Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Página 7 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Admin em Ter Abr 18, 2017 12:07 am

Onikaze e Sekhen:

Ren pensava estar bem oculto, quando uma daquelas criaturas o percebe e tenta atacá-lo. Sorte a dele Sekhen ter bloqueado todos os golpes formidavelmente, aquele vampiro poderia estraçalhá-lo sem dificuldade. Seu esconderijo estava comprometido agora, então só restava ao oriental atacar sem piedade.

Onikaze ataca: Destreza 4 + Armas Brancas 3 (Dif: 6) = 7 sucessos.
Garra Vampiro 5 desvia: Destreza + Esquiva (Dif: 6) = 6 sucessos.
Onikaze (Dano: Força 3 + 6D + 2D) = 5 sucessos.

Onikaze ataca: Destreza 4 + Armas Brancas 3 (Dif: 6) = 4 sucessos.
Garra Vampiro 5 desvia: Destreza + Esquiva (Dif: 6) = 2 sucessos.
Onikaze (Dano: Força 3 + 6D + 2D) = 7 sucessos.

Onikaze ataca: Destreza 4 + Armas Brancas 3 (Dif: 6) = 4 sucessos.
Garra Vampiro 5 desvia: Destreza + Esquiva (Dif: 6) = 3 sucessos.
Onikaze (Dano: Força 3 + 6D + 2D) = 8 sucessos.

Onikaze ataca: Destreza 4 + Armas Brancas 3 (Dif: 6) = 2 sucessos.
Garra Vampiro 5 desvia: Destreza + Esquiva (Dif: 6) = Nenhum sucesso.
Onikaze (Dano: Força 3 + 6D + 2D) = 9 sucessos.

Usando sua velocidade, Ren se aproxima do vampiro 5, surgindo a frente do inimigo como num passe de mágica até para seus olhos vampíricos. Então o velocista, brandindo Kazeshini, atravessa o corpo do vampiro quatro vezes no espaço de um único segundo.

Onikaze se oculta: Destreza 4 + Furtividade 2 (Dif: 6) = 6 sucessos.

Novamente Ren dispara como um raio, desaparecendo na escuridão do cemitério e ocultando-se atrás de estátua de um anjo. Somente dali ele começa a ver os resultados de seus ataques, pois assim que se oculta, o corpo do vampiro começa a expelir o sangue de vários cortes e seus pedaços vão desmoronando sobre o chão.

“Mais!” sussurra Kazeshini.


Capuz Vermelho atira: Destreza + Armas de Fogo (+1 por especialização) (Dif: 6) = 5 sucessos.
Garra Vampiro 4 tenta perceber: Percepção + Prontidão (Dif: 4) = 2 sucessos.
Garra Vampiro 4: Sem ação
Capuz Vermelho (Dano: 5D + 5D) = 5 sucessos.

Jason encontra uma criatura ainda distraída com ele na multidão de inimigos e puxa o gatilho. O barulho é bem alto, mas a criatura não consegue discernir a tempo de onde vem. Enquanto o vampiro olha de forma estúpida para os lados, a bala atinge sua cabeça, fazendo-a explodir com pedaços de cérebros e jorros de sangue manchando tudo em volta.


Arlequina atira: Destreza + Armas Brancas (Dif: 6) = 7 sucessos.
Vampiro 13: Sem ação.
Arlequina (Dano: 8D + 7D) = 6 sucessos.

Harleen percebe na multidão que um dos vampiros se encontrava totalmente perdido em meio a batalha. Ele ainda não havia percebido os outros membros do grupo que atacavam de surpresa, o que lhe deixava totalmente vulnerável. A loira então sorri de forma insana e lança contra ele uma saraivada que o atinge pelas costas, ferindo-o moderadamente.


- Tenho, mas não posso sair jogando bombas com vocês no campo de batalha! – Capuz Vermelho responde.

Sekhen começava a sentir certa improdutividade naquela batalha. Internamente, Set a perturbava, enquanto externamente ela continua vendo aqueles vampiros de pé, ameaçando a todos com seus guinchos e dentes. Mas de qualquer forma, desistir não era uma opção. Sendo assim, Anouke é novamente estratégica.

Garra Vampiro 6 ataca: Destreza + Briga (Dif: 6) = 6 sucessos.
Sekhen defende: Destreza 4 x5 + Briga 3 (Dif: 6) = 11 sucessos.

Garra Vampiro 7 tenta perceber: Percepção + Prontidão (Dif: 4) = 3 sucessos.
Garra Vampiro 7 ataca: Destreza + Briga (Dif: 6) = 2 sucessos.
Sekhen defende: Destreza 4 x5 + Briga 3 (Dif: 6) = 13 sucessos.

Garra Vampiro 8 tenta perceber: Percepção + Prontidão (Dif: 4) = 3 sucessos.
Garra Vampiro 8 ataca: Destreza + Briga (Dif: 6) = 3 sucessos.
Sekhen defende: Destreza 4 x5 + Briga 3 (Dif: 6) = 14 sucessos.

Garra Vampiro 12 tenta perceber: Percepção + Prontidão (Dif: 4) = 6 sucessos.
Garra Vampiro 7 ataca: Destreza + Briga (Dif: 6) = 2 sucessos.
Sekhen defende: Destreza 4 x5 + Briga 3 (Dif: 6) = 6 sucessos.

Garra Vampiro 14 ataca: Destreza + Briga (Dif: 6) = 3 sucessos.
Sekhen defende: Destreza 4 x5 + Briga 3 (Dif: 6) = 16 sucessos.

Garra Vampiro 15 tenta perceber: Percepção + Prontidão (Dif: 4) = 4 sucessos.
Garra Vampiro 15 ataca: Destreza + Briga (Dif: 6) = 5 sucessos.
Sekhen defende: Destreza 4 x5 + Briga 3 (Dif: 6) = 10 sucessos.

Garra Vampiro 16 tenta perceber: Percepção + Prontidão (Dif: 4) = 7 sucessos.
Garra Vampiro 16 ataca: Destreza + Briga (Dif: 6) = 3 sucessos.
Sekhen defende: Destreza 4 x5 + Briga 3 (Dif: 6) = 2 sucessos.
Garra Vampiro 16 (Dano: Força) = 3 sucessos.

Garra Vampiro 17 tenta perceber: Percepção + Prontidão (Dif: 4) = 5 sucessos.
Garra Vampiro 7 ataca: Destreza + Briga (Dif: 6) = 4 sucessos.
Sekhen defende: Destreza 4 x5 + Briga 3 (Dif: 6) = 11 sucessos.

Garra Vampiro 18 tenta perceber: Percepção + Prontidão (Dif: 4) = 2 sucessos.

Garra Vampiro 19 tenta perceber: Percepção + Prontidão (Dif: 4) = Falha Crítica.

Garra Vampiro 20 ataca: Destreza + Briga (Dif: 6) = 3 sucessos.
Sekhen defende: Destreza 4 x5 + Briga 3 (Dif: 6) = 22 sucessos.

Anouke novamente cede sua ação as criaturas, prevendo que muitas delas atacarão ao mesmo tempo e separadamente o grupo. E por mais fracos que esses vampiros baixos sejam em relação a uma divindade como ela, para os humanos que a acompanhava naquela noite, eles eram um perigo.

Com uma agilidade absurda, Anouke consegue mover-se pelo campo de batalha, protegendo-se e protegendo também seus companheiros de ataques devastadores. Somente um ataque, em um momento de distração, consegue superar sua defesa. O vampiro 16 estava prestes a estraçalhar Arlequina, e suas garras acabam cortando a carne de Anouke.

- Uou, valeu por essa. Acho que isso faz de nós as melhores amigas agora... – Diz Arlequina com uma voz doce, impressionada pelo sacrifício de Anouke. - ... E ninguém mexe com as minhas amigas! – Ela termina com uma voz intimidadora, colocando o cano da arma na cabeça do vampiro que tentara feri-la.

Sekhen usa Golpe Devastador: Destreza 4 x5 + Briga 3 (Dif: 6) = 12 sucessos.
Garra Vampiro 19: Sem ação.
Sekhen (Dano: Força 4 x5 + 4D) = 13 sucessos.

Anouke sequer fica para ver o que a maluca faria ao inimiga, salta como uma leoa caçadora na direção do vampiro 19 e o atinge com um poderoso golpe com o joelho bem no estômago. A criatura guincha de dor e cambaleia para trás, um pouco atordoada pelo impacto.


Iniciativa:

1° Onikaze: Raciocínio 3 + Prontidão 3 + 1D ( 8 ) = 14
2° Capuz Vermelho: Raciocínio + Prontidão + 1D = 14
3° Arlequina: Raciocínio + Prontidão + 1D = 14
4° Sekhen: Raciocínio 2 + Prontidão 3 + 1D (5) = 10
5° Garras Vampiros: Raciocínio + Prontidão + 1D = 8


Status:
Onikaze: Pontos de Vida 15 / Energia 5

Sekhen: Pontos de Vida 65 / Energia 1

Capuz Vermelho: Pontos de Vida 20 / Energia 1

Arlequina: Pontos de Vida 10 / Energia 0


Garras Vampiros:

1 (Morto)
2 (Morto)
3 (Morto)
4 (Morto)
5 (Morto)
6: ?? -10 Pvs
7: ?? -5 Pvs
8: ?? -5 Pvs
9 (Morto)
10 (Morto)
11 (Morto)
12: ?? Pvs
13: ?? -6 Pvs
14: ?? Pvs
15: ?? Pvs
16: ?? Pvs
17: ?? Pvs
18: ?? Pvs
19: ?? -13 Pvs
20: ?? Pvs


Batgirl e Guardião:


Asa Noturna ataca: Destreza + Armas Brancas (+1 por especialização) (Dif: 6) = 5 sucessos.
Garra Assassino 13: Sem ação.
Asa Noturna (Dano: Força + 2D + 2D) = 5 sucessos.

Asa Noturna ataca: Destreza + Armas Brancas (+1 por especialização) (Dif: 6) = 5 sucessos.
Garra Assassino 13: Sem ação.
Asa Noturna (Dano: Força + 2D + 2D) = 8 sucessos.

Asa Noturna ataca: Destreza + Armas Brancas (+1 por especialização) (Dif: 6) = 7 sucessos.
Garra Assassino 13: Sem ação.
Asa Noturna (Dano: Força + 2D + 2D) = 6 sucessos.

Em meio a queda da cortina de fumaça, Dick percebe um alvo confuso em meio a nave, ainda olhando em volta na busca da posição do grupo. E como o Batman o ensinou, ele aproveita a vantagem, acertando três golpes com seus bastões que desmaiam aquele infeliz.


Theo agora tinha a direção de onde o verdadeiro arquiteto do ataque à catedral se encontrava, mas não precisava ser um guerreiro para saber que antes precisaria resolver o problema com os garras espalhados pelo salão. Assim, ele novamente executa sua magia.

Guardião usa Colisão de Mundos: Espaço 5 + Energia 7 (+3D por FdV) (Dif: 6) = 8 sucessos.
Garra Assassino 12 tenta perceber: Percepção + Prontidão (Dif: 6) = 1 sucessos.
Garra Assassino 15: Sem ação.

Quando Theo fez as dimensões se distorcerem ao redor dos inimigos, o garra 12 percebeu tarde demais, enquanto o garra 15 estava totalmente perdido. Ambos são enlaçados pelas forças dimensionais ao seu redor e lançados violentamente um contra o outro, explodindo em um impacto devastador para seus corpos.


Siouxsie sentia que a batalha estava praticamente ganha, restando não mais do que um punhado de inimigos que estavam à mercê dos ataques do grupo. Ela vê quando Dick derruba mais um e quando Theo deixa outros dois bastante feridos, então avança sobre seu alvo.

Batgirl ataca: Destreza 4 + Briga 3 (-1D por fadiga) (Dif: 6) = 3 sucessos.
Garra Assassino 11 tenta perceber: Percepção + Prontidão ( Dif: 8 ) = Nenhum sucesso.
Batgirl (Dano: Força 3 + 1D + 2D) = 3 sucessos.

Siouxsie corre na direção do alvo mais ferido entre os que sobraram, porém, sente seus músculos pesados e as câimbras ameaçando afetá-la. Com um pouco mais de dificuldade, ela consegue acertar o garra distraído, quase o desmaiando com o soco com que lhe acerta.


Garra Assassino 14 tenta perceber: Percepção + Prontidão ( Dif: 8 ) = 4 sucessos.
Garra Assassino 14 ataca: Destreza + Armas Brancas (Dif: 6) = 5 sucessos.
Asa Noturna: Sem ação.
Garra Assassino (Dano: Força + 1D) = 3 sucessos.

Dos cinco garras que ainda restavam de pé, um se manteve incólume, e prestando a atenção aos sons dos passos e as sombras se movimentando pelas paredes, ele consegue detectar Asa Noturna, superando sua invisibilidade e rasgando sua costela com as lâminas em seu punho. Dick grita ante a dor dilacerante.


Iniciativa:

1° Guardião: Raciocínio 3 + Prontidão 3 + 1D (9) = 15
2° Garras Assassinos: Raciocínio + Prontidão + 1D = 13
3° Asa Noturna: Raciocínio + Prontidão + 1D = 10
4° Batgirl: Raciocínio 3 + Prontidão 3 + 1D (3) = 9



Status:
Batgirl (Escudo Invisível, Invisível, Veloz e Visão de Primórdio): Pontos de Vida 7 / Energia 2 / Força de Vontade 0

Guardião (Invisível e Visão de Primórdio): Pontos de Vida 10 / Energia 1

Asa Noturna (Insível, Veloz e Visão de Primórdio): Pontos de Vida 20 / Energia 2

Garras Assassinos:

1 (Desmaiado):
2 (Desmaiado):
3 (Desmaiado):
4 (Desmaiado):
5 (Desmaiado):
6 (Desmaiado):
7 (Desmaiado):
8 (Desmaiado):
9 (Desmaiado):
10 (Desmaiado):
11: ?? -11 Pvs
12: ?? -8 Pvs
13 (Desmaiado)
14: ?? Pvs
15: ?? -8 Pvs
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 218
Data de inscrição : 06/05/2016

Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Tony.Wiz em Qua Abr 19, 2017 6:03 pm

A batalha já se estendia... Havia conseguido tirar as crianças do local mas ainda existiam reféns...

Preciso tirá-los daqui... Isso é apenas o começo... Preciso terminar logo isso...

Vejo quando Asa Noturna consegue derrubar um dos oponentes, a Batgirl parecia cansada ao desferir o golpe contra seu oponente... Pareciamos estar dominando a situação completamente...

Mas logo um dos garras desfere um corte contra Asa Noturna, e vejo o sangue surgir manchando o solo da catedrão...

Desgraçado... Está na hora de vc dar um passeio...

Movo as mãos criando um circulo a minha frente...

Com a Mão de Kruphix, Senhor dos horizontes... Lhe envio para longe... Onde seu mão não possa me tocar...

Iria enviar o garra que atingiu Asa Noturna para um ponto qualquer na Siberia... Sabia que ele demoraria um pouco para voltar de lá....

Teleporte - Garra 14
avatar
Tony.Wiz

Mensagens : 61
Data de inscrição : 19/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por siouxsie. em Dom Abr 23, 2017 11:34 am

Eram mts inimigos, eu já estava ficando cansada e meus golpes claramente mais lentos. Porcaria, se o Batman não ficasse pegando no meu pé sobre matar, essa luta já estava ganha.

“Bruce nem está mais aqui e eu ainda to seguindo as regras dele. Devem ter feito uma lavagem cerebral em mim com esse papo de justiça”

Dick é ferido de novo, mas eu não tenho nem força pra ir ajudar ele, mal consigo dar conta do palhaço na minha frente. Merda. Dou um golpe desintegrador no garra assassino 11, usando meu soquete pra acertar um gancho nele.
avatar
siouxsie.

Mensagens : 38
Data de inscrição : 20/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Onikaze em Seg Abr 24, 2017 1:43 pm

Isso estava demorando, mas eu iria testar a inteligência das criaturas.


Passava correndo usando um Ryu Kan Sen Arashi, para cortar o que tentou acertar Harley , passaria por Capuz e pegaria uma de suas granadas e do outro lado um pouco afastado do grupo de inimigos e aliados, chamaria atenção deles com um Do Ryu Sen e gritaria:

_ Vampiros sedentos de sangue? São imprestáveis e caem um a um, aqui estou para me pegarem. Não são nada perto do Demônio do Vento.

Manteria meu corpo ao lado de uma lápide para deixar a imagem e a granada deixaria ativa atrás da lápide para que eles não a vissem, ativaria quando estivessem se aproximando e sairia de perto.


off: uso fdv para aumentar os dados da finta

Usaria uma finta para deixar uma imagem residual e me esconderia,
avatar
Onikaze

Mensagens : 61
Data de inscrição : 22/08/2016

Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com/t34-ren-o-demonio-do-ve

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Art012 em Qua Abr 26, 2017 5:12 pm

O tempo passava rápido, assim como nossa energia, se esgotava rapidamente, eram em grande numero, mas eu tinha que tentar defende-los, não me custaria ataca-los a custa de levar umas pancadas, mas não posso deixar esse pessoal exposto, cocegas para min podem  ser golpes devastadores para eles.



Escuto o agradecimento da garota, sinto o sorriso de Set abrir de maneira discreta, ela diz que somos "melhores amigas", não consigo esquecer que todas que já reclamaram esse titulo, hoje estão enterradas e esquecidas, pode ser coincidência ou acaso do destino, tudo que consigo responder no meio da confusão é:



-Cuidado com as palavras garota, o tempo e o destino enterram todos os que decidiram estar ao meu lado e levaram todos que se importaram comigo, aceito sua amizade, mas  cuidado ao fazer essa escolha.



Talvez o mais ironico disso é que nem a solidão consegue ficar ao meu lado por muito tempo, sempre encontro uma ou outra alma que insiste em querer aprender ou ficar ao meu lado quando andopelo deserto e as montanhas, simples erro da criatura de acreditar que uma divindade precisa de companhia, sinto por um momento que pensei isso em sincronia com a voz de Set, o que estou fazendo...



Alias o que pudinzinho esta fazendo? Olho pelo lugar e vejo ele parado lá no  meio, um muro pode te proteger enquanto você fica atrás dele, se você decide se expor, nada ele poderá fazer, ele foi mais rápido que eu, um risco que ele assumiu olho pra aquilo  e digo pro chapeuzinho:



-Eu ia me oferecer de isca para eles virem em cima e você atirar neles, mas parece que pudinzinho acha que consegue segurar, com aquela faca de cozinha dele.



Tudo que posso fazer é defender eles, pudinzinho teria que segurar o risco, a situação estava estagnada, isso poderia, trazer uma diferença na maré, a questão, sera que chapeuzinho vai ter colhões pra atirar neles com pudinzinho de isca, não que razões ele não tenha para isso de qualquer forma.



Off: defender eles e deixar pudinzinho a própria sorte, ele assumiu  risco.



Off: Ação opcional, se pudinzinho falhar na finta eu defendo ele.
avatar
Art012

Mensagens : 50
Data de inscrição : 19/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Admin em Sex Abr 28, 2017 11:19 pm

Guardião e Batgirl:


Apesar da vantagem que conseguiram naquela batalha, Theo ainda vê uma situação tensa a sua frente. Ele havia conseguido mover as crianças para um local seguro, mas ainda havia reféns dentro da catedral. Contudo, antes que ele pudesse pensar no que fazer para ajudá-los, o mago vê Asa Noturna em apuros.

Guardião usa Teleporte: Espaço 5 + Energia 7 (Dif: 6) = 9 sucessos.
Garra 14 tenta perceber: Percepção + Prontidão (Dif: 6) = 3 sucessos.
Garra 14 tenta escapar: Destreza + Esquiva (Dif: 6) = 4 sucessos.

Ao ver o parceiro de equipe em apuros, Theo usa o seu controle sobre o espaço para criar um campo dimensional ao redor do inimigo que o atacava. O garra até percebe a distorção sentindo o frio da Sibéria do outro lado desta passagem, mas ele é lento se comparado as habilidades do mago. O inimigo acaba tragado para o outro lado do mundo, restando em seu lugar apenas alguns flocos de neve da tempestade.


Garra Assassino 11 tenta perceber: Percepção + Prontidão ( Dif: 8 ) = Nenhum Sucesso.

Garra Assassino 12 tenta perceber: Percepção + Prontidão ( Dif: 8 ) = Nenhum Sucesso.

Garra Assassino 15 tenta perceber: Percepção + Prontidão ( Dif: 8 ) = Nenhum Sucesso.

Os três assassinos que restaram, mais alertas, olham para todos os lados, procurando por seus alvos, mas naquela confusão de movimentos rápidos, são incapazes de localizá-los, ficando novamente a mercê dos ataques do grupo.


Asa Noturna ataca: Destreza + Armas Brancas (+1D por especialização) (Dif: 6) = 7 sucessos.
Garra Assassino 15: Sem ação.
Asa Noturna (Dano: Força + 2D + 2D) = 8 sucessos.

Mesmo ferido, Dick se mantém muito ativo no combate. Ele vê que o inimigo a sua frente some, e num raciocínio rápido, atribui isso à magia de Guardião. Então parte para atacar um novo inimigo, e com um giro rápido, acerta seu bastão na nuca do Garra 15, o desmaiando.


Siouxsie finalmente toma consciência de sua exaustão. Seu corpo exigia descanso, mas a luta não parecia ter fim. Sentindo seus movimentos pesados e mais lentos, ela continua na batalha, tentando derrubar de uma vez aquele Garra que lhe dava tanto trabalho.

Batgirl usa Golpe Desintegrador: Destreza 4 + Briga 3 (-1D por fadiga) (Dif: 6) = 3 sucessos.
Garra 11: Sem ação.
Batgirl (Dano: Força 3 + 1D + 2D + 2D) = 4 sucessos.

O inimigo a sua frente já estava seriamente ferido, e Siouxsie contribui para levá-lo ao chão quando lhe acerta um gancho no queixo. Ele cai desajeitadamente sobre o carpete vermelho da catedral, assustando alguns reféns que assistiam aquilo, e não se levanta mais, estava desmaiado.


Restava agora apenas um Garra de pé, mas o trio sequer preciso se colocar a postos para enfrentá-lo. Ao ver seu raptor em total desvantagem, os reféns da catedral começam a se levantar de seus bancos para cercá-lo. Ele chega a ergue suas garras, mas é tarde demais. Os reféns começam a linchá-lo diante da imagem de Deus.

Só o que resta daquele homem é um corpo espancado sobre o chão. Não se sabe se ele está vivo ou morto depois daquele linchamento. O trio de heróis percebe que a invisibilidade se desfez quando os reféns se voltam para eles e começam a cercá-los. Mas diferente do tratamento dado ao Garra, aquelas pessoas abraçam, beijam e choram junto a Theu, Siouxsie e Dick.

- Por quê? – Questiona um mais exaltado, subindo sobre o altar. – Por que continuamos a rezar para um Deus cego ao nosso sofrimento quando somente o Batman vem em nosso socorro? Gotham foi abandonada pela luz há muito tempo, irmãos. Quem nos enviou estes três jovens foram as trevas! Queimem suas bíblias. Orem pelo Morcego!

Este homem cruza as mãos diante de si, aproveitando o fogo das velas para fazer uma mímica com sombras e reproduzir a imagem do morcego sobre a parede. Relutantes e assustados, todos começam a fazer o mesmo.



Onikaze e Sekhen:

Ren sentia que as vantagens trazidas pela estratégia do Capuz acabaram, que não eram mais eficazes agora que os vampiros reassumiram o controle. Então ele bola um plano para enganar seus inimigos tenta criar a sua própria estratégia.

Onikaze usa Ryu Kan Sen Arashi: Destreza 4 + Armas Brancas 3 (Dif: 6) = 5 sucessos.
Garra Vampiro 16 tenta perceber: Percepção + Prontidão (Dif: 4) = 7 sucessos.
Garra Vampiro 16 tenta esquivar: Destreza + Esquiva (Dif: 6) = Falha Crítica.
Onikaze (Dano: Força 3 + 6D + 2D) = 11 sucessos.

Arlequina estava sobre o muro, com uma submetralhadora apontada para a criatura que tentou atacá-la. Mas Ren era tão rápido que atingiu aquele vampiro muito antes de sua garota puxar o gatilho. O vampiro percebeu, e até que tentou se desviar, mas acabou enrolado nas próprias asas, o que facilitou ainda mais o corte de Kazeshini.

Em seguida, Ren passa pelo Capuz Vermelho, e sem que o mesmo sequer se desse conta, ele enfia sua mão na jaqueta do aliado e retira dela três granadas. Tudo ao redor acontecia em câmera lenta para o Demônio do Vento, seus aliados ainda faziam gestos para seus movimentos enquanto o velocista negro ia de um lado para o outro bem a vontade no campo de batalha.

Onikaze então desacelera, chamando a atenção daqueles vampiros com provocações e um ataque a esmo. Por estar vulnerável e em evidência, todos aqueles seres se voltam para ele e o acompanham enquanto ele some mais uma vez e aparece em uma lápide próxima.

Onikaze tenta finta: Destreza 4 + Esportes 2 (+3D por FdV) = 5 sucessos.
Garras Vampiros tentam perceber: Percepção + Prontidão (Dif: Cool = 1 sucesso.

As criaturas não toleram o desafio daquele ser que elas vêem como um mero saco de sangue, e irritadas, todas elas voam em sua direção. Com um plano já traçado, Ren vibra o seu corpo e sai em disparada, deixando para trás as granadas e uma imagem residual sua com um sorriso malicioso. Consigo, ele leva apenas os pinos.

Granadas (Dano: 20D x3) = 53 sucessos
Garras Vampiros: Sem ação.

Os vampiros ignorantes se amontoam como uma ninhada sobre a imagem residual de Ren, sem sequer suspeitar da armadilha. E durante aquele segundo em que eles mordem e rasgam o nada, as três granadas explodem em conjunto, mandando terra, lápide, vampiros e até defunto pelos ares.


Anouke já se preparava para proteger o grupo de mais uma leva de ataques, quando ela percebe que deveria proteger a si mesma de uma poderosa explosão. Pelo o que seus reflexos puderam acompanhar, Onikaze pegou as granadas do Capuz Vermelho e preparou uma armadilha para as criaturas.

Agora, uma nuvem de poeira encobria o ar, e pedaços nojentos daqueles vampiros choviam sobre as cabeças de todos. A explosão foi o suficiente para destruir todos aqueles inimigos de uma só vez, mas a que preço?

- O Onikaze conseguiu? Mas eu não estou vendo ele em lugar algum. Será que...? – Questionava o Capuz, olhando para Sekhen com uma expressão trágica.

- Pudinzinho? – Clama Arlequina, o coração apertado temendo o que parecia óbvio. – Pudinzinhooooooooo! – Ela grita pelo cemitério.



avatar
Admin
Admin

Mensagens : 218
Data de inscrição : 06/05/2016

Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Art012 em Sab Abr 29, 2017 3:45 pm

Isso tinha que terminar cedo ou tarde, tento acompanhar para defende-los, mas logo quando a oportunidade surge, eu estava pronta para sacrificar esse corpo, mas antes que eu possa fazer qualquer coisa, pudinzinho decide se usar como isca, eu já avisei para não fazer essas coisas, mas se uma vez não bastou, não sera a segunda que funcionara.



Percebo o que ele fez, talvez o que chapeuzinho poderia ter feito antes ao deixar todas elas cegas no começo desse combate, mas dessa vez com um custo, pudinzinho carrega as granadas que estavam com o chapéu, e se usa como isca, não há o que fazer.



No momento que percebo o que ele fez, tudo fica claro por um instante, do barulho ensurdecedor, o que resta é um zumbido temporário, abafando os sons do lugar, escuto os pedaços caindo, sinto o cheiro de pólvora e carne podre queimada, a nuvem era espessa, ardia nos olhos, mas logo começo a voltar a realidade, difícil identificar qualquer coisa nesse estado, logo escuto os gritos da Arlequina ao fundo, abafados mas logos ganhando nitidez, com uma voz preocupada por traz da maquiagem antes destemida e despreocupada ela grita por ele.



Entre a fumaça e chuva de pedaços ao nosso redor, escuto a voz de chapeuzinho me perguntando com uma expressão trágica no olhar, ele preocupado? Quem diria, já vi explosões como essa, geralmente não sobra muita coisa, mas arrancar a esperança deles é algo que não posso fazer, fora que ainda não havia acabado, ainda havia o ser que criou essas coisas, olho um pouco ao redor, levanto meu capuz e digo olhando os destroços:



-Ele já nos enganou antes, por que agora deveria ser diferente?- digo também me perguntando.



Então olho faço um sinal para que fiquem e digo;



-Fiquem onde eu possa vê-los, vou dar uma olhada, não se esqueçam que o responsável por esses seres deve estar por perto, pudinzinho sabe que essa seria uma péssima hora para brincar de esconde-esconde, e que é deselegante deixar sua amada preocupada assim.



Ando ao redor das tumbas próximas a procura dele, sem me afastar ou tira os dois de vista, mantenho meu capuz pois acho que talvez algum curioso resolva vir ver o que foi esse Boom, vamos ver quem surge por traz da nuvem de poeira.



Off: Procurar o que sobrou (se é que sobrou algo) do pudinzinho, sem tirar a vista de Arlequina e Chapeuzinho e de olho ao redor, caso algo resolva usar essa loucura como oportunidade para nos atacar.
avatar
Art012

Mensagens : 50
Data de inscrição : 19/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Onikaze em Sab Abr 29, 2017 7:04 pm

Consigo acertar o oponente que ameaçava Harley, e pegar as granadas, estava feliz que meu plano fluía, era interessante ver os movimentos de todos, dava para imaginar o que cada um faria, seus gestos, olhares e emoções simultâneas eram para mim quase um quadro.

Meu chamado deu certo, então esses oponentes eram em meio a frenesi bestas que não pensam, duvido que o líder estivesse aqui e caísse fácil nesse ardil.

As granadas explodem levando os oponentes e alguns túmulos, consigo perceber que Capuz e Harley não são afetados pelos destroços e Sekhen consegue se defender, isso me alivia, mesmo ela em seu estilo orgulhoso e sério era uma pessoa legal, não conseguia imaginar o que ela tinha passado, mas sabia que o sofrimento e o sentimento de falha, por terem roubado o artefato dela contribuiram para esse jeito dela.

Escondo-me, sabia que não havia acabado e um fator surpresa poderia ajudar na luta. Concordava com Sekhen que não deveria fazer isso com Harley, mas era necessário para a luta e ela entenderia, Capuz certamente entenderia a estratégia.

Mantinha-me escondido e afastado, do outro lado da explosão onde imaginava que me procurariam, porém atento para não ser surpreendido pelo maior, aquele vulto descrito por Capuz.

avatar
Onikaze

Mensagens : 61
Data de inscrição : 22/08/2016

Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com/t34-ren-o-demonio-do-ve

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por siouxsie. em Dom Abr 30, 2017 11:48 am

A luta contra aqueles garras finalmente acaba, então me jogo cansada sobre um dos bancos da catedral, deitada pra tomar um fôlego. Sobre aquele garra ser linchado eu não ligo.

“Se o Dick quiser, ele que faça alguma coisa”

Enquanto descanso vejo que os reféns estavam meio que pirando na batatinha sobre renegar deus e começam a reverenciar o Batman.

- Quando o Alfred souber disso, vai ser melhor para o Bruce estar morto.
avatar
siouxsie.

Mensagens : 38
Data de inscrição : 20/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Tony.Wiz em Ter Maio 02, 2017 2:37 pm

Consigo executar com Maestria o portal para enviar o garra ao extremo do mundo...

Espero que ele não cause problemas lá... Mas com esse frio... É bem capaz de virar picolé antes...

Quando vejo que os refens se erguem para atacar o garra avanço para a Nave... Vejo quando um deles se pronuncia dizendo que o morcego é um deus... Uso da minha magia para fazer todo o salão se iluminar...

Que os raios de Pelor, senhor da luz... Expulse as trevas...

Olho serio para ele...

Não somos Deuses... E nem ansiamos a ser chamados como tal... Apenas pessoas como vocês... Que ajudam a cidade como podem... Se são professores, medicos, artistas ou engenheiros... Usem seus talentos para ajudar a cidade, e um dia, o morcego poderá não mais voar...

Me coloco ao lado de Asa Noturna e Batgirl... E em tom mais baixo falo...

O que quer que orquestrou isso, está no andar de cima... Eles foram apenas o aperitivo... Os policiais precisam levar essas pessoas e os garras daqui... Imagino que o que nos espere lá em cima é muito pior...

Fecho os olhos respirando um pouco... E uso um mapa espacial... Tinha que ter uma ideia do que me aguardava no andar de cima...

Criar Luz - Força

Mapa Espacial - Espaço
avatar
Tony.Wiz

Mensagens : 61
Data de inscrição : 19/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Admin em Dom Maio 07, 2017 8:36 pm

Sekhen e Onikaze:

De todos, Anouke era a mais serena quanto ao que havia acontecido. Capuz guarda suas armas e salta para o interior do cemitério, aproximando-se do campo de batalha. Arlequina faz o mesmo, mas caminha desnorteada em meio ao mar de lápides, incapaz de acreditar no que seus olhos diziam.

Mas Anouke já conhecia Onikaze o bastante para entender que ele era cheio de truques, e que além disso era rápido o bastante para ter escapado com vida antes da explosão. Por isso, ela olha para o cemitério através da escuridão e da névoa, e com seus habilidosos olhos felinos, tenta encontrar algo que lhe prove de verdade que seu parceiro estava morto.

Sekhen procura: Percepção 3 + Prontidão 3 ( Dif: 8 ) = 4 sucessos.
Onikaze se oculta: Destreza 4 + Furtividade 2 (Dif: 6) = 4 sucessos.

Por um instante, Anouke tem a impressão de ver uma silhueta humana entre as lápides, porém, essa silhueta desaparece a uma velocidade que supera os seus reflexos. Foi como se tivesse simplesmente se evaporado no ar. Seria este o sinal da presença de um inimigo?

- Olhem só, é o Batbobo. – Diz Arlequina de repente, apontando para a lua.

Uma grande lua prateada brilhava sobre o céu sem estrelas de Gotham, e sua luminescência era tão intensa que quase ofuscava os olhos de quem olhasse por muito tempo. Em meio a ela, havia a grande imagem de um morcego negro e gigante pairando. Ele parecia estar prestes a pousar, pois sua imagem ficava maior a cada instante.

- Não, não pode ser ele... – Diz Capuz Vermelho, surpreso demais com a ideia.

E não era... Não o Batman que aquela Gotham conhecia, pois o que pousou em meio aquele cemitério foi um ser que apesar de usar o uniforme, a capa e o símbolo do Batman, possuía uma aparência hedionda demais, e se comportava como uma verdadeira besta faminta.

Batman Vampiro:

Ren estava tão surpreso quanto todos com a aparição deste ser, que assustava tanto por ser um vampiro ainda mais terrível que os outros quanto por se parecer com o Batman. Mas ao menos, ele estava seguro atrás de um jazigo, totalmente oculto até mesmo de seus parceiros.


Iniciativa:

1° Batman Vampiro: Raciocínio + Prontidão + 1D = 14
2° Capuz Vermelho: Raciocínio + Prontidão + 1D = 10
3° Onikaze: Raciocínio 3 + Prontidão 3 + 1D (3) = 9
4° Arlequina: Raciocínio + Prontidão + 1D = 8
5° Anouke: Raciocínio 2 + Prontidão 3 + 1D (2) = 7


A criatura parecia um ser decrépito, e apesar da imagem aterradora, não era mais do que um simples vampiro igual aos vinte que o grupo havia enfrentado. Esse poderia ser o pensamento de alguns, mas se mostra terrivelmente errado quando o monstro simplesmente desaparece em meio a escuridão do cemitério.

Batman Vampiro se oculta: Destreza + Furtividade (Dif: 6) = 12 sucessos.


Status:
Onikaze (Oculto): Pontos de Vida 15 / Energia 5

Sekhen: Pontos de Vida 65 / Energia 1

Capuz Vermelho: Pontos de Vida 20 / Energia 1

Arlequina: Pontos de Vida 10 / Energia 0

Batman Vampiro (Oculto): Pontos de Vida ?? / Energia ??


Batgirl e Guardião:


Exausta, Siouxsie se atira sobre um dos bancos de madeira que compunham fileiras em meio ao centro da catedral. Ela ignora o inimigo sendo linchado pelos reféns e também a loucura que aquelas pessoas demonstram após tudo que viram.

Aquele um minuto para respirar a ajudou a recuperar uma ínfima parte de sua energia, mas Siouxsie ainda estava esgotada. Deitada, ela vê Guardião tentando colocar a mente daquelas pessoas no lugar, e em seguida vê Asa Noturna indo até as portas da catedral e quebrando o cadeado.


Theo se aproxima do altar com passos calmos ao ver a balburdia que aquelas pessoas começaram. Então o mago cria uma intensa luz com as mãos, calando e chamando a atenção de todos. Apesar de estar sendo exaltado, não lhe agradava a alcunha divina. Então ele tenta dar uma lição aquelas pessoas.

Guardião fala: Carisma 3 + Expressão 3 (Dif: 4) = 6 sucessos.

Com muita habilidade nas palavras, o mago discursa para aquelas pessoas de uma forma tão inspiradora que agarrou a atenção de todas elas como nem mesmo o falecido bispo da catedral era capaz. Atrás de Theo, Asa Noturna abria as portas da catedral, e lá fora, o Comissário Gordon chamava pelas pessoas, dizendo que elas estavam a salvo agora.

Uma por uma, as pessoas abandonam a violência contra o Garra espancado sobre o chão, e também dão as costas para o altar, seus olhos expressando o retorno de seu bom senso. Todas elas começam a se dirigir em direção a saída, e ao passarem por Theo, deslizam sua mão sobre seu rosto, seus cabeços e suas roupas em um gesto de apreciação.

- Sábias palavras, mas já não há mais salvação para estas pessoas. São todos hereges... E heresia se paga com morte! – Diz uma voz robotizada, vinda da escuridão dos andares superiores da catedral.

Azrael:

As pessoas novamente ficam assustadas com esta ameaça, mas quando todos olham para o alto, esse medo se torna apenas uma confusão. Todos começam a esticar suas mãos para aquele ser, como se o reverenciassem.

- É o Batman! – Diz um dos reféns.

- Mas ele não estava morto? – Questiona uma mulher.  

- Deuses não morrem... – Sussurra outra pessoa.

Esta figura seria mesmo o Batman? Bruce diria tais palavras? Ao invés de um uniforme, ele usava uma armadura pesada, variando entre azul e dourado. Nas mãos, havia garras afiadas em cada dedo, e sua face era coberta por um elmo de morcego com uma aparência cruel. Definitivamente, aquele não era o Batman, e ele prova isso quando finalmente pousa sobre a catedral e arranca a cabeça de um dos reféns com um movimento rápido.

Muito sangue voa sobre aqueles rostos horrorizados. As pessoas levam dois segundos para assimilar aquela morte brutal, mas quando o fazem, começam a gritar e correr em direção a rua para fugir. Elas acabam atropelando o comissário e fechando as portas da catedral atrás de si, trancando o trio novamente naquele salão semiescuro junto com o assassino implacável que ousava portar o símbolo do morcego!

- Eu sou Azrael, e foi para exterminar vocês que eu fui retirado de meu mundo... Que seja rápido. Gotham espera por mim. – Diz ele, entrando em posição de combate.


Iniciativa:

1° Asa Noturna: Raciocínio + Prontidão + 1D = 18
2° Azrael: Raciocínio + Prontidão + 1D = 14
3° Batgirl: Raciocínio 3 + Prontidão 3 + 1D (4) = 10
4° Guardião: Raciocínio 3 + Prontidão 3 + 1D (1) = 7


Status:
Batgirl: Pontos de Vida 7 / Energia 2 / Força de Vontade 0

Guardião: Pontos de Vida 10 / Energia 1

Asa Noturna: Pontos de Vida 20 / Energia 2

Azrael: Pontos de Vida ?? / Energia ??
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 218
Data de inscrição : 06/05/2016

Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Art012 em Qua Maio 10, 2017 3:12 pm

Caminho pelo lugar sem me distanciar deles, minha frieza talvez incomode, mas explosões assim era algo que já tinha visto, ja tive perdas, mas agora lembro de algo, algo que havia me esquecido, existência dos outros para min é irrelevante, meu tempo não se move no tempo deles, daqui a eras, quando tudo isso estiver acabado, morto e esquecido, eu ainda estarei aqui, minha existencia ainda estará aqui, quando a necreopole de Gizé foi erguida, eu já tinha mais de um milênio, vi o fim e o começo muitas vezes, a pífia existência deles não é para um ser como eu, mais que um piscar de olhos mesmo assim por que me importei de vir até aqui afinal, eles roubaram, estarão a própria sorte, por que me dei ao trabalho de defender eles?



Olho pelos cantos, não vejo muito mais do que a confusão de lapides, então um vulto, silhueta conhecida talvez, desaparece tão rápido quanto há vejo então digo num sussurro;



-Esse cara ta abusando da sorte, SE for ele.



Me incomodava imaginar se ele estaria nos usando de isca, na verdade não, me incomodava depender dessas coisas, talvez...talvez... logo a voz retorna...



-Wep é fraco, fraqueza gera fraqueza, se importava em olhar no rosto dessa raça de porcos quando estava sob o comando de sua senhora? Não, o poder lhes embriagava, mas agora, na guia dele, não és mais que uma piada, te ver assim me incomoda, já fostes mais que isto, por que se rebaixa a tão pouco, você merece coisa melhor...



As palavras de Set se misturavam a meus pensamentos, logo sua razão iria também se eu não presta-se atenção.



Mas antes que ele continua-se sou trazida de volta pela garota chamando atenção, seguido pelo espanto do chapeuzinho, parecem que viram um fantasma, mas logo chapeuzinho parece confuso em não reconhecer a silhueta que ambos parecem conhecer, parece ser o tal de Batman que dizem, ou parecido ao menos, olho tudo aquilo de braços cruzados e com certa curiosidade beirando a indiferença, mais um fantasiado qual é o problema desse lugar, seja lá onde pudinzinho estiver, bom ele rezar pra seja lá o que seja essa coisa não achar ele antes, me dirijindo aos dois, arlequina e chapeuzinho eu pergunto;



-E o que podem me dizer sob esse homem morcego afinal ja que parecem conhecer em algum nível ele?



Olhando para as lapides com sangue escorrendo da boca eu continuo como se disse-se para esse homem-morcego;



-Por que esse parece agir mais como um animal, diferente do pouco que já ouvi, haje como uma fera faminta? Por que não encurtamos isso, vem aqui enfrentar uma de verdade.


Toda aquela confusão começava e me irritar, talvez me dando um pouco de fome, mas tudo bem, só faltava ele, se não encontrarmos nada aqui ou ele não ter qualquer informação útil sobre o amuleto, isso aqui não passa de uma perca de tempo, tempo, hmpf até parece que isso é um problema para min.



Olhando pro capuz eu pergunto;



-Tem alguma ideia que não envolva em ir atrás, o que é exatamente o que esse babaca quer?



Sair a procura é mais fácil, é isso que ele quer e é isso que eu faria se quisesse pegar eles, vamos ver o que chapéu decide, vão se arriscar? Aguardo a resposta.



Off Aguardo enquanto olho ao redor, sem me afastar dos dois.
avatar
Art012

Mensagens : 50
Data de inscrição : 19/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Onikaze em Sex Maio 12, 2017 8:38 pm

Sabia que haveria um chefe, mas não esperava que fosse ele..

"Kazeshini, o vampiro maior é o Batman... penso com espanto"

Tinha que pensar rápido, mas antes mesmo que percebesse ele sumiu...estava escondido nas sombras, mas por quanto tempo? E estava escondido dele?

Tinha muita coisa para pensar e ainda me preocupava com Arlequina, se a criatura estivesse tomada ela seria um alvo assim como eu que estava isolado.

Corro e passo por Capuz pegando as granadas de flash que ele tem e jogando para o alto clareando os arredores, assim o esconderijo da criatura seria descoberto. Claro que eu também se eu estivesse oculto seria descoberto, mas não poderia faltar com eles.

Jogo as granadas para iluminar a redondeza é claro que se tratando do Batman ele era muito mais esperto que o Capuz, então olharia armadilhas ao redor, ele já deveria estar aqui nos analisando e procurando nossas fraquezas então tinha que me atentar a isso, caso o encontre gasto 2 de energia e desfiro 4 ataques antes de voltar para o lado de Arlequina.

off: tento jogar de uma maneira que não cegue meus aliados, e evitar as armadilhas ao atacar.


Última edição por Onikaze em Qua Maio 17, 2017 4:34 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Onikaze

Mensagens : 61
Data de inscrição : 22/08/2016

Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com/t34-ren-o-demonio-do-ve

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Tony.Wiz em Qua Maio 17, 2017 12:31 pm

​As pessoas parecem se acalmar um pouco com minhas palavras... Mas mesmo assim elas Ainda estavam em êxtase...

Isso não era bom...

Procurava refletir sobre o que fazer quando as pessoas começam a falar do Batman novamente, mas dessa vez elas apontavam para uma ser ao alto e não uma sombra apenas...

Aquele estranho sujeito se parecia com o Batman... Mas suas palavras e seu instinto assassino... Falavam o contrário... Sabia que o morcego inspirava o medo, mas não daquela forma... Sem que eu esperasse ele salta ao chão e arranca a cabeça de um dos reféns...

Miserável... Vou te mostrar que essa cidade possui um Guardião! Vc usa vestes e símbolos o qual não é digno...

Caminho para o centro da Nave e me viro para Asa Noturna e Batgirl...

Bloquem seus ataques...

Espalmo as mãos e uso o arcano de forças para criar relâmpagos em minhas mãos...

Kord... Senhor dos Trovões... Moradin... Senhor do Martelo... Em minhas mãos empunho o Martelo dos Deuses... Ressoe Guldarak!

Iria formar um martelo feito de eletricidade acima de mim e iria aplicar dois golpes em Azrael... Iria impor o máximo de vontade em atingi-lo...

Corisco - Forças + FdV no dois golpes
avatar
Tony.Wiz

Mensagens : 61
Data de inscrição : 19/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por siouxsie. em Qui Maio 18, 2017 9:17 am

Consigo recuperar o fôlego, mas não tanto quanto eu gostaria. Theo e Dick haviam cuidado da situação, mas seja lá o que estava acontecendo naquela catedral ainda não acabou.

- Vcs! Calem a boca e dem o fora daqui logo.

Então alguém estava se passando pelo Bruce? Ótimo, tínhamos que acabar logo com ele antes que começasse a fazer merda e jogar o nome do Batman na lama. Tarde demais. Quando ele desce, é pra arrancar a cabeça de um dos reféns.

- Ele...

Fico olhando pasma pra cabeça rolando no chão e para o sangue no rosto das pessoas. Só assim eu entendo que não estamos lidando aqui com bandidos imbecis ou vendedores de drogas, estamos lidando com um assassino cruel.

- Sorte a sua eu estar usando o símbolo do morcego. Isso pra mim diz mta coisa. Td que vc usa é um uniforme parecido com o dele, e eu vou te mostrar o que isso representa!

Já estava correndo pra atacar, mas Theo pede que eu o defenda. Acho que vale a pena ouvi-lo, afinal a magia dele é mais eficiente que meus socos. Fico do lado dele, pronta pra me defender e defende-lo se preciso for.

Off: mata esse cara Tony!
avatar
siouxsie.

Mensagens : 38
Data de inscrição : 20/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Admin em Sex Maio 19, 2017 12:06 am

Sekhen e Onikaze:

Capuz Vermelho se mostra muito alarmado com a chegada daquela criatura que era uma paródia hedionda do Batman. Enquanto aquele ser desaparece nas trevas, ele fica estático, como se estivesse com os sentimentos em colapso. Mas logo se obriga a agir, afastando-se do grupo e apoiando suas costas em um jazigo para não ser pego de surpresa pelo vampiro.

- Tomem cuidado, ele vai buscar atacar o mais vulnerável de nós! – Capuz alerta.

Capuz Vermelho procura: Percepção + Prontidão (+2D de especializações) ( Dif: 8 ) = 6 sucessos.

Com as costas protegidas e as pistolas em riste, Capuz olha em 360 graus todo o cemitério, mas incapaz de enxergar no escuro, sua percepção não é páreo para a capacidade daquela criatura de se misturar nas sombras.

- Um Batman vampiro... Será que pode haver um pesadelo pior? – Ele resmunga.


“Sangue é sangue...” sussurra Kazeshini, incapaz de compreender o que é o Batman.

A periculosidade daquele ser era tanta que enchia a cabeça de Ren de dúvidas. O oriental sabia que diferente de lutar com os vampiros bestiais que matou, um passo em falso agora poderia significar a morte. Então um plano passa por sua cabeça, e ele corre em direção a Capuz Vermelho.

Onikaze tenta furtar: Destreza 4 + Furtividade 2 (Dif: 6) = 1 sucesso.
Capuz Vermelho tenta perceber: Raciocínio + Prontidão (+1D por especialização) (Dif: 6) = 6 sucessos.

Ren corre pelo cemitério, cortando a névoa pelo chão e contornando as lápides como um relâmpago azul. Assim como da última vez, ele tenta usufruir do equipamento de Capuz Vermelho, porém, desta vez o aliado estava bastante atento a tudo a sua volta, e sem saber dos planos de Onikaze, ele evita que o oriental enfie a mão em sua jaqueta e coloca o cano da pistola em sua testa.

- Então você sobreviveu. O que pensa que está fazendo? – Pergunta o Capuz.


Arlequina não era uma mulher de estratégias e planos, ela era pura e simplesmente louca. Foi essa loucura que lhe protegeu do temor daquela presença maligna, e era essa mesma loucura que lhe encheu de coragem para ao invés de buscar proteção, tentar confrontar o vampiro.

- Ora essa. Saia de onde está, Batman. Vamos brincar como nos velhos tempos! HA! HA! HA! HA! HA! HA! – Ela grita em direção as sombras, rindo desvairadamente.

Arlequina atira: Destreza + Armas de Fogo (Dif: 6) = 4 sucessos.
Arlequina testa sorte: Falha.

Com sua arma, ela metralha a escuridão a sua volta dando tiros em movimento de mangueira. Porém, as balas se perdem nas lápides, nas árvores e na névoa, e resultando apenas em um silêncio desapontador em que nada foi atingido.

- Porcaria! Não se fazem mais armas como antigamente! – Ela reclama, batendo em sua arma e disparando dois tiros para o alto sem querer. – Ops... Hi Hi hi.


Diferente da surpresa dos outros com a presença da entidade sinistra que surgira, Anouke fica apenas confusa. Por que tanto temor? Por que tanta consternação? Embora parecesse um pouco mais assustador, aquela criatura não passava de mais um vampiro. Mas não era isso que Anouke via nos olhos de seus companheiros.

- Bem, não há palavras para explicar o Batman, mas pra resumir, ele é o vigilante dessa cidade, de tal modo que podemos dizer que Gotham é o território dele. Então, se você estiver pensando em algum dia praticar crimes em Gotham, pense duas vezes. Ele é o terror da bandidagem. – Capuz explica.

- Esqueceu de dizer que ele é um estraga prazeres. – Diz Arlequina, erguendo o dedo médio para a escuridão.

Sekhen: Percepção 3 + Empatia 0 (Dif: 6) = 1 sucesso.

Enquanto aqueles dois falavam, a guerreira percebe que havia algo em seu tom diferente do que suas palavras transmitiam. Era como se sentimentos contraditórios transbordassem deles involuntariamente, mas Anouke não era boa o suficiente em entender humanos a ponto de compreender estes sentimentos.

- Enfrentar o Batman não vai ser fácil, muito menos agora com esses poderes vampíricos. Para mim está bem claro que o primeiro passo vai ser dele. Então a gente espera e tenta aproveitar a oportunidade. – Responde o Capuz.


Iniciativa:

1° Batman Vampiro: Raciocínio + Prontidão + 1D = 13
1° Arlequina: Raciocínio + Prontidão + 1D = 13
2° Onikaze: Raciocínio 3 + Prontidão 3 + 1D (6) = 12
3° Capuz Vermelho: Raciocínio + Prontidão + 1D = 10
5° Anouke: Raciocínio 2 + Prontidão 3 + 1D (1) = 6



Status:
Onikaze (Oculto): Pontos de Vida 15 / Energia 5

Sekhen: Pontos de Vida 65 / Energia 1

Capuz Vermelho: Pontos de Vida 20 / Energia 1

Arlequina: Pontos de Vida 10 / Energia 0

Batman Vampiro (Oculto): Pontos de Vida ?? / Energia ??


Guardião e Batgirl:

Quando a cabeça daquele inocente atinge o chão, Asa Noturna parecia congelado no tempo, até que os gritos apavorados daquelas pessoas o acordam para a realidade. Uma expressão de puro ódio surge então em seu rosto, e sem pensar em mais nada, ele parte para cima de Azrael.

Asa Noturna ataca: Destreza + Armas Brancas (+1D por especialização) (Dif: 6) = 6 sucessos.
Azrael defende: Destreza + Briga (+1D por especialização) (Dif: 6) = 9 sucessos.

Asa Noturna ataca: Destreza + Armas Brancas (+1D por especialização) (Dif: 6) = 3 sucessos.
Azrael defende: Destreza + Briga (+1D por especialização) (Dif: 6) = 6 sucessos.

Talvez a raiva estivesse comprometendo os movimentos de Dick, tornando-o previsível e desconcentrado. Ele usa seus bastões para aplicar dois golpes, mas Azrael os defende facilmente com as braçadeiras da armadura que vestia.

- A roupa está diferente, mas eu conheço esses movimentos, esse ímpeto inocente. Você é o Robin! – Diz Azrael a Asa Noturna.


Siouxsie estava tão furiosa quanto Dick. Não era pelo inocente morto, não era pelo solo sagrado sendo maculado. Era por aquele homem cruel estar manchando o nome do Batman assim tão deliberadamente.

Ela pretendia partir para cima de Azrael e se juntar a Asa Noturna na luta, mas se contém quando Guardião lhe pede para ficar ao seu lado. O mago tinha algum plano, e se Siouxsie aprendeu alguma coisa nas duas noites de convivência que os dois tiveram é que ela poderia confiar plenamente na magia dele.


Theo também não fica nada satisfeito com aquele assassinado gratuito de um inocente que ele se esforçou tanto para libertar. Relâmpagos começam a chispar pelo seu corpo, eletricidade estala em seus olhos. Em suas mãos o Corisco é criado.

Guardião usa Corisco: Energia 7 + Forças 5 (+3D por FdV) = 7 sucessos.
Azrael esquiva: Destreza + Esquiva (+3D por FdV) (Dif: 6) = 10 sucessos.

Guardião usa Corisco: Energia 7 + Forças 5 (+3D por FdV) = 8 sucessos.
Azrael esquiva: Destreza + Esquiva (Dif: 6) = 4 sucessos.

Com absoluto controle das forças da eletricidade, Theo cria um enorme martelo feito raios sobre a cabeça de todos. O primeiro ataque visava, claro, Azrael, mas o inimigo se esquiva, demonstrando uma agilidade fora do comum graças aquela armadura. Porém, o segundo o atinge, jogando-o contra a parede, sua capa negra tremulando no ar.

- Magia pagã é um artifício dos hereges. Farei com que pague por seus crimes! – Diz Azrael, saltando da poeira e abrindo sua capa como se fosse grandes asas negras.


Iniciativa:

1° Asa Noturna: Raciocínio + Prontidão + 1D = 15
2° Guardião: Raciocínio 3 + Prontidão 3 + 1D (3) = 9
2° Azrael: Raciocínio + Prontidão + 1D = 9
3° Batgirl: Raciocínio 3 + Prontidão 3 + 1D (1) = 7



Status:
Batgirl: Pontos de Vida 7 / Energia 2 / Força de Vontade 1

Guardião: Pontos de Vida 10 / Energia 0 / FdV 1

Asa Noturna: Pontos de Vida 20 / Energia 1

Azrael: Pontos de Vida ?? -16 Pvs / Energia ?? / ?? -1 FdV
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 218
Data de inscrição : 06/05/2016

Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Onikaze em Sab Maio 20, 2017 4:44 pm

Corro, mas dessa vez Capuz estava mais alerta e me segura. Entendo os pensamentos dele o Demonio do Bairro Japones e Arlequina juntos não era algo que se via todo dia, ainda mais com bons olhos.

_Claro que sobrevivi, aquilo não era nada, estava tentando pegar o líder desprevenido, mas quando vi que era o Batman, tive que mudar de ideia, vim pegar umas granadas de luz para eliminar uma das vantagens dele, essa ocultação. Não se preocupe estamos do mesmo lado e lembre-se ele tem os poderes de um vampiro então lembre-se das fraquezas deles.

Vejo Arlequina se comportando como antigamente e me aproximo velozmente dela, falando baixo para somente ela:

_Harley, é o batman vampiro, não faça isso, ambos sabemos que agora ele não tem mais escrupulos e diferencia humanos de sacos de sangue, mas você tem uma coisa que ele não tem, preciso de sua ajuda com isso. Você é a pessoa mais inteligente que conheço e ele subestima isso. É orgulhoso e com isso vai cair.

Mantenho meu olhar atento, esse morcego seria um inimigo formidável. "Kazeshini, vai ser o sangue mais delicioso que vai provar"

Caso Capuz não me dê as granadas eu sugiro:

_Então formação defensiva, um de costas pro outro, assim cobriremos todos os lados e evitaremos um ataque direto.

Claro que eu sabia que ele poderia atirar seus batragues e me focaria em defender esse tipo de ataque, de projéteis. Porém se ele me desse as granadas continuaria com o plano anterior.
avatar
Onikaze

Mensagens : 61
Data de inscrição : 22/08/2016

Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com/t34-ren-o-demonio-do-ve

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Art012 em Sab Maio 20, 2017 6:18 pm

Agora tínhamos mais um vampiro, talvez mais inteligente e equipado, mas ainda sim SÓ mais um vampiro, não conheço muito sobre esse homem morcego, posso estar descrente mas não o sub-estimo, esse não foi estupido de saltar logo de cara, esse ser não tem mais que algumas horas para agir antes dos primeiros raios moribundos daquela estrela surjam no decrepito horizonte desse lugar, ou ele ataca ou foge, pegunto a ele sobre quem era esse homem morcego, escuto a resposta, ele parece dizer com certa admiração ou seria medo, talvez a surpresa inesperada tenha tido um efeito moral e deixado ele em choque, ou seria alguma influencia, olhando ao redor e me mantendo próxima da garota  eu respondo para ele com seriedade.



-Como essa Senhorita disse, ele não era mais que um estraga-prazeres ao meu ver, já ouvi falar dele antes, não muito, mas se ele fosse um pouco do que eu ouvia e do que disse, da forma como disse, essa cidade não seria o buraco perdido que está agora, dependente do medo de um único homem para estar "segura", do que adianta um "vigilante" que apenas assusta os bandidos e deixa todo esse pessoal a solta? Encare sua realidade garoto.



Respiro fundo enquanto olho aquele lugar, aquilo já estava me dando nos nervos, ficar aguardando essa peste agir esperar não era do meu feitio, e continuo a falar para chapeuzinho;



-Batman está morto



Pauso um pouco para olhar, tenho que garantir que ele não salte neles e continuo;



-Aquele Batman ali também está morto, não é mais que uma peste habitando a carcaça do homem que você conheceu, pior do que o mesmo estar morto, é a desonra que aquele ali carrega ao nome do que esse Batman significa na memoria para aqueles que o admiravam seja como "vigilante" ou oponente, a atitude do original nunca me interessou, a dessa praga que nos rodeia é na melhor das hipóteses risível, quer um pesadelo pior? Posso lhe passar uma lista de bom tamanho se quiser, você decide se quer por ordem alfabética, época ou importância, por que para min esse ser aqui não é mais que uma piada de mal gosto, Batman era só um homem determinado, vocês são os únicos que podem trazer a paz para esse lugar e esse ser não é mais que uma criatura infeliz.



Isso estava me deixando irritada, agora chapeuzinho, me parecia estranho, bom ele endireitar essa atitude ou vai sobrar pra ele depois se esse amuleto ou qualquer pista dele não estiver aqui, não é meu dever guardar ou buscar ele, mas isso não me tira razão de ficar "nervosa" se isso for uma grande perca de tempo, então peço em mente.



-Wep, guia dos exércitos meu interventor, ajudai-nos nessa hora, esses guerreiros ao meu lado estão cegos, essa besta se esconde e eu não os compreendo e minha paciência se esgota, não sei por que ajudo eles, mas ajude eles nessa luta, eu não tenho razão para estar aqui, eles muito menos para morrer atoa, por conta de uma falha que não foi deles.



Peço por eles, sei que ele faria o mesmo, não é meu dever protege-los ou guia-los, mas farei como ato de confiança neles, minha paciência se esgota assim como cresce minha fome, já vi exércitos em desespero e se essa pequena trupe ficar desesperada, a situação vai ficar um pouco, "animada".



Off: Fico de guarda vigiando eles, se pudinzinho não conseguir as granadas eu ajudo eles na formação de defesa, onde já se viu, leoa fazendo formação defensiva contra uma hiena.
avatar
Art012

Mensagens : 50
Data de inscrição : 19/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Tony.Wiz em Seg Maio 22, 2017 9:17 pm

Vejo Asa Noturna perdendo a cabeça e partindo para cima dele... Cerro os dentes... A eletricidade crepitava em minha mão...

Droga... Batmam... Imagino que vc deva surgir daqui a pouco apenas para dar uma lição neles...

Os golpes do Asa Noturna são facilmente parados... Vejo a Bargirl cerrar o punho, sabia que ela queria enfrenta-lo... Mas diferente do seu companheiro ela me ouve, se mantendo ao meu lado...

Logo o martelo se forma em minhas mão e direciono um ataque contra Azrael... Mas ele era rápido... Mas o segundo golpe do martelo lhe atinge, o lançando longe...

Vejo-o saltar... Asa noturna estava a frente...

Asa Noturna... Ouça o que falo... Não pode derrota-lo sozinho... Não deixaremos que desonre o simbolo... Mas faremos isso juntos... Preciso que crie a oportunidade para mim... Batgirl, me mantenha vivo por mais uma noite... Vamos fazer isso juntos...

Empunho novamente o martelo e direciono o ataque contra Azrael... Iria dar tudo de mim naquele golpe...

Sinta o poder do Martelo dos Deuses... Ressoe Guldarak

Corisco - Força - FdV (last point)
avatar
Tony.Wiz

Mensagens : 61
Data de inscrição : 19/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por siouxsie. em Sex Maio 26, 2017 1:00 pm

Fico apreensiva quando vejo Dick tentar dois golpes e aquele cara defender ambos com mta facilidade.

“essa armadura aumenta as capacidades dele”

Somente a magia de Theo foi capaz de fazer alguma coisa contra ele, e msm assim ele desviou e sobreviveu ao segundo golpe.

- Azazel não é um inimigo qualquer.

Fico do lado do Theo, protegendo ele caso Azazel tente alguma coisa e garantindo que o mago seja a nossa melhor arma. Mas não ficaria passiva naquela luta. Ativo o computador em meu braço e me conecto com a Batcaverna.

- Alfred mande a minha armadura.

Off: ação proteger Theo.
avatar
siouxsie.

Mensagens : 38
Data de inscrição : 20/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Admin em Seg Maio 29, 2017 12:16 am

Onikaze e Sekhen:

Batman Vampiro se aproxima: Destreza + Furtividade (Dif: 6) = 3 sucessos.
Arlequina: Percepção + Prontidão ( Dif: 8 ) = 2 sucessos.

Batman Vampiro agarra: Destreza + Briga (Dif: 6) = 8 sucessos.
Arlequina: Sem ação.

Como uma sombra veloz entre as árvores e lápides, Batman Vampiro se aproxima de Arlequina sem que ninguém o veja antes de ser tarde demais. E na medida em que ele passa, agarra a loira sem dar a ela ou qualquer um do grupo a chance de evitar.

Batman Vampiro se oculta: Destreza + Furtividade (Dif: 6) = 6 Sucessos.

E assim como pressuposto pelo Capuz Vermelho, a criatura ataca e mais uma vez se oculta nas trevas do cemitério, perfeitamente escondida entre a névoa e os túmulos. Nada se ouvia, era como se Batman Vampiro e Arlequina houvessem evaporado!


Arlequina se solta: Força + Briga (Dif: 6) = Nenhum sucesso.

...


O olhar suspeito de Capuz Vermelho se desfaz quando Ren começa a revelar seus planos. O velocista sente a aceitação do aliado quando ele começa a olhar para os lados, calculando seus planos. E depois de um momento de reflexão, ele finalmente fala.

- O Batman não é como aqueles morcegos, não será facilmente enganado, mas ainda assim é um bom plano. Deixe isso comigo, apenas fique preparado para agir quando o clarão começar. – Ele explica.

Porém, ao ver sua namorada se expondo ao perigo, Ren não pensa em outra coisa, a não ser tirá-la daquele local. Ele se aproxima, mas nem sua velocidade é o bastante para chegar até ela antes que aquele enorme vulto negro a levasse, se escondendo na escuridão logo em seguida.

Capuz arremessa: Destreza + Esportes (Dif: 7) = 5 sucessos.

O oriental ainda se encontrava confuso com a repentina perda da amada, quando duas granadas passam voando por ele na mesma direção em que a criatura de ocultou. A explosão de luz é intensa, mas as árvores, as lápides e a névoa impedem que Ren seja ofuscado. E como se fosse dia, ele tem por alguns momentos uma visão privilegiada das entranhas daquele cemitério.

Onikaze: Percepção 3 + Prontidão 3 (Dif: 6) = 3 sucessos.

Atento antes mesmo do rapto ter acontecido, Ren se aproveita da explosão de luz, que consome toda as trevas do cemitério por alguns instantes, e assim ele percebe uma criatura semelhante a um morcego gigante segurando Arlequina no topo de uma árvore. Este ser guincha confuso, aparentemente ofuscado por conta da luz.

- Droga! Não tenho ângulo. Se eu atirar, posso acabar acertando a palhaça. Onikaze, Sekhen, é com vocês! – Diz o Capuz Vermelho.


Anouke, ao olhar para Capuz Vermelho, finalmente percebe a presença de Onikaze, e que os dois discutiam sobre algum tipo de plano. Neste ínterim, o velocista havia se afastado na direção de Arlequina, mas antes que pudesse fazer algo, o vulto do Batman Vampiro surge e leva a palhaça consigo, mais uma vez se abrigando na escuridão.

Mas logo em seguida o Capuz coloca seu plano com Onikaze em prática, sacando algumas granadas de sua jaqueta. E é neste momento que Anouke diz a ele palavras um tanto cruéis sobre o Batman que parecem afetar o aliado de alguma forma, tornando-o hesitante e lento no que estava para fazer.

Por sorte, o Capuz era tão habilidoso que conseguiu atirar as granadas em um ponto onde a explosão de luz simplesmente dissipa a escuridão por um instante onde a habilidade do inimigo para se esconder se torna totalmente irrelevante.

Sekhen: Percepção 3 + Prontidão 3 (Dif: 6) = 3 sucessos.

Em meio a árvores retorcidas, lápides rachadas e uma névoa bruxuleante, Anouke novamente vê aquele morcego gigante, segurando Arlequina com uma das asas, enquanto protege os olhos da luz com a outra. Parece agora um pouco desorientado, do contrário teria fugido. De onde estava, o Capuz alerta para que o grupo aproveite a oportunidade, mas antes que Anouke vá, ele lhe diz:

- Aí, antes de criticar o trabalho de um homem, tenha certeza de que já fez algo melhor. O Batman tinha seus defeitos, mas era a última esperança dos derrotados dessa cidade. Mas se você se acha boa demais para Gotham, a saída é para lá. – Diz ele, apontando para o sul.

Apesar de não passar de um fora da lei, Anouke percebe por aquela resposta irritada que o que Capuz sentia pelo Batman era mesmo um forte respeito, e que além disso tinha um forte senso de lealdade para aquela cidade, mesmo Gotham sendo o que era. Fazer aquelas duras críticas ao morcego e a cidade, era como estar ferindo o próprio companheiro.


Iniciativa:

1° Capuz Vermelho: Raciocínio + Prontidão + 1D = 16
2° Batman Vampiro: Raciocínio + Prontidão + 1D = 15
3° Onikaze: Raciocínio 3 + Prontidão 3 + 1D (3) = 9
4° Anouke: Raciocínio 2 + Prontidão 3 + 1D (1) = 6  
5° Arlequina: Raciocínio + Prontidão + 1D = 5



Status:
Onikaze: Pontos de Vida 15 / Energia 5

Sekhen: Pontos de Vida 65 / Energia 1

Capuz Vermelho: Pontos de Vida 20 / Energia 1

Arlequina (Agarrada): Pontos de Vida 10 / Energia 0

Batman Vampiro (Cego): Pontos de Vida ?? / Energia ?? -1


Guardião e Batgirl:

Azrael havia sido surpreendido. Ele não havia previsto que tinha um usuário de magia no grupo, e isso torna as coisas um pouco mais perigosas para ele. Decidido ele salta contra Theo, pairando no ar como um morcego, mas para a sorte do mago, Asa Noturna intervém.

Asa Noturna testa toque: Destreza + Briga (Dif: 6) = 5 sucessos.
Azrael desvia: Destreza + Esquiva (Dif: 6) = 7 sucessos.

Enquanto Azrael pairava no ar, Asa Noturna salta também, tentando colocar em seu braço algum objeto pequeno, porém o inimigo é ágil, e em um giro, evita o contado. O objeto então cai da mão de Asa Noturna, e quanto toca o chão, uma pequena explosão ocorre.


Theo já sentia a aproximação do inimigo, quando vê Asa Noturna investir contra o mesmo. O ex-garoto prodígio erra seu ataque, mas ao menos atrapalhou Azrael ao ponto de permiti-lo agir antes da vingança do inimigo. A eletricidade volta a nascer das mãos do mago.

Guardião usa Corisco: Energia 7 + Forças 5 (+3D por Fdv) (Dif: 6) = 11 sucessos.
Azrael desvia: Destreza + Esquiva (+3D por Fdv) (Dif: 6) = 5 sucessos.

O poderoso relâmpago é novamente lançado pelo mago com um forte estrondo. Mesmo prevendo o ataque, Azrael mais uma vez é incapaz de esquiva. Ele se joga para o lado, porém é atingido quase em cheio, e várias correntes elétricas passam por sua armadura, que começa a demonstrar alguma pane!


Siouxsie finalmente entende a capacidade do inimigo pela forma como ele facilmente rechaça os ataques de Asa Noturna. Então ela finalmente decide usar tudo que tem, e contacta Alfred pelo computador em seu braço. Uma imagem do mordomo lavando a louça se materializa, pegandoo de surpresa.

- É para já, senhorita. Creio que dentro de alguns minutos sua vestimenta chegará. – Ele responde, deixando seus afazeres para providenciar o pedido.

Enquanto desfazia a conexão, Batgirl ouve a explosão do dispositivo de Dick, que destruiu alguns bancos naquela igreja, e logo depois o som dos relâmpagos de Theo atingindo Azrael em cheio. Mesmo coberto por aquela poderosa armadura, o inimigo já começava a dar mostras de fraquezas, com algumas correntes elétricas circundando seu corpo.


Iniciativa:

1° Asa Noturna: Raciocínio + Prontidão + 1D = 16
2° Azrael: Raciocínio + Prontidão + 1D = 13
2° Batgirl: Raciocínio 3 + Prontidão 3 + 1D (7) = 13
3° Guardião: Raciocínio 3 + Prontidão 3 + 1D (5) = 11



Status:
Batgirl: Pontos de Vida 7 / Energia 2 / Força de Vontade 1

Guardião: Pontos de Vida 10 / Energia 0 / FdV 0

Asa Noturna: Pontos de Vida 20 / Energia 1

Azrael: Pontos de Vida ?? -38 Pvs / Energia ?? / ?? -2 FdV
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 218
Data de inscrição : 06/05/2016

Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Tony.Wiz em Seg Maio 29, 2017 2:17 pm

O relampago se formava em minhas mãos... Vejo que Azrael salta e voa em minha direção... Não teria tempo de me defender... Iria confronta-lo com o Martelo...

Mas então vejo que Asa Noturna parecia ter voltado a razão... E usando de algum dispositivo tenta atingir Azrael, mas o mesmo fora muito rapido, porêm isso criou a oportunidade perfeita... Ele tenta escapar do meu ataque mas é atinido e novamente lançado pela catedral...

Vejo que ele ainda se levanta... Parecia bastante ferido... Cerro o punho...

Tenho que admitir... Alguem suportar o Martelo de Guldarak e ainda se erguer com esses olhos... Ele realmente é um oponente perigoso... Se nos desconcentrar-mos... Iremos morrer...

Avanço pela nave, me colocando em uma posição em que permita que Asa noturna e Batgirl avancem de encontro a ele por direções opostas... Assim eu teria maior abertura...

Você vai pagar pelo sangue que derramou... Asa Noturna, Batgirl... O mantenham ocupado se puderem... Eu irei mostrar a ele o que acontece com aqueles que derramam sangue de inocentes e que abusam de símbolos...

Brando novamente o martelo de relâmpago em minhas mãos... E ataco novamente Azrael...

Corisco
avatar
Tony.Wiz

Mensagens : 61
Data de inscrição : 19/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Art012 em Qua Maio 31, 2017 2:31 pm

Cansaço físico ou mental, talvez um misto de tudo com a frustração de estar cada vez mais achando que estou lutando em uma luta que não é minha, afinal eles roubaram não é, por que eu deveria ajuda-los a evitar uma catástrofe, hmm talvez no fundo eu também queira que isso aconteça, minha senhora, todas nós fomos enviadas para destruir a humanidade, mas curioso poucos deles lembrarem que isso foi para re-estabelecer o balanço com Ma'at, a justiça, não somos nada como essa visão romântica de defensoras da justiça, mas verdadeiros flagelos enviados para extirpar o mal que a humanidade havia se tornado, natural eles não gostarem de nós e até prefiro assim, somos executoras da ordem divina, a fúria da coroa solar, ordem através da força, Rá deve ter achado que o susto de um verdadeiro genocídio poderia corrigir eles, tolo, devia ter nos deixado terminar.



Justiça não possui fronteiras ou limites para as criaturas, se os homens quebrarem o balanço de novo com ela, a ordem deverá ser executada, mesmo temiscira havia se tornado um possível alvo na época pois elas começaram a querer interferir tentando em vão defender a humanidade, tiveram sorte da guerra ter acabado antes, todos que mexem com o balanço ou colaboram para o mesmo devem ser exterminados assim como qualquer outro que o faz, assim diz a ordem divina, mas Wep nunca disse que eu devia carregar essa vontade ainda, talvez eu não seja mais adequada para a tarefa.



Agressividade entre nós sempre foi comum, para conseguir lhe dar com humanos tenho que me controlar muito, mas não vou ficar de palavras adocicadas, o que acontece com esse lugar me parece mais um caso de ignorância de seus "vigilantes" do que mal fora de controle, chapeuzinho como esperado não gosta do que digo, escuto aquilo com calma, mais fácil uma montanha sentir o impacto de um mosquito contra suas rochas do que a descontente opinião de mortal ter algum efeito, temos nossas diferenças, bom, antes de seguir para a ação eu digo rapidamente;



-Não vejo perdedores nessa cidade, mas se você e ele lutam por um bando de derrotados, não passam de vermes brigando por um pedaço de carne podre,  Você e eu, depois de resolvermos com aquele ali (referindo ao verme vampiro), vamos ter uma  conversa.



Estava irritada o suficiente por estar lutando sem dar resultado, e esse "vigilante" vem até min falando idiotices, néscio, não sabes o que é sofrimento.



Observo como a criatura se comporta, tem que ser agora, posiciono minhas pernas e braços no chão, seria um único salto para que ele não me escuta-se correndo, seria arriscado, mas seria o necessário.



Off: Agarrar o Batvampiro.
avatar
Art012

Mensagens : 50
Data de inscrição : 19/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Onikaze em Sex Jun 02, 2017 10:24 pm

Entendia um pouco Sekkhen, era uma cultura e um mundo diferente, mais até do que eu enfrentei vindo do Japão para esse lugar, mas humanos são inconstantes, ela parece ser antiga e não entende a pressa que temos, assim como não entendemos o que realmente a aflige.

Enquanto converso com Capuz aquele morcego pega Arlequina, aquilo não ia ficar assim.

"Kazeshini, quando cortarmos esse morcego saboreie, mas se possivel me diga a quanto tempo essa criatura deixou de ser humana"

Penso em correr logo, mas ele era esperto e deve ter colocado armadilhas perto, uso um de energia para verificar as armadilhas, caso não tenha nenhuma vou até o morcego, se Sekhen conseguiu segurar o vampiro gasto um de energia para soltar Arlquina e 8 ataques nele e volto com Arlequina para o lado de Capuz.

Se Sekhen não conseguir segurar o vampiro, gasto um de energia para achar um espaço para atacar sem ferir Arlequina e 7 ataques.
avatar
Onikaze

Mensagens : 61
Data de inscrição : 22/08/2016

Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com/t34-ren-o-demonio-do-ve

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por siouxsie. em Dom Jun 04, 2017 9:27 am

Foi uma boa dica a do Dick, msm falhando em colocar aquele explosivo. Tinhamos que danificar aquela armadura era ela que deixava ele forte desse jeito.

“Limpar Gotham fica mais difícil quando temos que cuidar do lixo de Gotham de outras dimensões”

Pego três bat-rangues explosivos do meu cinto e lanço eles contra Azrael, um na perna direita, um no braço esquerdo e um no peito.

- Segura essa idiota!

Off: gasto 2 de energia.
avatar
siouxsie.

Mensagens : 38
Data de inscrição : 20/08/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sombras da Justiça - A Era Degenerada

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 7 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum