Aqui se morre herói, ou se vive tempo o bastante para se tornar vilão.
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 435
Data de inscrição : 06/05/2016

MensagemAssunto: Re: Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin   Qui Maio 31, 2018 11:01 am

Com palavras mau humoradas, Dirac Baldric deixa claro para as sacerdotisas que ninguém será abandonado naquele lugar, o que deixa aquelas garotas um pouco mais aliviadas perante os problemas que enfrentavam. Já decidido sobre o que iria fazer, o Tsufurujin caminha na direção do primeiro exaustor e arrisca-se a segurá-lo com as mãos nuas para que todos passem.
 
Dirac Baldric: Força 10 (+3D) (Dif: 6) = 3 sucessos.
 
O Tasufurujin para diante do primeiro exaustor, estralando os punhos de maneira confiante. As sacerdotisas não entendem sua intenção e se assustam quando o guerreiro caminha tão calmamente na direção das potentes hélices, segurando uma delas. Dirac Baldric sente o impacto do ferro na palma de sua mão, tão pesado que um de seus joelhos se dobra. Mas no limite ele consegue segurar o exaustor abrindo passagem para as sacerdotisas.
 
 
Suzako observa Baldric segurando uma das hélices, e no limite conseguir contê-la por tempo suficiente para que todos passem. O Saiyajin decide ajudar o companheiro para evitar qualquer tipo de acidente, mas logo percebe não ser necessário. Apesar de alguma dificuldade, Baldric havia travado o exaustor com sua força.
 
Suzako: Força 6 (+3D) (Dif: 6) = 3 sucessos.
 
Um por um, as sacerdotisas e os guerreiros passam agachados pela abertura criada por Baldric, mas havia pelo menos outras três pelo caminho. Para adiantar as coisas, Suzako se encaminha até a segunda para fazer o mesmo, e também sente o peso da hélice em suas mãos quase esmagá-lo. No entanto, sua força também se comprova o bastante para segurar  aquele exaustor e garantir que todos passem.
 
 
Theri toma para si o trabalho de apressar as sacerdotisas ao ver a dificuldade com que seus companheiros seguram aqueles exaustores. Instigadas pela guerreira Saiyajin, as mulheres literalmente se atiram para o outro lado, facilitando o trabalho de Baldric e Suzako. E para não atrasar o grupo, Theri também se propõe a segurar uma das hélices.
 
Theri: Força 8 (+3D) (Dif: 6) = 5 sucessos.
 
Quando a guerreira segura a hélice, o metal velho range bastante, mas diferente dos outros, a assassina Saiyajin consegue segurar com mais facilidade. As sacerdotisas não precisam passar com tanta pressa, Theri poderia continuar segurando aquele exaustor por mais uma hora se quisesse.
 
 
Oregan era o último a passar, deixando que as sacerdotisas fossem a frente para que nada acontecesse. Seus companheiros haviam segurado três daqueles exaustores. Restava apenas um, de modo que o jovem Saiyajin já conseguia avistar a continuidade do corredor entre as hélices que giravam. Oregan então tenta segurar a última para finalmente se livrar daquele obstáculo.
 
Oregan: Força 7 (+3D) (Dif: 6) = 3 sucessos.
 
O garoto se coloca nas pontas dos pés, e assim como os outros, segura as hélices com enorme esforço. Seus músculos infantis ficam em evidência, sua cauda se agita em meio ao esforço descomunal. Mas Oregan também consegue segurar uma das hélices e criar uma abertura para que todos passem e finalmente se livrem daquele obstáculo. Foi algo bastante trabalhoso, mas os Saiyajins demonstram êxito mais uma vez.
 
- A força de vocês é impressionante. Mesmo abaixando o poder de luta ao mínimo ainda são capazes de façanhas sobrehumanas. – Yubelluna comenta, realmente impressionada.
 
 
Observando o mapa, o grupo percebe que já estavam muito perto do porto, o que significava muito perto da liberdade. Só mais alguns corredores os separavam das naves. Apesar do piso imundo e do fedor, esses corredores tubulares eram fáceis de atravessar e não tinham desafio algum. Mas havia um último que diferente dos outros, colocava a vida do grupo em sério risco.
 
Tratava-se de um tubo com 1km de comprimento. Isso para a agilidade dos Saiyajins não significava nada. O problema é que este tubo exalava um gás tóxico e atordoante quando respirado, um gás venenoso para os pulmões e ácido para a pele. O único meio de passar por este tubo extenso com vida era cruzá-lo o mais depressa possível, mas como fazê-lo com sacerdotisas que não tinham as mesmas capacidades físicas dos guerreiros?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com
Tony.Saiyan

avatar

Mensagens : 58
Data de inscrição : 07/04/2017

MensagemAssunto: Re: Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin   Qui Maio 31, 2018 12:40 pm

Orientamos as garotas a se colocarem em posição para passar... Assim que o metal atinge a minha mão vejo que limitar a minha força era um problema...

Inferno de planeta... Cada segundo aqui era um tormento... Mas alimenta o ódio em meu peito... Eu juro pelo sangue Saiyajin que corre em meu corpo... Eu voltarei e trarei a ruína a esse local... Me sentarei no trono de Cold e verei os corpos dos metamorths queimarem diante do meu poder...

Elas passam em segurança e seguimos pelos corredores... Já devemos estar próximo do Porto pelas indicações do mapa... Mas então um outro problema aparece...

O canal era extenso, é claramente aquele gás era perigoso... Sentia a minha pele formigar apenas de senti-lo de longe... Teríamos que atravessar com elas em nossos braços...

Baldric... Levaremos duas delas... Oregan e Theri, carreguem as outras duas... Temos que passar o mais rápido possível...

Agarro Yubelluna e a ajeito em meu colo... Pego outra sacerdotiza e a ajeito de forma me movimento um pouco tentando encontrar uma forma melhor de correr com elas em meu colo...

Nao respirem e fechem os olhos... Logo sairemos daqui...

Flexiono as pernas e salto para frente correndo para o outro lado... Caso sentisse sinais que elas estavam sofrendo... Apertaria os dentes e me empenharia mais...

Testes de corrida - Caso falhe em 1, teste de FdV no seguinte até acabar a FdV


Enviado pelo Topic'it

_________________
Suzako - The Mercilles

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
art015

avatar

Mensagens : 58
Data de inscrição : 09/04/2017

MensagemAssunto: Re: Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin   Qui Maio 31, 2018 1:30 pm

Pronto, um obstaculo a menos, de fato a hélice escapou um pouco mas consegui parar, logo todos entendem e começam a seguir, melhor seguirmos enfrente antes que comecem a aparecer os desafios de verdade, tudo que essas garotas não precisam agora, escuto a tal Yubelluna;



-Nada mais que nosso dever senhora.



Depois que todas passam, seguimos caminho e a hélices giram no delas, era uma tubulação longa, mas o que me preocupa é o que está do outro lado, até toparmos com outro teste a nossa paciência e a vida das garotas, não lembro quem teve a ideia de trazer elas, mas bom isso valer a pena ou uso o infeliz de escudo de reentrada da nave.



Suzako pede para que ele e nós carreguemos duas delas, tudo bem por min, já ia fazer isso mesmo. 



Olho para o caminho que teríamos e me preparo, em direção ao grupo digo olhando para o caminho a frente;



-Vai ser uma corrida longa, mas nada fora de nossas capacidades...



Em direção a com tapa olho e a outra ao lado dela, digo;



-Você e você, aqui por favor- Quando elas se aproximam eu pego elas no colo e digo;



-Vai ser uma viagem meio desconfortável para vocês mas saibam que não quero coloca-las em risco, então respirem fundo uma ultima vez e segurem, não façam movimentos bruscos, e confiem em min.



Agora teríamos de correr com elas, huh vamos lá, ao menos posso garantir que estou fazendo isso tudo sem esperar nada em troca, todo mundo escapando pra min ta bom, hora de correr com pesos no veneno, eu devia correr uma prova dessas todas as manhas huhuhu, não sei eles mas não tenho músculos para fazer show off, hora de mostrar do que podemos.



Off: Carregar a com tapa-olho e a outra do lado dela até o outro lado, gastar ponto de foça de vontade nos testes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DragonHearth

avatar

Mensagens : 56
Data de inscrição : 05/04/2017

MensagemAssunto: Re: Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin   Qui Maio 31, 2018 1:44 pm

Passamos, isso era bom estava confiante que o final era o próximo passo, mas infelizmente outra armadilha, um gás tóxico que nos impedia de seguir adiante. Pelo menos era o que imaginávamos, para nós guerreiros não era nenhum problema a sequencia da jornada, mas e as sacerdotisas elas não conseguiriam não sem ajuda, estou pronto para pegar Agate e mais uma quando Suzako começa a fazer a jornada.

_Senhorita Agate, me permite? - digo enquanto a seguro pela cintura e a carrego, aproximo-me de outra  sacerdotisa e peço permissão para leva-la.

Eu estava ficando com raiva, mas não poderia demonstrar isso, tinha que exalar confiança.

_Senhoritas respirem fundo, vamos começar, acalmem suas mentes e não temam, não deixarei que nada aconteça com vocês.

Arrumo a posição e começo a corrida, não poderia falhar então me concentro, era tudo ou nada. Eu tinha certeza que esse caminho era um teste.


Off: gasto fdv nos últimos 4 testes.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com/t64-helena-dragonhearth
Theri

avatar

Mensagens : 56
Data de inscrição : 05/04/2017

MensagemAssunto: Re: Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin   Qui Maio 31, 2018 5:07 pm

Esse lugar tava mais pra masmorra do que pra esgoto. Quem desenhou isso aqui devia ser esganado. Pelos menos os obstáculos não estavam tão complicados pra a gente. 


- Eu Yubelluna quanto falta pra chegarmos no porto?


O próximo obstáculo chega mais rápido. Era uma tubulação exalando veneno. Nada pra nós a não ser ter que correr levando as meninas. 


- Vem Coraline eu te levo. Prende a respiração.


Ia pegar ela no meu colo e sem mais enrolação iria ser a primeira a correr sem medo lá pra dentro. 


Off: Gasto FV que sobrou em cada teste.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 435
Data de inscrição : 06/05/2016

MensagemAssunto: Re: Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin   Sex Jun 01, 2018 12:56 am

Os outros obstáculos agora parecem brincadeira. Falhar neles não significava mais do que alguns desconfortos. Diferente do obstáculo que agora desafia os Saiyajins. O tubo com 1km de extensão perde-se de vista, o gás tóxico esverdeado exala por ele de maneira espectral. Percebendo que era preciso atravessá-lo rápido o suficiente para que o organismo não cedesse, os Saiyajins colocam as frágeis sacerdotisas em seus braços, prontos para usarem sua agilidade descomunal para guiá-las até o outro lado.
 
Suzako coloca Yubelluna em seu ombro direito, enquanto Lazuli é apoiada em seu ombro esquerdo. O peso delas não era nada para o guerreiro, mas atrapalhava seus movimentos. Dirac coloca Quartz em seu ombro direito, enquanto Hematite vai apoiada em seu ombro esquerdo. Oregan carrega consigo Agate e Sugilita. Enquanto Theri propõe-se a levar apenas sua fiel Coraline.
 
Suzako corre: Destreza 10 + Esporte 1 ( Dif: 8 ) = 2 sucessos.
Suzako corre: Destreza 10 + Esporte 1 (+3D) ( Dif: 8 ) = 3 sucessos.
Suzako corre: Destreza 10 + Esporte 1 (+3D) ( Dif: 8 ) = 5 sucessos.
Suzako corre: Destreza 10 + Esporte 1 (+3D) ( Dif: 8 ) = 5 sucessos.
Suzako corre: Destreza 10 + Esporte 1 (+3D) ( Dif: 8 ) = 4 sucessos.
 
Dirac Baldric corre: Destreza 7 + Esporte 3 (+3D) ( Dif: 8 ) = 5 sucessos.
Dirac Baldric corre: Destreza 7 + Esporte 3 (+3D) ( Dif: 8 ) = 1 sucesso.
Dirac Baldric corre: Destreza 7 + Esporte 3 (+3D) ( Dif: 8 ) = 2 sucessos.
Dirac Baldric corre: Destreza 7 + Esporte 3 (+3D) ( Dif: 8 ) = 3 sucessos.
Dirac Baldric corre: Destreza 7 + Esporte 3 ( Dif: 8 ) = 4 sucessos.
 
Oregan corre: Destreza 6 + Esporte 1 ( Dif: 8 ) = Nenhum sucesso.
Oregan corre: Destreza 6 + Esporte 1 (+3D) ( Dif: 8 ) = 3 sucessos.
Oregan corre: Destreza 6 + Esporte 1 (+3D) ( Dif: 8 ) = 3 sucessos.
Oregan corre: Destreza 6 + Esporte 1 (+3D) ( Dif: 8 ) = 1 sucessos.
Oregan corre: Destreza 6 + Esporte 1 (+3D) ( Dif: 8 ) = 4 sucessos.
 
Theri corre: Destreza 8 + Esporte 1 (+3D) ( Dif: 7) = 4 sucessos.
Theri corre: Destreza 8 + Esporte 1 (+3D) ( Dif: 7) = Nenhum sucesso.
Theri corre: Destreza 8 + Esporte 1 (+3D) ( Dif: 7) = 11 sucessos.
Theri corre: Destreza 8 + Esporte 1 (+3D) ( Dif: 7) = 5 sucessos.
Theri corre: Destreza 8 + Esporte 1 ( Dif: 7) = 6 sucessos.
 
Não foi nada fácil para os guerreiros passarem por aquele obstáculo, muito menos para as sacerdotisas. As pobres mulheres conseguiam prender a respiração por no máximo cinco minutos, e por sua vez os Saiyajins precisavam percorrer 1km inteiro neste tempo, mantendo sua velocidade no auge a cada minuto.
 
Carregando apenas Coraline, Theri teve pouco trabalho, atravessando o todo o tubo em 6 minutos e 34 segundos. A guerreira sai sem que o gás lhe faça qualquer mal, mas Coraline tosse bastante e se mostra um pouco zonza por ter acabado respirando um pouco. Logo depois, surge Suzako carregando Yubelluna e Lazuli, tendo atravessado o percurso em 6 minutos e 41 segundos. Yubelluna e Lazuli também se mostram afetadas pelo gás, com o rosto pálido e os olhos injetados de sangue. Ambas vomitam em um canto assim que saem dos braços do guerreiro.
 
Apreensivos, os que saíram vêem Dirac Baldric saltar do tubo alguns momentos depois no tempo de 7 minutos e 45 segundos, tendo em seus braços Quartz e Hematite completamente desmaiadas e com respiração fraca. As duas são deitadas no chão, e começam a ser aparadas por aquelas que ainda tinham consciência. Por último, surge Oregan, 7 minutos e 49 segundos depois, trazendo em ombros Agate e Sugilita também desfalecidas e com algumas feridas em suas peles delicadas.
 
- Por favor, não morram. Nós estamos tão perto. – Yubelluna implora, tentando em vão reanimar as garotas. – Temos que correr. Elas precisam da câmara de regeneração o quanto antes. O porto está logo acima de nós!
 
Não havia tempo a perder. Aquelas garotas ainda não estavam mortas, mas precisavam ser salvas o quanto antes. Guiados por Yubelluna, os guerreiros voltam a carregá-las, desta vez cada um com uma delas em seus braços. As sacerdotisas que estavam de pé, cambaleantes e corajosas, usam o que restou de suas forças para correr a frente e abrir caminho para os quatro. Até que finalmente o grupo chega pequeno espaço em que aquelas garotas removem com algum esforço a tampa de aço de um bueiro, e todos surgem dentro de um dos banheiros do porto.
 
- Finalmente liberdade. – Lazuli comemora nervosa.
 
- Quartz, Hematite. Agate, Sugilita. Aguentem, estamos muito perto. – Coraline implora.
 
Yubelluna abre a porta do banheiro, surgindo no pátio do porto onde as naves eram estacionadas. O lugar era totalmente aberto, e naves de todos os tipos estavam ao redor, Capsulas, Caças, Transportadores, Cruzadores... O único problema é que todas elas tinham as suas portas mecanicamente trancadas, o que exigiria dos guerreiros abrir sem danificar a estrutura.
 
“Reconhecendo convidado número 02”, uma voz eletrônica anuncia a alguns metros de distância.
 
Tratava-se de um enorme e belo cruzador, que automaticamente abre suas portas, convidando o grupo para embarcar. Exceto para Oregan, aquilo era extremamente estranho, chegando a parecer uma armadilha. Mas com quatro sacerdotisas morrendo nos braços, o grupo não tinha escolha a não ser entrar naquele cruzador o quanto antes. Ficar exposto naquela área aberta planejando também não parecia algo sensato.
 
Yubelluna e as outras sacerdotisas seguem desesperadamente à frente por um corredor de naves. O cruzador estava em uma espécie de “clareira” entre estes veículos. Mas o que o grupo percebe tarde demais é que em um ponto desta “clareira”, um contingente de vinte soldados estava descarregando enormes containers de um outro cruzador. E assim que o grupo surge nesta clareira, todos são prontamente avistados por estes soldados.
 
- Vejam, temos companhia. – Diz um dos soldados.
 
- Olhem, eles não são os Saiyajins do Coliseu e as do prostíbulo? – Questiona outro.
 
- Que patético. O poder de luta deles não passa de 10. – Ri outro soldado, usando seu scouter nos quatro guerreiros. – Não entendo como podem ter sobrevivido ao Coliseu com um poder tão baixo...
 
- Isso não importa, vamos cortar suas cabeças e receber nossas recompensas do imperador. – Outro instiga o contingente a largar os containers e lutar.
 
Yubelluna se mostra espantada com a presença dos soldados. Ainda estava no auge da madrugada, o porto deveria estar vazio a uma hora daquelas, mas por algum motivo aquele grupo considerável de soldados estava descarregando containers àquela hora, como se o destino tramasse contra os Saiyajins. Rindo, os soldados começam a cercar o grupo, fazendo com que as sacerdotisas acolhessem uma as outras.
 
Péssima perspectiva ter de lutar naquele momento. Se os guerreiros elevassem seu poder de luta, todo o planeta saberia em um instante que uma batalha estava acontecendo naquele lugar, e logo o exército do planeta Spartacus estaria ali. O que fazer então?, todos se questionam ao se verem em um beco sem saída. Porém, enquanto o destino tramava contra o grupo, alguém mexia os pauzinhos para ajudá-los, e de uma forma muito repentina, a Torre Central no meio da cidade é explodida, causando um forte barulho e tremor. Isso surpreende a todos no porto, só que mais surpreendente ainda era o fato de que os scouters simplesmente desligam, param de funcionar.
 
- Atenção, central. Responda. Reportar. Reportar. – Um dos soldados daquele grupo, tenta em vão usar seu scouter.
 
Aquela era a chance dos guerreiros. Metamorphs, soldados ou qualquer criatura naquele planeta sabia detectar presenças sem aqueles aparelhos. Com a Torre Central ruindo em chamas e os scouters fora do ar, aquele mundo estava completamente alheio ao que acontecia no porto, e todos os olhares estavam voltados agora para o incidente no centro da cidade.
 
- Por favor, apressem-se. Elas não tem muito tempo! – Yubelluna implora aos guerreiros, lembrando das quatro sacerdotisas a beira da morte.
 
 
Iniciativa:
 
1° Theri: Raciocínio 5 + Prontidão 4 + 1D (9) = 18
2° Suzako: Raciocínio 4 + Prontidão 3 + 1D (7 +3) = 17
3° Dirac Baldric: Raciocínio 4 + Prontidão 3 + 1D (5) = 12
3° Oregan: Raciocínio 4 + Prontidão 4 + 1D (4) = 12
4° Soldados: Raciocínio + Prontidão + 1D = 9
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com
DragonHearth

avatar

Mensagens : 56
Data de inscrição : 05/04/2017

MensagemAssunto: Re: Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin   Sex Jun 01, 2018 1:42 am

Droga não fui tão rápido como gostaria e isso está custando a vida das sacerdotisas, não posso perder. Tinha que chegar até a nave de Blizz rápido, mas em meio a confusão qual era mesmo?

Uma voz então me reconhece... fico aliviado, mas meus amigos pensa ser uma armadilha...

_Vamos é nossa chance - digo tentando eliminar uma possível demora em socorro.

Vamos para lá, guardas nos veem o que seria uma ameaça, mas a torre de transmissão é destruída e com isso eu tinha certeza que ela sabia que eu estava vivo. Agora eu poderia lutar, enquanto deito as duas sacerdotisas em um canto digo baixo;

_Essa luta é por vocês...

Levanto com raiva e voo em direção a um deles e soco sua cabeça, movendo-me rapidamente chuto a barriga de outro, seguro esse pelo braço e giro tentando acertar o máximo de inimigos possíveis, desfiro dois socos em um terceiro e mais uma cotovelada na cabeça de um quarto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com/t64-helena-dragonhearth
Tony.Saiyan

avatar

Mensagens : 58
Data de inscrição : 07/04/2017

MensagemAssunto: Re: Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin   Sex Jun 01, 2018 10:09 am

Colocando as garotas em meus ombros... Salto pelo corredor... Começo correndo... Acredito estar avançando em uma velocidade boa, quando ouço Yubelluna tossir e apertar o meu braço... Elas não estava aguentando o gás...

Aperto os dentes, e me esforço mais... E consigo sair logo após a assassina... Vejo que assim como as que eu levava, a dela tb sentira os efeitos dos gases... 

Olho para tras e não vejo Oregan e Dirac...

Que infernos estão fazendo ?

Quando vou retornar, vejo surgirem... Traziam as garotas, mas elas estavam desmaiadas...

Como puderam ser lerdos ?

Deixo Yubelluna olhar as garotas, e segundo ela teríamos agora pouco tempo, ou teríamos o sangue delas em nossas mãos... Logo saimos dos banheiros e nos deparamos com diversas naves... Seria complicado acessar as naves sem chamar atenção... Mas algo estranho acontece... Umas das naves diante da nossa presença abre as portas e nos recepciona...

Deve ser uma armadilha... Sabem que estamos aqui... Mas antes uma armadilha com a porta aberta que ter que encontrar uma...

Carrego a sacerdotisa caída e sigo pelo corredores... Vejo os soldados... Eles não pareciam nos esperar... Mas logo nos notam... Aperto o punho... Se emanasse nosso poder naquele local, seriamos descobertos por todos... Mas não iriamos derrotar os soldados com nosso poder limitado...

Ouvimos uma explosão... A torre central ruía em chamas... E vejo nossos scouters apagarem... Sabia que sem eles... Estávamos cegos quanto ao poder de luta de nossos oponentes... 

Mas isso significava o mesmo para eles...

Entrego a sacerdotisa em meu colo para Yubelluna e dou um passo a frente... 

Vermes imprestáveis... Vcs destruiram o nosso planeta... Aniquilaram nossos irmãos....

Libero uma parte do meu poder em uma onda... Como se destravasse todo o meu potencial aos poucos...

Vcs nos mantiveram aqui todo esse tempo... Nos fizeram sangrar... Nos fizeram lutar apenas pelo seu prazer...

Libero outra vez meu poder... Deixando meus músculos mais rígidos e minha aura aumentar... Iria caminhando a frente de um grupo desses soldados...

Prenderam nossas mulheres e as fizeram lhes servir... Roubaram seu dias... Vcs nos causaram dor...

Iria caminhando mais a frente deles... Emanando em ondas meu poder cada vez mais... Chegando perto do ápice...

Mas ela é passageira... Mas o nosso Orgulho Saiyajin é eterno...

Iria desaparecer e surgir no meio deles...

Saiyajins... Mostremos a eles o que acontece quando se prende a maior raça guerreira tempo demais... Faremos os Metamorths tremerem novamente ao ouvir o nome da nossa raça... Hoje se iniciará o nascimento do Império dos Saiyajins...

Ira expandir liberando todo o resto do meu poder... Emanando uma onda os fazendo testemunhar na pele a extensão do nosso poder... Mesmo sem Scouters... Eles sentiriam o nosso poder em seus ossos e saberiam que a morte lhe era certa...

Iria girar desferir um soco no peito de um deles... Procurando atravessar seu coração... Depois ia girar atingindo com as costas da mão a face de outro soldado... Daria uma cambalhota no ar, atingindo com o calcanhar o topo da cabeça de outro soldado... Juntando as mãos investiria contra um dos soldados atingindo seu abdômen e me abaixando daria um gancho no queixo do ultimo dos soldados...

1 Ataque em cada soldado 6, 7, 8, 9, 10

nomei considerando vc começar com Theri 1, 2, 3...

_________________
Suzako - The Mercilles

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
art015

avatar

Mensagens : 58
Data de inscrição : 09/04/2017

MensagemAssunto: Re: Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin   Sex Jun 01, 2018 11:10 am

Foi uma corrida difícil, mas o que posso fazer, preciso melhorar mais, penso enquanto olho as duas que carreguei feridas por terem respirado o gás, me ajoelho e passo a mão no rosto da com tapa-olho, e penso, isso não é o suficiente, comprar uma luta que não é minha, defender seres que meu sangue me manda odiar, dar as costas a minha especie e razão de existência, quão mais preciso sacrificar para algo dar certo? Sombras envolvem meus olhos quando levanto e seguimos até onde a nave deve estar. 



Escuto Suzako perguntar par nós por que fomos lentos, me viro pra dar um soco na boca dele mas seguro no ultimo segundo.



-Eu tentei verme, EU TENTEI, EU. TENTEI. DESGRAÇADO, ACHA QUE ESTOU AQUI PRA FICAR FAZENDO POSE SEU VERME INSOLENTE!!!- Digo com raiva, mas me recomponho logo em seguida



Eu estava uma pilha, não queria ter dito isso mas no fundo eu não aguentava mais, meses preso lá, eu finalmente estava me perdendo agora, vinha querendo explodir de raiva depois de tudo isso, até agora nenhum sacrifício estava adiantando, hmpf como se eu os fizesse por escolha...



Mas logo quando chegamos na nave, havia um grupo de guardas, tudo que faço é parar, encarar eles, eu estou com raiva, deles, de tudo, tudo que eu fiz até agora de nada adiantava, por que?!? O que mais tenho que sacrificar pra alguma coisa funcionar?!?



Enquanto os guardas se preparam para vir para cima eu começo a caminhar, eu sabia que se queimássemos nosso poder ali, seriamos rapidamente detectados, mas eu estava disposto a me sacrificar, eles poderiam partir se quisessem, quando me preparo para queimar meu poder, algo ocorre, uma grande explosão seguida de algum desmoronamento, logo parece que os scouters deles fica em silencio, já que ele não parece estar sendo atendido ali, era essa a nossa chance...



Nossa unica maldita chance....



Sinto meu sangue ferver, e me lembro de quando possuía os predadores lá naquele planeta, Baldric não era exatamente uma fera daquelas, ao menos não nessa forma, mas ainda lembro como brigavam....Desgraçados... Querem ver o que é um predador de verdade? Eu já fui muitos e agora sou quem devorou todos eles!!!



-Grrrrrrrrrrr...- Cerro os dentes e babo de raiva rosnando pra eles....



-WRAAAAAAAAAAA- Grito de raiva, libero minha força e dou um soco no chão....



Eu vou fazer isso dar certo, alguma coisa tem que dar certo nessa degraça, com ou sem surras.



Off: 5 golpes, gastar 4 pontos de energia, atingir apenas os que ninguém acertou ainda.



Eu parto em disparada voando em rasante até o oponente mais próximo e acerto ele com um cruzado de  direita.



Depois giro ainda no ar no impulso do movimento  e atinjo outro com um soco de costas de mão esquerda.



Ainda no impulso do movimento, atinjo outro com um cruzado de cima para baixo de direita.



Olho com fúria para outro próximo e mordo seu pescoço, eu queria arrancar a cabeça dele com os dentes.



Me viro e dou uma cabeçada no que estiver próximo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Theri

avatar

Mensagens : 56
Data de inscrição : 05/04/2017

MensagemAssunto: Re: Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin   Sex Jun 01, 2018 7:29 pm

Merda não consegui chegar a tempo, Coraline acabou respirando parte daquele gás. Coloco ela no chão e apoio a cabeça dela no meu braço. 


- Fique de pé Coraline, vc é mais forte do que isso. 


Suzako tbm conseguiu chegar a tempo mas Oregan e Baldric chegam com as garotas já desmaiadas. Desespero toma conta de nós, Suzako e Baldric quase chegam as vias de fato. 


- Calem a boca vcs dois temos problemas mais importantes agora. 


Pego a Lazuli nos braços e começo a correr até a saída daquele inferno. Chegamos ao porto e vemos mtas naves a nossa volta mas nenhuma delas estava aberta e de repente uma delas se abre pra nós. 


- Eu não acho que seja boa ideia ir por ali. 


Falar não adiantou nada, eles estavam desesperados demais por causa das meninas. Eu entendo eles e os sigo mas acaba que a gente vai em uma armadilha em que encontra soldados. 


"Não podemos lutar com eles, se usarmos nossos poderes vamos atrair um exército"


Então uma coisa maravilhosa acontece é a torre de comando daquele planeta explode inutilizando os scouters. Olho pros soldadinhos com um sorriso e dou de ombros. 


- Que azar né...


Voo na direção de cinco deles chutando, estapeando, socando o estômago, dando um cascudo e uma testada na cara. 


Off: 4 pontos de energia com gosto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 435
Data de inscrição : 06/05/2016

MensagemAssunto: Re: Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin   Sab Jun 02, 2018 12:31 am

Enquanto a torre ao longe cai e ameaça colocar a cidade dos Metamorph em chamas, os Saiyajins celebram o fato de poderem usar novamente o máximo de seu poder em um momento tão crucial. As sacerdotisas que ainda estavam de pé já não temem mais, pois já sabiam o resultado daquela batalha. Juntas, elas arrastam suas irmãs desmaiadas em direção ao cruzador aberto, no intuito de salvá-las. Mesmo surpresos com a queda da torre e a falha nos scouters, os soldados permanecem confiantes, dizendo entre si coisas como “Vamos acabar logo com esses Saiyajins e checar o que está acontecendo na cidade”.
 
Theri ironiza a má sorte de seus inimigos, dando de ombros e sorrindo de uma forma tão confiante que acaba apagando o sorriso no rosto daqueles soldados. Podendo novamente dar o máximo de si, a aura de poder envolve seu como uma explosão que desloca massas de ar e ameaça tombar algumas naves a sua volta.
 
Theri ataca: Destreza 8 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 27 sucessos.
Soldado 1 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 1 sucesso.
Theri (Dano: Força 8 x5) = 20 sucessos.
 
Theri ataca: Destreza 8 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 28 sucessos.
Soldado 2 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 5 sucessos.
Theri (Dano: Força 8 x5) = 25 sucessos.
 
Theri ataca: Destreza 8 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 30 sucessos.
Soldado 3 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 14 sucessos.
Theri (Dano: Força 8 x5) = 20 sucessos.
 
Theri ataca: Destreza 8 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 23 sucessos.
Soldado 4 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 13 sucessos.
Theri (Dano: Força 8 x5) = 30 sucessos.
 
Theri ataca: Destreza 8 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 31 sucessos.
Soldado 5 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 12 sucessos.
Theri (Dano: Força 8 x5) = 50 sucessos.
 
A assassina Saiyajin dispara em direção a seus adversários, matando a saudade de sua velocidade total. O primeiro soldado é atingido com um chute no peito, seu corpo sendo arrastado para trás por contra do impacto. O segundo é atingido com um tapa na cara tão forte que seu pescoço é quebrado, sua cabeça voltada grotescamente para trás e ele cai morto. O terceiro leva um soco poderoso no estômago, seus olhos se esbugalham e sangue é vomitado de sua boca. Theri em seguida dá um soco na cabeça do quarto, explodindo seu crânio e o matando também. E por último ela acerta uma testada na face do quinto soldado, despedaçando seu crânio, desfigurando seu rosto, o matando no mesmo instante.
 
 
Antes de matar seus inimigos, Suzako faz questão de pontuar a eles com urros intimidantes o motivo de sua fúria por todos naquele planeta. Os soldados mostram-se surpresos e receosos com o sofrimento pelo qual os Saiyajins passaram e mal sabem o que fazer enquanto o impiedoso guerreiro avança para aniquilá-los.
 
Suzako ataca: Destreza 10 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 18 sucessos.
Soldado 6 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 2 sucessos.
Suzako (Dano: Força 6 x5) = 25 sucessos.
 
Suzako ataca: Destreza 10 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 25 sucessos.
Soldado 7 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 7 sucessos.
Suzako (Dano: Força 6 x5) = 15 sucessos.
 
Suzako ataca: Destreza 10 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 19 sucessos.
Soldado 8 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 11 sucessos.
Suzako (Dano: Força 6 x5) = 20 sucessos.
 
Suzako ataca: Destreza 10 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 28 sucessos.
Soldado 9 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 2 sucessos.
Suzako (Dano: Força 6 x5) = 25 sucessos.
 
Suzako ataca: Destreza 10 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 18 sucessos.
Soldado 10 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 10 sucessos.
Suzako (Dano: Força 6 x5) = 25 sucessos.
 
O primeiro soco de Suzako atinge o peito do sexto soldado com tamanha força que destrói o tórax do inimigo, fazendo com que caia de joelhos, morto. O golpe com as costas do punho não mata o soldado sete, mas o lança a uma distância considerável, fazendo com que se choque e acabe amassando uma das naves. Suzako então dá uma guinada para frente com seu corpo, e o calcanhar de sua bota atinge como uma marreta a cabeça do oitavo soldado, fazendo com que um grande filete de sangue escorresse por sua testa. Em seguida, o impiedoso guerreiro junta suas mãos e em um golpe de balanço atinge o nono soldado, o jogando tão longe que seu corpo cai sobre uma viga de metal e é brutalmente atravessado. E por último, o décimo soldado é atingido por um gancho tão potente que seu corpo permanece não, enquanto sua cabeça jorrando sangue voa pelo pátio caindo com estardalhaço sobre o topo de um dos containers.
 
 
Dirac Baldric finalmente liberta toda sua força, fazendo uma nuvem de poeira se dispersar como um campo ao seu redor, e como se para testar o próprio poder, o Tsufurujin soca o chão, criando uma grande cratera que chega a engolir uma pequena nave. Os soldados se mostram assustados com essa força, temerosos enquanto Dirac Baldric avança.
 
Dirac Baldric ataca: Destreza 7 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 18 sucessos.
Soldado 11 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = Falha Crítica.
Dirac Baldric (Dano: Força 10 x5) = 40 sucessos.
 
Dirac Baldric ataca: Destreza 7 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 29 sucessos.
Soldado 12 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 14 sucessos.  
Dirac Baldric (Dano: Força 10 x5) = 40 sucessos.
 
Dirac Baldric ataca: Destreza 7 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 19 sucessos.
Soldado 13 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 1 sucesso.
Dirac Baldric (Dano: Força 10 x5) = 20 sucessos.
 
Dirac Baldric ataca: Destreza 7 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 25 sucessos.
Soldado 14 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 8 sucessos.
Dirac Baldric (Dano: Força 10 x5) = 30 sucessos.
 
Dirac Baldric ataca: Destreza 7 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 21 sucessos.
Soldado 15 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 6 sucessos.
Dirac Baldric (Dano: Força 10 x5) = 30 sucessos.
 
O Tsufurujin possuía a força de um verdadeiro titã agora que podia usar a capacidade máxima do corpo de Baldric. Com um cruzado, o décimo primeiro soldado é arremessado a uma distância considerável, com uma força tão grande que seu cadáver divide uma nave ao meio ao atingi-la. Com um soco giratório, Dirac Baldric esmaga o corpo do décimo segundo, quebrando ossos e triturando músculos. Um outro cruzado lança o décimo terceiro contra o chão, rachando o asfalto à sua volta, mas sem matá-lo no entanto. Em seguida, com um golpe pouco convencional, Dirac Baldric morde o pescoço de um dos inimigos, arrancando um pedaço tão grande com os dentes que a tira de pele que restou não é o suficiente para segurar a cabeça do infeliz. E por último o Tsufurujin finaliza quebrando o crânio do décimo quinto com uma cabeçada, fazendo-o cair morto aos seus pés.
 
 
Oregan podia ser jovem, sorridente e gentil, mas em seu estado de fúria não ficava atrás de seus companheiros. Disposto a vingar as sacerdotisas à beira da morte, ele voa na direção dos últimos cinco, apavorando-os depois de verem o que seus companheiros fizeram aos outros de seu batalhão.
 
Oregan ataca: Destreza 6 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 18 sucessos.
Soldado 16 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 8 sucessos.
Oregan (Dano: Força 7 x5) = 15 sucessos.
 
Oregan ataca: Destreza 6 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 26 sucessos.
Soldado 17 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 4 sucessos.
Oregan (Dano: Força 7 x5) = 25 sucessos.
 
Oregan ataca: Destreza 6 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 11 sucessos.
Soldado 18 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 8 sucessos.
Oregan (Dano: Força 7 x5) = 35 sucessos.
 
Oregan ataca: Destreza 6 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 11 sucessos.
Soldado 19 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 1 sucessos.
Oregan (Dano: Força 7 x5) = 15 sucessos.
 
Oregan ataca: Destreza 6 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 4 sucessos.
Soldado 19 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 6 sucessos.
 
Oregan ataca: Destreza 6 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 20 sucessos.
Soldado 20 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 8 sucessos.
Oregan (Dano: Força 7 x5) = 10 sucessos.
 
O jovem guerreiro começa com um soco que faz os dentes do décimo sexto soldado voarem. O décimo sétimo leva um chute tão potente no estômago que sua coluna é partida ao meio e ele cai morto sem resistência. Oregan então segura o décimo oitavo pelo braço e o arremessa, esse tipo de golpe é facilmente evitável, mas o corpo do inimigo acaba caindo dentro de uma turbina e moído pelas hélices. O décimo novo recebe um soco que lhe quebra o nariz, mas o segundo murro de Oregan sai desajeitado e acaba defendido. O vigésimo soldado é atingido por uma cotovelada, mas pouco eficiente.
 
- Canalhas, como podem ter tanto poder quando a pouco tinham o poder de luta em apenas dez? – Questiona assustado um dos sobreviventes.
 
- Tolo! Você não se lembra da lenda? Rumores dizem que o Grande Freezar e o Imperador Cold só tem medo de uma coisa: O Supersaiyajin. São eles! – Outro soldado teoriza.
 
 
Iniciativa:
 
1° Dirac Baldric: Raciocínio 4 + Prontidão 3 + 1D (Cool = 15
1° Suzako: Raciocínio 4 + Prontidão 3 + 1D (5 +3) = 15
2° Oregan: Raciocínio 4 + Prontidão 4 + 1D (4) = 12
3° Theri: Raciocínio 5 + Prontidão 4 + 1D (2) = 11
4° Soldados: Raciocínio + Prontidão + 1D = 7
 
 

Status:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com
art015

avatar

Mensagens : 58
Data de inscrição : 09/04/2017

MensagemAssunto: Re: Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin   Sab Jun 02, 2018 9:37 am

Ainda consigo lembrar dos predadores alfa daquele lugar, não haviam desenvolvido inteligencia ainda mas uma especie lá em especial tinha as características necessárias para isso, era um planeta jovem e fervilhava em todos os lugares, penso enquanto parto para cima desses bastardos, violência assim me traz memorias, posso gostar muito de tecnologia, mais lembro da selvageria do lugar, e essa especie em especial tinha uma proto-cultura ligada a isso, brigas até a morte eram comuns mesmo por simples pedaços de carne, os machos violentavam as fêmeas com frequência para se reproduzir ou simplesmente descarregar a raiva em alguma coisa, muitos morriam no processo, sejam elas ou até os machos quando a fêmea sabia se defender, os filhotes quando aprendiam a andar logo deveriam aprender a correr, pois suas mães os devoravam depois de uma certa idade, era impressionante e horrível a vida que tinham, toda vez que vejo alguma dessas especies cultuando o que acham que é violência, HAH! Isso não é mais que uma piada, querem violência, mostrarei como se faz, lembro como o medo deles os aliviava de qualquer controle, lembro a cada pancada que acertamos, a cada vida que se esvai em nossos golpes, a raiva crescia dentro de nós a cada segundo.



Sente isso? Essa... Essa sensação? Como se tudo fosse contra você e a unica resposta que pode dar é partir para cima com ainda mais violência? Meu sangue me ensinou a ser um gênio, aquele lugar me ensinou a ser um animal, e tudo que passamos me ensinou a unir ambas as coisas.



Com a cabeça coberta pelo sangue e massa encefálica que escapou da cabeça quebrada da ultima vitima, punhos ensanguentados dos que atingimos, e ainda um naco de carne de pescoço na boca caminho em direção a o restante, engulo o pedaço do pescoço que estava na boca e com os dentes cerrados e raiva nos olhos encaro o ultimo de meus alvos ali, eu queria dizer algo, mas tudo que quero é partir para cima, quebrar esse desgraçado, façam para eles antes que façam conosco, isso era uma saída horrível, eu sei, mas se eles nos mostraram suas garras e não recuaram, não temos mais o que fazer a não ser dar a violência que querem, principalmente quando se arrependem dela, principalmente nessas horas.



Off: Seguro no ombro do alvo 20 com a mão de esquerda e dou um uppercut de direita abaixo das costelas, iria tentar arrancar suas costelas com o golpe.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tony.Saiyan

avatar

Mensagens : 58
Data de inscrição : 07/04/2017

MensagemAssunto: Re: Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin   Sab Jun 02, 2018 10:17 am

Os soldados tremem diante do poder emanado por nós... E passam a perceber o terror que foi nos manter presos...

Vejo que as garotas entram na nave... Ótimo, elas já poderiam avaliar a situação lá dentro e colocar as garotas nas câmaras...

Seu corpos voam e mancham o pátio de sangue... Dois golpes meus não saem tão fortes e eles ainda permanecem vivos... Mas era um erro que iria corrigir logo...

Sim... Hoje nascem os lendários SuperSaiyajins... Vejam o terror que cairá sobre esse planeta... Iremos erradicar esse império até mesmo das memórias...

Desapareço surgindo a frente do soldado 7 e esticando meu braço como uma lâmina... Desço a minha mão sobre a sua cabeça... Queria dividi-lo em dois...

Iria voar e descer sobre o outro soldado 8, empurrando o seu corpo com meus pés... Iria esmaga-lo no chão...

Caso todos morressem... Iria levitar um pouco olhando o planeta que me prendeu a tanto tempo... Apertaria o punho...

Eu vou voltar.... Irei matar cada um de vocês... Farei meu trono com seus ossos...

Assim que todos entrassem na nave, entraria na mesma...

Enviado pelo Topic'it

_________________
Suzako - The Mercilles

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DragonHearth

avatar

Mensagens : 56
Data de inscrição : 05/04/2017

MensagemAssunto: Re: Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin   Sab Jun 02, 2018 12:09 pm

O tempo estava passando, mas creio que demoraria ainda muito para que notassem essa luta, sem os sensores éramos agora livres peixes nadando. As sacerdotisas estavam indo para a nave isso era bom, mas se elas soubessem quem era realmente nossa salvadora creio que desmaiariam.

Porém, no momento era de acabar com todos esses idiotas e irmos embora desse planeta.

Corro até eles em voo, desapareço e lanço um golpe lateral no 19, chuto o 16 contra outra turbina. 

-Vocês nunca devem desprezar os saiyajins. - digo com firmeza

Dou uma cabeçada no 1 e girando o corpo chuto a cabeça do 13.

Assim que acabasse iria para a nave, iria para o quarto de Blizz.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com/t64-helena-dragonhearth
Theri

avatar

Mensagens : 56
Data de inscrição : 05/04/2017

MensagemAssunto: Re: Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin   Sab Jun 02, 2018 6:40 pm

nosso azar o planeta tá infestado deles pra nos atrasar. A culpa tbm era minha, tô batendo devagar demais. 


"Deve ser a falta de costume de usar meu poder total. Não vai se repetir"


Aperto os punhos pra estalar os ossos e caminhando devagar na direção dos que sobreviveram ao meu ataque. Iria dar um chute na cara do soldado 3. 


- Oregan posso saber por que está se metendo nas minhas lutas?


Off: Se algum sobreviver eu gasto 1 de energia e finalizo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 435
Data de inscrição : 06/05/2016

MensagemAssunto: Re: Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin   Dom Jun 03, 2018 1:59 am

Em meio à batalha, uma escuridão gradual começa a tomar conta do planeta. Devido a destruição da torre, as luzes das cidades vão se apagando uma por uma, até jogar Spartacus completamente nas trevas. Não fossem as luzes dos dois cruzadores próximos, os guerreiros e soldados estariam cegos. Mas a pouca visibilidade ainda gera algum inconveniente quando o som de alguma coisa dando fortes pancadas em algum tipo de metal resistente começa a ser ouvido sem que nenhum dos presentes possa decifrar de onde vem. BUM! BUM! BUM!
 
 
Dirac Baldric estava em um verdadeiro frenesi de batalha, sem se importar com o sangue e nacos de carne do inimigo pelo seu corpo, sem se importar com a selvageria de seus golpes. Os soldados não estavam acostumado a este tipo assustador de adversário, e hesitam enquanto o Tsufurujin avança mais uma vez contra eles.
 
Dirac Baldric ataca: Destreza 7 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 17 sucessos.
Soldado 20 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 1 sucesso.
Dirac Baldric (Dano: Força 10 x5) = 35 sucessos.
 
O Tsufurujin segura o ombro de seu oponente, aplicando-lhe um cruzado na altura das costelas, contudo, o punho de Dirac Baldric era tão potente que mesmo em um golpe a curta distância acaba atravessando o corpo de seu adversário. O guerreiro podia sentir seu punho resvalar nos ossos da coluna do soldado, seus dedos rompendo órgãos sem o menor esforço enquanto o infeliz se estrebuchava sob o seu domínio.
 
 
Suzako nota que os soldados passam a compartilhar o medo de seus soberanos pela lenda do Super Saiyajin. Aquilo era surpreendente, impressionante que seus inimigos nutrissem medo de algo que nem mesmo os Saiyajins acreditavam. Para não desapontá-los, o guerreiro usa sua velocidade para surgir atrás de um dos soldados, que mal consegue acompanhar seus movimentos.  
 
Suzako ataca: Destreza 10 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 38 sucessos.
Soldado 7 desvia: Destreza + Briga (Dif: 6) = 14 sucessos.
Suzako (Dano: Força 6 x5) = 15 sucessos.
 
Suzako ataca: Destreza 10 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 28 sucessos.
Soldado 8 desvia: Destreza + Briga (Dif: 6) = 8 sucessos.
Suzako (Dano: Força 6 x5) = 15 sucessos.  
 
O impiedoso Saiyajin transforma seu punho no gume de uma espada, descendo contra o sétimo soldado e lhe acertando a base do pescoço. Seu golpe não saíra forte o bastante para dividir o inimigo ao meio como o impiedoso guerreiro planejava, mas foi o bastante para lançar o soldado ferido contra o piso e por um fim em sua miserável existência. Em seguida, o guerreiro desce o peso de seu corpo com um pisão contra as costas do oitavo soldado, esmagando o infeliz contra o chão e esmagando-o feito um inseto.
 
 
Oregan vê as sacerdotisas adentrando o cruzador e fica preocupado com a possibilidade de elas descobrirem a quem pertencia. Mas isso era um problema para outra hora. O dever do Saiyajin naquele momento era limpar o porto dos soldados incovenientes e partir daquele lugar antes que a torre caída já não chamasse tanto a atenção do planeta Spartacus quanto a agitação entre as naves.
 
Oregan ataca: Destreza 6 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 3 sucessos.
Soldado 19 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 7 sucessos.
 
Oregan ataca: Destreza 6 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 11 sucessos.
Soldado 16 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 4 sucessos.
Oregan (Dano: Força 7 x5) = 20 sucessos.
 
Oregan ataca: Destreza 6 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 17 sucessos.
Soldado 1 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 7 sucessos.
Oregan (Dano: Força 7 x5) = 30 sucessos.
 
Oregan ataca: Destreza 6 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 27 sucessos.
Soldado 13 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 8 sucessos.
Oregan (Dano: Força 7 x5) = 20 sucessos.
 
O jovem Saiyajin começa a correr pela pista e depois salta para um vôo rápido na direção do décimo nono soldado. Oregan tenta um soco em sua linha de cintura, mas o inimigo consegue bloquear o ataque para a surpresa do garoto. Sem se deixar abalar pela falha, Oregan chuta o décimo sexto soldado na direção de outra turbina, vendo o corpo do inimigo sair estraçalhado. Em seguida, o garoto investe com uma cabeçada que atravessa o corpo do primeiro soldado, fazendo com que caia pesadamente contra a pista, morto. Por último, o guerreiro gira seu corpo em um chute que manda o décimo terceiro para longe, para uma viagem sem volta.
 
 
Theri lamenta o tempo perdido com aqueles soldados, mas faz uma meã culpa pela falha de seus próprios golpes não tê-los liquidado de uma só vez. Mas agora a guerreira sente seu corpo mais adaptado ao seu máximo poder novamente, e com uma calma assustadora era vai se aproximando do soldado a sua frente.
 
Theri ataca: Destreza 8 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 35 sucessos.
Soldado 3 defende: Destreza + Briga (Dif: 6) = 7 sucessos.
Theri (Dano: Força 8 x5) = 20 sucessos.
 
O soldado assustado recua enquanto a assassina Saiyajin se aproxima, e com um salto, Theri acerta um chute potente na face de seu inimigo, quebrando seu pescoço e o matando de imediato. As pupilas do soldado se apagam, sua boca saliva sem parar, seu corpo cai pesadamente sobre o piso.
 
 
Restara apenas um mísero soldado vivo. Ferido demais para lutar, o infeliz se prepara para fugir e avisar o planeta sobre os Saiyajins. Theri já se preparava para liquidá-lo, quando um inseto monstruoso e gigantesco arrebenta um dos containers por dentro, rasgando o metal como se fosse papel com suas presas e simplesmente engolindo o soldado que havia restado.
 
Com a força do seu corpanzil de dez metros de altura, a criatura arrebenta o que restava do container, libertando-se enfim. Seus movimentos bruscos destruíam naves em volta, e havia o risco de que acabasse danificando o cruzador. Enquanto estavam aturdidos pela criatura grotesca, os Saiyajins notam que havia uma inteligência maior do que uma simples besta por trás daquele monstro, que ele os fitava com perverso interesse e movia suas presas na direção dos quatro.


Besta Arliana:
 


 
 
Iniciativa:
 
1° Theri: Raciocínio 5 + Prontidão 4 + 1D (8 ) = 17
2° Oregan: Raciocínio 4 + Prontidão 4 + 1D (7) = 15
3° Suzako: Raciocínio 4 + Prontidão 3 + 1D (2 +3) = 12
4° Dirac Baldric: Raciocínio 4 + Prontidão 3 + 1D (4) = 11
5° Besta Arliana: Raciocínio + Prontidão + 1D = 5
 
 

Status:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com
art015

avatar

Mensagens : 58
Data de inscrição : 09/04/2017

MensagemAssunto: Re: Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin   Dom Jun 03, 2018 10:10 am

Entre computadores e motores, entre garras e sangue, vivi em ambos os lados, manipulando programas e rasgando corpos, ambas as coisas me agradavam, quase de maneira instintiva, mas eu não fazia ambos a pleno gosto, huhuhu não, sempre achei que violência deve ser descarregada apenas naqueles que a buscam, sayajins sempre me pareceram transitar entre ambos, apesar de inteligencia não ser exatamente o forte deles, eles devem ao menos ter um pouco de noção de que o universo é maior e mais poderoso que seu ego, ao menos é o que acho.



Depois do golpe derradeiro na ultima presa, eu paro e observo o lugar, toda luta se desenrolando, de fato não era um estilo convencional de luta, viver na naquele lugar não me ensinou golpes disciplinados e poses de luta, "apenas o acerte onde machuca mais" e "destrua seu alvo com força devastadora", huhuhu eu não sou um lutador, mas sabia como deveria lutar, como uma animal, eu sei, mas convenhamos, não acho que sayajins se preocupem muito com beleza nos golpes, por um golpe desesperado ou uma verdadeira surra, vencer é vencer.



Mas enquanto davam seus últimos golpes, algo de estranho acontecia, algo batia pesadamente em algo de metal por perto, quando um dos soldados foge após sobreviver a mais este castigo nosso, Theri se preparava para cuidar dele, quando algo salta rasgando o metal e nossas esperanças de uma fuga rapida, e devora ele e nossos planos de fugir imediatamente, huhuhu e eu ainda tenho que vasculhar esse lugar para ir atrás daquilo, não com isso no caminho;



-Essa coisa é um verdadeiro predador, não acho que atacar de frente irá funcionar.



Digo para o grupo, ainda tenho que ver para ter certeza, mas por via das duvidas, prefiro não duvidar.



Off: Vasculhar rápido no meu catalogo que criatura é essa, atingir no ponto fraco se eu souber de um, ou um golpe na lateral.



Ação, uppercut de esquerda na lateral do corpo dele, eu tentaria lançar ele para cima.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Tony.Saiyan

avatar

Mensagens : 58
Data de inscrição : 07/04/2017

MensagemAssunto: Re: Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin   Seg Jun 04, 2018 9:51 am

Era estranho ver o terror em seus olhos... Não pelo que sou agora... Mas por algo que ele acredita fielmente que posso me tornar... Uma antiga lenda...

Com apenas dois movimentos eles estão mortos... Eram vermes inúteis, nem mesmo me fizeram suar...

Vermes... Temem uma ilusão ao contrario de temer aquilo que está diante dele...

Vejo os outros aniquilarem seus alvos... Exceto Oregan... Que erra um golpe, permitindo que seu alvo corra... A Assassina já ia partir em sua perseguição, quando algo rasga um enorme container de metal... Presas enormes e logo uma criatura de tamanho absurdo surge destruindo o local a volta... Vejo a sua distancia para a nave... Ela não podia se aproximar dali...

Seus olhos nos seguem... Como se nos analisasse... Apesar de ter a aparência de uma besta... A criatura tinha uma razão por trás das suas ações...

Não deixem ela perto das Sacerdotisas... Temos que afasta-la... E rápido...

Iria surgir na direção contraria ao cruzador e iria golpear o seu corpo com um soco... Caso ela investisse para me atacar, iria defender os seus golpes, porem sempre recuando de forma a não deixa-la se aproximar do cruzador...

Soco - Criatura Arliana
Defesa - Sempre recuando para longe do Cruzador

_________________
Suzako - The Mercilles

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Theri

avatar

Mensagens : 56
Data de inscrição : 05/04/2017

MensagemAssunto: Re: Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin   Ter Jun 05, 2018 4:12 pm

Olho um pouco enojada pra aquele monstro depois de ver ele comendo o soldado.  De onde veio esse bicho? Mas pelo jeito ele era mais um no nosso caminho. 


" E nada vai ficar no meu caminho!"


Voo ao redor do bicho para confundir ele e depois voo acima das costas dele onde não tinha defesa. Iria dar três socões nessa região. 


- Tds vcs ataquem as costas dele! 


Off: 2 de energia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DragonHearth

avatar

Mensagens : 56
Data de inscrição : 05/04/2017

MensagemAssunto: Re: Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin   Ter Jun 05, 2018 7:08 pm

Achei que estava acabando, que era somente ir embora. Porém ainda faltava essa luta, bom era o que eu pensava.

-Desculpa Theri, me empolguei. - digo em relação a luta passada. 

Vejo que ela esta voando distraindo a criatura. Porém penso em algo. Se ele rasteja deve levar ataques e seu couro duro... Mas a barriga não deve ser tanto.

Espero a oportunidade de uma abertura e voando soco a barriga dele. Queria ver do que era feito.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com/t64-helena-dragonhearth
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 435
Data de inscrição : 06/05/2016

MensagemAssunto: Re: Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin   Qua Jun 06, 2018 12:35 am

A imagem aterradora da criatura e a facilidade com que engole o soldado deixam Theri chocada, mas não ao ponto de tirar da assassina Saiyajin a disposição de lutar pela sua liberdade. Theri é a primeira a disparar em direção ao Hyperyetti, voando ao redor daquele monstro para confundi-lo e golpear suas costas.
 
Theri ataca: Destreza 8 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 34 sucessos.
Hyperyetti: Sem ação.
Theri (Dano: Força 8 x5) = 40 sucessos.
 
Theri ataca: Destreza 8 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 4 sucessos.
Hyperyetti: Sem ação.
Theri (Dano: Força 8 x5) = 25 sucessos.
 
Theri ataca: Destreza 8 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 14 sucessos.
Hyperyetti: Sem ação.
Theri (Dano: Força 8 x5) = 15 sucessos.
 
Por se tratar de um quadrúpede, era nítido que a criatura tinha as costas como uma região vulnerável. Theri logo identifica isso e grita para que seus companheiros ataquem na mesma região. Tratando-se de um ser bestial, o Hyperyetti sequer faz questão de desviar ou se proteger. Mas será que ele precisava? Theri se sentia socando um muro resistente enquanto golpeava a criatura, seus punhos chegam a doer.
 
 
Oregan nota que a assassina Saiyajin distraía a criatura em seu vôo, mas diferente dela, acredita que o Hyperyetti tinha como ponto mais vulnerável a região abdominal. Então Oregan espera por uma brecha, e quando a criatura volta a se mover ele passa rápido em um vôo por debaixo dela e ataca.
 
Oregan ataca: Destreza 6 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 21 sucessos.
Hyperyetti: Sem ação.
Oregan (Dano: Força 7 x5) = 25 sucessos.
 
Com a facilidade que tem para se mover para baixo do corpo da criatura, Oregan percebe que o Hyperytti não se importava nem um pouco em se proteger. E isso é justificado quando o garoto soca uma parte que ele julgava vulnerável e percebe ser dura como uma rocha.
 
 
Assim que põe seus olhos sobre a criatura, Suzako se atenta à sua inteligência, tinha olhos de um predador que pensava em maneiras de emboscar duas vítimas. O Hyperyetti via nas naves uma possibilidade de seus alvos se esconderem ou fugirem, então se mostra hostil a elas, o que preocupa o guerreiro Saiyajin.
 
Suzako ataca: Destreza 10 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 24 sucessos.
Hyperyetti: Sem ação.
Suzako (Dano: 6 x5) = 20 sucessos.
 
O guerreiro surge em uma direção oposta ao cruzador, golpeando a criatura e tentando chamar a atenção dela para si. Deu certo. O Hyperyetti se vira com incrível agilidade, esquecendo-se das naves e focando sua atenção nos Saiyajins a sua volta.
 
 
Enquanto seus companheiros atacavam freneticamente a criatura, Dirac se abstém da batalha por alguns poucos segundos, vasculhando em seus registros alguma informação sobre aquele espécime. Logo sua mente é transportada para o planeta Arlia, onde criaturas insetóides criavam monstros bizarros misturando misticismo e tecnologia. Monstros como aquele não possuía classificação ou faziam parte de qualquer cadeia alimentar, era apenas uma cobaia Arliana que através das mais sinistras mutações fora convertido naquela criatura.
 
Dirac Baldric ataca: Destreza 7 x5 + Briga 5 (Dif: 6) = 26 sucessos.
Hyperyetti: Sem ação.
Dirac Baldric (Dano: Força 10 x5) = 30 sucessos.
 
O Tsufurujin acerta a criatura com um gancho, tentando jogá-la para o alto, mas apesar de o golpe ter sido impactante, o Hypperyetti sequer sai do chão em todo seu peso. Dirac logo entende que sua resistência era impressionante, talvez fosse mais fácil erguer uma montanha do que um ser como aquele. O Hyperyetti estava mais do que apto para assassinar o Príncipe Vegeta e o Senhor Nappa!
 
 
Hypperyetti ataca: Destreza + Briga (Dif: 6) = 63 sucessos.
Theri: Sem ação.
Hypperyetti (Dano: Força) = 60 sucessos.
 
A besta Arliana não fez questão de se proteger de nenhum dos golpes, pois nem um deles incomodou a criatura de fato, apesar de feri-la. Preferiu guardar suas forças para um revide, e girando seu corpo velozmente, ele atinge Theri com sua longa cauda, um golpe tão potente que acaba jogando a Saiyajin longe, de encontro a uma nave de pequeno porte, o impacto do corpo da guerreira com o veículo gerando uma explosão enquanto ela rola pelo asfalto da pista.
 
 
Iniciativa:
 
1° Suzako: Raciocínio 4 + Prontidão 3 + 1D (10 +3) = 20
2° Theri: Raciocínio 5 + Prontidão 4 + 1D (7) = 16
3° Oregan: Raciocínio 4 + Prontidão 4 + 1D (6) = 14
4° Dirac Baldric: Raciocínio 4 + Prontidão 3 + 1D (3) = 10
5° Besta Arliana: Raciocínio + Prontidão + 1D = 9
 
 

Status:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com
Tony.Saiyan

avatar

Mensagens : 58
Data de inscrição : 07/04/2017

MensagemAssunto: Re: Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin   Qua Jun 06, 2018 11:05 am

Os socos atingem a criatura... Vejo que ela não esboça nenhuma dor... A criatura resistira ao socos de dois Saiyajins... Ao desferir o soco contra a mesma, vejo que seu corpo era como uma grande muralha de aço...

Infernos de planeta... É como se o planeta inteiro a todo instante criasse algo para nos prender aqui...

A criatura atinge a Assassina com a cauda... Alem da resistência, pode-se ver que a força da mesma era descomunal...

Expando meu ki... Concentro a energia em meu braço... Mas vejo o caos da torre... Lá estava chamando a atenção... Mas eles logo estranhariam poderes sendo lançados longe...

Temos que mata-la apenas com nossos socos... Nossas técnicas chamariam atenção demasiada...

Invisto contra a criatura, novamente da direção oposta a nave... Iria desferir 8 socos contra a sua face... Iria procurar faze-la ir ao chão...

Morra criatura... Vc não irá nos impedir de seguir a nossa liberdade...

Soco - Gasto 7 de Energia

_________________
Suzako - The Mercilles

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
art015

avatar

Mensagens : 58
Data de inscrição : 09/04/2017

MensagemAssunto: Re: Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin   Qua Jun 06, 2018 11:22 am

Era sem duvida uma fera grande, mas não era natural, huhuhu olha só, um organismo feito usando conceitos misticos e científicos, quando não se é forte, se cria armas, e foi isso que fizeram no planeta Arli, parece simples mas existe muitas coisas por traz, anos de desenvolvimento, será que usaram conceitos de biologia-metafisica, será que essa coisa tem uma alma? Aqueles robôs tinham, se eu pudesse dissecar essa coisa, não, melhor!!! Se eu fosse lá talvez eu aprendesse a fazer essas coisas, a sei lá, com certeza aprenderia bastante...



Construir e moldar algo a partir direto do próprio DNA, só imagino como é fuçar um laboratório desses, huh melhor me focar na luta depois um dia brincamos de deus, não sei por que todos acham que destruir é sinal de força, se soubessem a dificuldade que é criar e manter...



Apesar do pesado castigo de todos a criatura estava firme, sem sentir os ferimentos, Thery sai voando após levar um golpe, espero que ela esteja bem;



-Sabia que já tinha visto isso antes, essa coisa não é um animal natural, ele foi criado usando o que os Arlianos tinham de melhor pelo visto, ao menos nesses padrões.




Digo para eles, eu queria saber mais, mais teria que abrir a criatura e testa-la e... Vamos só lutar, um dia descubro como construir uma, huhuhu tenho que saber quando ser o cientista ou monstro....



Off: 8 movimentos, gastar 7 de energia, Sequencia de cruzados na lateral no mesmo lugar, finalizar com outro uppercut
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Theri

avatar

Mensagens : 56
Data de inscrição : 05/04/2017

MensagemAssunto: Re: Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin   Qua Jun 06, 2018 4:25 pm

Acho que subestimei esse bicho, o golpe dele era mtu mais forte do que o meu. Sou lançada pelo porto até me chocar com uma nave. Vou recobrando a consciência aos poucos e mexendo os dedos. 


"Ai, ele bate forte. Acho que vou fazer dele o meu animalzinho"


Me levanto devagar e fico olhando a luta de longe por um tempo. Os golpes dos meus amigos não surtem efeito tbm. 


"Não posso usar o Imperial Destruction. A explosão vai chamar atenção. O jeito é bater nessa coisa até cair"


Soco a palma da minha mão e voo de volta pro campo de batalha. Iria encher o monstro de socos. 


Off: gastar tds os meus pontos de energia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
DragonHearth

avatar

Mensagens : 56
Data de inscrição : 05/04/2017

MensagemAssunto: Re: Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin   Qua Jun 06, 2018 8:57 pm

Vi o que a criatura fez com Theri, ela era muito forte e isso de certa forma me deixava excitado, eu queria essa luta e junto aos meus amigos estava em ponto de ebulição meu corpo.

Percebi que a parte inferior da criatura era mais dura, vejo Suzako e Theri se soltando em ataques contra essa criatura, parecia que ela não tinha predadores e confiava em seu corpo colossal para defesa, estava cansado e com pouca energia, mas ainda assim era um sayiajin, voo e descarrego o maximo de ataques contra a criatura. Queria ver do que ela era feita.


off: 3 ataques.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://paladinosdajustica.forumeiros.com/t64-helena-dragonhearth
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Dragon Ball Z - Um conto Saiyajin
Voltar ao Topo 
Página 6 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Paladinos da Justiça :: Histórico :: HQs do Fórum-
Ir para: