é facil, porém tem algo que não se encaixa. - digo antes de seguir a direção que Anouke foi.

_________________
avatar
Onikaze

Mensagens : 78
Data de inscrição : 22/08/2016

Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com/t34-ren-o-demonio-do-ve

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Art012 em Qua Jul 19, 2017 4:08 pm

Ele parece ter entendido, mesmo que eu não compreenda, ele compreendeu, Nut ainda cruzava os céus, o frio do lugar nos envolvia como o silencio que nos dizia que ao menos por hora, estávamos sós, a segurança ainda era tão distante quanto o verdadeiro motivo por traz de tudo isso, um passo de cada vez na noite, investigo e busco o lugar, não sobrou muito para olhar, como ele diz, mas diante do nada, qualquer coisa era um passo inicial, e enquanto ele cuida do que precisa ser feito, eu ando pelo lugar, sei que não temos tempo, logo os homens da lei desse lugar poderiam passar pela confusão ali, mas temos que olhar com calma, mas sem imprudência.



Num canto escuro, um casebre, imagino que seja do vigia deste lugar, hmm pelo que ouve aqui, se ele não saiu correndo, então deve estar espalhado com os outros corpos no chão, de qualquer forma, entro no lugar sem preocupação do que possa estar lá, se tivesse algo, com certeza já teria feito alguma coisa, o cheiro delicado no ar, para criar um estado de espirito ou para afastar o cheiro de morte que nos rodeava, no chão, um circulo ritualístico com hieroglifos, rituais de outras épocas, alguns sinais eu conheço, outros tenho que observar melhor, não sou especialista em magia, mas tenho que tentar entender...



Apoio um joelho no chão e observo de perto os símbolos, hmm pelas garras ensanguentadas de Shezmu, porque eu continuo tentando compreender essas coisas sem ter uma base de conhecimento, como usar a biblioteca de Alexandria para investigar ciência contemporânea, conhecimento antigo é bom, mas inútil se for a unica coisa, você me disse que seria difícil naquele sonho não foi Wep. me disse que eu não compreenderia.



 Quando no sonho que tive depois que esses malditos me apagaram, antes de vir para cá, me mostrou num lugar isolado perto de um rio cercado por mato, o vento corria, mas em direção as sombras para o lado mais escuro alem do mato onde as feras se escondem, eu estava contra o vento, como presa eu estava exposta, não entendi que eu poderia ser a presa, mas quando sé o que sou, difícil imaginar o que possar ser seu predador, em especial nós, criadas com todo aquele poder, e mesmo assim os homens nos enganaram, hoje não sou o que era naquela época, não tenho aquela força, compreender esse tipo de coisa é o básico do mais simples, "esperança não lhe trará liberdade", liberdade da prisão que estou em não compreender uma era para qual não fui feita para existir, como uma presa a beira do rio contra o vento, todos sabem que você esta lá, e você acha que está só... Eu não saberia perceber se eu estive-se em perigo encaras as coisas de outra perspectiva, hienas podem matar leões, mas não sem arriscarem perder a vida.



“Avise aos outros. Um anjo da morte, um demônio do sangue e um parricida cruzaram os portais.” 



Dizia a mensagem, se isso for um portal, eu imaginava que eles trariam perigos de épocas ou planos que eu conheça, mas trouxeram um vigilante corrompido pelo visto, isto é se as noticias que o tal Batman morreu forem reais, hmm os outros dois não estão por perto com certeza, se forem coisas como essas, e se esse ser veio mesmo de um portal, desse simbolo, tenho que olhar... Tantas coisas, tão pouco tempo e nenhuma certeza, as hienas foram mais rápidas, mas o quão mais rápidas?



Off: Investigar o lugar.
avatar
Art012

Mensagens : 63
Data de inscrição : 19/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Tony.Wiz em Qua Jul 19, 2017 6:10 pm

As minhas palavras soavam fracas... Sabia que só iria conseguir resgatar a minha irmã quando dominasse as artes arcanas...

Mas nunca desistirei...

Vejo a sua face se tornar novamente a da minha irmã... Ela me pede para desistir... Mas eu sorrio para ela... Isso nunca iria acontecer...

Nunca... Vc é minha pekena

Meu sentidos voltam a tona... Sons, luzes... Respiro fundo... Instintivamente movo a minhã mão, mas vejo que era uma enfermeira a cuidar de mim...

Obrigado!

Me sento e olho para Asa Noturna e Batgirl... Ela havia conseguido! Sorrio para ela e falo...

Ual... Duas noites seguidas eu desmaio na sua frente... Isso vai dar uma má impressão... Parabéns e Obrigado!

Ouço Asa Noturna falar que precisávamos sair dali... Ainda iriamos ter uma longa noite... E meus ossos pareciam ser feitos de vidro...

Os chamo a um canto e abro o portal para o local onde estacionamos os veículos... Com todos esses policiais não poderíamos investigar a cena...

Temos que averiguar o local... O amuleto pode estar aqui... Mas ainda existem dois locais sob ataque na cidade... Suas cidade... Suas regras!

Sabia que o amuleto havia sido usado naquele local... Mas ainda existiam civis em perigo e a policia poderia atrapalhar aqui... Deixaria a escolha por aqueles que já cuidavam da cidade...
avatar
Tony.Wiz

Mensagens : 77
Data de inscrição : 19/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por siouxsie. em Dom Jul 23, 2017 9:40 am

Com a ajuda do Gordon a gente foi levado pela equipe medica e recebemos os cuidados. Não era isso que eu queria, o Batman nunca aprovaria, mas tanto eu quanto meus amigos precisávamos de cuidados.
 
“Ainda temos um problemão pela frente equase não sobrevivemos a esse...”
 
Fico de olho pra que nenhum enfermeiro tente tirar as mascaras deles, as pessoas sempre tentam isso, então Dick acorda e me diz algo que eu já tava pensando antes.
 
- Seria legal ficar e dar umas bifas nesse prefeito pela forma como ele administra a cidade, mas concordo com vc.
 
Olho pra trás pensando em como sairíamos daqui com o Theo apagado, mas ele acorda tbm, falante como sempre.
 
- Rlx fofo isso acontece. Vc ta bem?
 
Theo fala sobre averiguarmos o lugar na busca do amuleto. Não gosto mtu da ideia pq tínhamos a torre Wayne pra ir e lá a coisa tava ruim tbm, não gosto de investigação, sou uma mulher de ação, mas sou obrigada a concordar.
 
- Eu diria: foda-se o amuleto, vamos surrar os bandidos. Mas já sei que sou voto vencido.
 
Caso não tivéssemos uma saída, jogo uma bomba de fumaça no chão, seguro Theo e lanço uma batgarra na direção do telhado da catedral. 

_________________
avatar
siouxsie.

Mensagens : 55
Data de inscrição : 20/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 8 de 11 Anterior  1, 2, 3 ... 7, 8, 9, 10, 11  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum